Rui Moreira acusado de prevaricação no caso Selminho. MP pede perda de mandato

Fernando Veludo / Lusa

O Presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira

O presidente da Câmara do Porto confirmou, esta sexta-feira, que foi acusado pelo Ministério Público (MP) de um crime de prevaricação no âmbito do caso Selminho.

“Esta acusação é muito estranha, tanto no conteúdo como no momento em que é deduzida, mas estou absolutamente tranquilo e não deixarei de tudo fazer para que sejam apuradas todas as responsabilidades”, defendeu Rui Moreira, em resposta à agência Lusa.

Sublinhando que só teve acesso ao processo em questão na quinta-feira, o independente afirma que a acusação é “completamente descabida e infundada” e refere que “os factos agora usados são exatamente os mesmos que já tinham sido analisados pelo Ministério Público que, em meados de 2017, considerou não existir qualquer ilicitude” no seu comportamento, tendo arquivado o processo.

O autarca remete, contudo, mais esclarecimentos para a reunião do executivo de segunda-feira, altura em que fará, no período antes da ordem do dia, uma declaração “mais aprofundada sobre o caso”.

De acordo com o Jornal de Notícias, o Departamento de Investigação e Ação Penal Regional do Porto concluiu que Rui Moreira incorreu em conflito de interesses, “com [a] única intenção de beneficiar a empresa” de que ele, a sua mãe e os seus irmãos eram sócios.

O mesmo diário adianta que a acusação também pede a perda de mandato do autarca portuense, com base na Lei das incompatibilidades e impedimentos dos titulares de cargos públicos.

Em causa está o caso Selminho, processo que envolve um terreno na escarpa da Arrábida, que a imobiliária do independente comprou em 2001, o que levou a um diferendo com a Câmara do Porto devido à permissão de poder ou não construir naquele espaço.

Em maio deste ano, o Supremo Tribunal de Justiça confirmou a decisão de 2019 do Tribunal da Relação do Porto, que considerou nula a escritura de venda de 2260 metros quadrados na Arrábida por um casal à Selminho, determinando ser municipal parte da propriedade.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …

Chuvas torrenciais fazem mais de uma centena de mortos na Índia

Pelo menos 136 pessoas morreram na Índia, em consequência de chuvas torrenciais que assolaram o país e causaram fortes enchentes e deslizamentos de terra, enterrando casas e submergindo ruas. Numa altura em que as alterações climáticas …

China inaugurou o comboio mais rápido do mundo

O comboio-bala maglev, que pode atingir uma velocidade de 600 quilómetros por hora, fez a sua estreia em Qingdao, na China, esta semana. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, este comboio-bala maglev foi desenvolvido pela …

Quatro portugueses detidos em Espanha por alegada violação de duas mulheres

A polícia espanhola anunciou, este sábado, ter detido quatro cidadãos portugueses por suposta violação múltipla e abusos sexuais a duas mulheres de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón, no norte do país. Segundo a …

Stonehenge pode perder estatuto de património mundial da UNESCO

Depois de Liverpool, também Stonehenge pode perder o estatuto de património mundial da UNESCO. O aviso surge após o secretário dos transportes, Grant Shapps, ter dado luz verde aos planos de construção de um túnel …

Mais 20 mortes e 3396 casos de covid-19. Não havia tantos óbitos desde março

Portugal registou, este sábado, mais 20 mortes e 3396 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3396 novos …

"Integral confiança". Chega segura militantes acusados de agredir homossexual

O Chega anunciou, esta sexta-feira, que mantém "integral confiança" nos candidatos e estruturas local e distrital de Viseu, referindo que só se pronunciará sobre alegadas agressões de motivação homofóbica naquela cidade depois de apurados os …

Há dezenas de autarcas envolvidos em processos sem fim à vista

Dezenas de autarcas foram neste mandato acusados por corrupção, negócios imobiliários duvidosos e abuso de poder, entre outros, em processos judiciais que se arrastam, na maioria, sem desfecho à vista a dois meses de novas …

Milhares de pessoas manifestam-se na Austrália contra o confinamento

Milhares de australianos manifestaram-se, este sábado, em várias cidades do país contra as restrições impostas pelo Governo para controlar o aumento de casos de covid-19. Em Sidney, cerca de mil manifestantes protestaram contra o confinamento decretado …