/

Puigdemont acredita que pode ser presidente da Catalunha pela Internet

1

Marta Perez / EPA

O ex-presidente do governo da Catalunha, Carles Puigdemont

Puigdemont disse, esta sexta-feira, que pode ser presidente pela Internet e acrescentou que só admite renunciar caso lhe venha a ser retirado apoio parlamentar, em Barcelona.

O ex-presidente do governo da Catalunha, Carles Puigdemont, disse esta sexta-feira que é “viável” ser presidente da Generalitat desde Bruxelas, através do uso das novas tecnologias.

Em entrevista à Catalunya Ràdio, Puigdemont acrescentou que não pode exercer o cargo como “presidiário” em Espanha e que, por essa razão, só admite renunciar caso lhe venha a ser retirado apoio parlamentar, em Barcelona. “Não se pode ser presidente sendo presidiário”, afirmou, sublinhando que foi escolhido para governar.

Puigdemont, que continua na Bélgica, disse também que os grandes projetos empresariais “governam-se através do uso das tecnologias” e que a lei catalã prevê o “uso de meios telemáticos para governar”.

Assim, o ex-chefe do governo autónomo da Catalunha afirmou que a questão que se coloca é “governar desde Madrid – através do artigo 155 – ou governar na Catalunha ou também desde a Europa” afastando, em simultâneo, o regresso a Espanha.

Nenhum parlamento me retirou confiança, que é entidade que o tem que fazer”, acrescentou.

  ZAP // Lusa

1 Comment

  1. Ao ridículo que esta escumalha chega… São capazes de tudo só p ir para o poleiro.
    Povo não vão na conversa, possivelmente se estavam mal de costa vão ficar pior de barriga…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.