Restam 35 deputados que querem ser vacinados. PSD exige nova lista “minimalista”

Mário Cruz / Lusa

Em apenas quatro dias, os deputados prioritários para serem vacinados contra a covid-19 reduziram de 50 para 35. O presidente do Parlamento já enviou a lista ao primeiro-ministro, mas o PSD exige uma nova, que siga um princípio “minimalista”.

A lista inicial enviada, na última sexta-feira, por Eduardo Ferro Rodrigues a António Costa, que no início da semana tinha pedido ao Parlamento o envio da lista com os deputados considerados prioritários, tinha 50 nomes.

No dia seguinte, depois de a lista ter sido tornada pública, 12 deputados do PSD, entre os quais o líder do partido Rui Rio, enviaram um comunicado a dizer que havia um erro e que, afinal, não queriam ser já vacinados. O número passaria, então, a 38.

Nesse sábado, Adão Silva, líder da bancada social-democrata, disse ao jornal online Observador que ia pedir a “retificação” dessa lista ao presidente do Parlamento. Já o gabinete de Ferro Rodrigues deixou sinais de estar “negativamente surpreendido” com esta posição e apontou o dedo ao grupo parlamentar, dizendo que o PSD foi “avisado várias vezes” de que deveria enviar os nomes das pessoas que não queriam receber a vacina.

No domingo, foi a vez de a líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes, enviar uma carta ao presidente da AR a propor que seja dada prioridade imediata à vacinação apenas do presidente e dos vice-presidentes do Parlamento e que os restantes 24 deputados socialistas sejam vacinados numa fase posterior.

De acordo com o jornal digital, perante esta situação, os deputados socialistas Marcos Perestrello e Sérgio Sousa Pinto informaram Ferro Rodrigues que não queriam ser já vacinados. Assim, o número de pessoas que querem ser vacinadas passa a 36.

Entretanto, esta segunda-feira, a ex-líder da Juventude Socialista, Maria Begonha, também considerou que não faz sentido integrar a lista e salientou que não solicitou a sua inclusão na mesma.

“O meu nome encontra-se incluído na lista que elenca prioridades, em virtude de ser membro da comissão permanente da Assembleia da República. Nunca pedi ou solicitei essa mesma inclusão”, referiu a deputada socialista, acrescentando que concorda com a proposta da bancada socialista para que sejam apenas vacinados, nesta fase, o presidente e os “vices” do Parlamento. Com mais um nome de fora, passam a ser 35 deputados.

No entanto, também esta segunda-feira, Ferro Rodrigues mostrou-se indisponível para mudar a lista inicial com os 50 nomes, até porque esta já seguiu para o primeiro-ministro. O presidente da AR foi claro: os deputados que não quiserem ser vacinados só têm de o recusar quando chegar a altura, adianta o Observador.

Na sequência desta posição, o social-democrata Adão Silva enviou-lhe um ofício a pedir a anulação desta lista e a elaboração de uma nova que siga um princípio “minimalista”.

Na carta, a que o semanário Expresso teve acesso, o líder da bancada do PSD recordou que, na tarde de sexta-feira, informou o gabinete de Ferro Rodrigues de que não estaria em “condições” para indicar os nomes prioritários para a vacinação.

“Apesar de tal impossibilidade”, assegura, ainda assim o presidente da AR enviou a lista de deputados a António Costa, “incluindo nomes que, publicamente, já se sabia que não queriam ser vacinados”.

No mesmo ofício, Adão Silva destacou ainda “que também o Grupo Parlamentar do PS discorda da lista enviada”. Esta frase foi o suficiente para fazer soar os alarmes no seio da bancada socialista.

Ana Catarina Mendes enviou, de seguida, uma nota de esclarecimento à agência Lusa, frisando que “o líder parlamentar do PSD não está autorizado a falar pelo Grupo Parlamentar do PS”.

Depois, a líder da bancada socialista refere que, na semana passada, o presidente da Assembleia da República “pediu um voto de confiança a todos os grupos parlamentares na conferência de líderes e todos o deram”.

“O Grupo Parlamentar do PS aceitou os critérios de funcionamento do Parlamento e apenas priorizou os deputados a vacinar nesta primeira fase dentro dos critérios do presidente da Assembleia da República”, acrescentou na mesma nota.

Conclusão: em apenas quatro dias, dos 50 deputados propostos para serem vacinados já contra a covid-19, parece que, efetivamente, haja lista nova ou não, apenas 35 vão receber a vacina.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Porque é que estes “senhores” querem ser vacinados? Por acaso, estão na linha da frente contra o Covid…? Bem me parecia. 🙂

RESPONDER

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Na Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, ao leme do comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. …

Governo aperta regras. Passageiros do Brasil ou Reino Unido têm de ter teste negativo e cumprir isolamento

Os passageiros provenientes do Brasil e do Reino Unido vão ser obrigados a apresentar um teste negativo e a cumprir 14 dias de isolamento profilático. A partir deste domingo, os passageiros provenientes do Brasil e do …

O primeiro hotel espacial mudou de nome (e deverá abrir em 2027)

Fechado em casa a sonhar com a próxima viagem? Esqueça as praias paradisíacas ou as grandes metrópoles. As férias do futuro podem vir a ser no Espaço. Tudo começou em 2019, quando a empresa californiana Gateway …

Testes rápidos esgotam na Alemanha no primeiro dia em que são postos à venda

O processo de vacinação na Alemanha continua lento. O Governo está a contar com a realização em massa de testes rápidos de antigénio para iniciar um plano de desconfinamento progressivo. As principais cadeias de supermercados …