Relação confirma pena de prisão máxima para Pedro Dias

Paulo Novais / Lusa

Pedro Dias, suspeito de um duplo homicídio em Aguiar da Beira

O Tribunal da Relação de Coimbra confirmou esta quarta-feira a decisão da primeira instância de condenar Pedro Dias a 25 anos de prisão por vários crimes cometidos em Aguiar da Beira, a 11 de outubro de 2016.

Os juízes da Relação de Coimbra julgaram improcedente o recurso da defesa de Pedro Dias “em todas as questões”, mantendo-se a decisão do Tribunal da Guarda, que condenou o arguido à pena máxima de 25 anos de prisão, disse à agência Lusa fonte do tribunal.

Em março, o Tribunal da Guarda tinha condenado Pedro Dias por três homicídios consumados: o do militar da GNR Carlos Caetano e de Liliane e Luís Pinto, um casal que viajava na Estrada Nacional (EN) 229 na noite de 11 de outubro de 2016.

O arguido foi ainda condenado pelos crimes de tentativa de homicídio do militar da GNR António Ferreira, de ofensa à integridade física qualificada, sequestro, roubo, furto e detenção de arma proibida.

Na reta final do julgamento, Pedro Dias confessou ter disparado sobre os dois militares da GNR, mas rejeitou responsabilidades nas mortes de dois civis. Segundo Pedro Dias, foi António Ferreira que atingiu Luís e Liliane Pinto, quando viajavam na EN 229.

No recurso para a Relação de Coimbra, os advogados de Pedro Dias tinham pedido uma redução da pena, solicitando que seja dada razão à defesa em determinadas qualificações dos crimes, para que se “possa permitir baixar a pena dos 25 anos“, disse, na altura, a advogada Mónica Quintela.

Na audiência de recurso, a defesa defendeu que no caso da morte do militar da GNR Carlos Caetano – atingido a tiro na cabeça – o crime devia passar de homicídio qualificado a homicídio privilegiado, argumentando que foi praticado “em legítima defesa, porventura com excesso”, alegadamente por o arguido estar a ser agredido pela vítima mortal.

Já sobre a morte de Luís e Liliane Pinto, o advogado Silva Leal disse que no julgamento realizado em primeira instância, no tribunal da Guarda, não foi feita “prova absolutamente nenhuma” de que Pedro Dias tenha matado o casal e que as provas que existem “são indiretas”.

Na sessão, que se prolongou por mais de duas horas, o procurador-geral adjunto Luís Farinha frisou que a tese da defesa baseia-se “exclusivamente no depoimento do arguido” Pedro Dias e que este “não mereceu do tribunal [de primeira instância] nenhuma credibilidade”.

“Apresentou situações mais próximas da ficção cinematográfica e que desafiam toda a lógica”, afirmou o procurador do Ministério Público, que defendeu que o acórdão do tribunal da Guarda que condenou Pedro Dias a 25 anos de cadeia em cúmulo jurídico seja mantido “integralmente”.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Dois satélites "reformados" podem estar prestes a colidir na órbita da Terra

Dois satélites desativados passarão muito próximos um do outro em 29 de janeiro e, de acordo com a empresa de rastreamento de satélites LeoLabs Inc, há uma probabilidade de 1 em 100 de colidirem. Embora a …

FC Porto 2-1 Gil Vicente | “Dragão” afasta crise com reviravolta

O FC Porto voltou a sorrir. Após dois desaires – ambos diante do Braga – nos últimos três jogos, os “azuis-e-brancos” regressaram aos triunfos e derrotaram o Gil Vicente por 2-1 esta terça-feira, num embate …

Aeroporto de Southampton tem uma equipa canina para acalmar os passageiros

O Aeroporto de Southampton, no Reino Unido, tem uma equipa canina para acalmar os nervos dos passageiros que não gostam muito de andar de avião. Se alguma vez aterrar em Southampton, no Reino Unido, não se admire …

"Padres-robôs" dão bênçãos, fazem casamentos e até funerais

A Inteligência Artificial está a pavimentar o seu caminho em várias religiões espalhadas pelo mundo. "Padres-robôs" são capazes de dar bênçãos, fazer casamentos e até funerais. Há um novo padre em Kodaiji, um templo budista com …

Livro sugeria que o 11 de setembro tinha sido "orquestrado pela CIA". Editora obrigada a corrigir

A editora francesa Ellipses Publications teve que corrigir um livro de História no qual era sugerido que os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos (EUA), foram "orquestrados pela CIA". Segundo noticiou …

Paulo Coelho vai destruir rascunho de livro infantil escrito com Kobe Bryant

O escritor brasileiro Paulo Coelho anunciou hoje que pretende apagar o rascunho de um livro infantil que se encontrava a escrever em conjunto com o antigo basquetebolista norte-americano Kobe Bryant, que morreu no domingo num …

Encontrado famoso navio que desapareceu misteriosamente no Triângulo das Bermudas há 95 anos

Os destroços de um navio que desapareceu misteriosamente no Triângulo das Bermudas há 95 anos foram descobertos na costa da Florida, nos Estados Unidos. O SS Cotopaxi - um navio mercante norte-americano - deixou Charleston, na …

Ana Gomes diz que diretiva europeia sobre branqueamento de capitais é aplicável a Rui Pinto

A ex-eurodeputada socialista Ana Gomes disse hoje em Lisboa que pode aplicar-se ao ‘hacker’ Rui Pinto a diretiva europeia sobre branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo, sem esperar pela transposição de legislação sobre o …

"Há grandes chances de Jesus sair em maio para o FC Porto", diz Carlos Alberto

Carlos Alberto, atual comentador desportivo e antigo jogador do FC Porto, acredita que os 'dragões' vão avançar para a contratação de Jorge Jesus, em maio. Recentemente, a ideia de Jorge Jesus no FC Porto tem ganho …

Raras lesmas cor-de-rosa fluorescente sobreviveram aos incêndios na Austrália

Uma rara espécie de lesma cor-de-rosa fluorescente (Triboniophorus aff. graeffei) conseguiu sobreviver aos incêndios que assolaram a Austrália no início de janeiro e que deixaram milhões de animais mortos e outros tantos sem abrigo. Tratam-se …