PSP contraria DGS e Ordem dos Médicos. Vai continuar a usar viseira sem máscara

António Cotrim / Lusa

Esta semana, a Direção-Geral da Saúde (DGS) e a Ordem dos Médicos alertou para o facto de a utilização de viseiras de proteção não dispensa o uso de máscaras comunitárias. Apesar disso, a PSP vai continuar a usar viseiras como método prioritário de proteção.

De acordo com o semanário Expresso, “as opiniões tornadas públicas, contra o uso isolado das viseiras, não levaram em linha de conta a importante distinção entre ambiente fora e dentro do ambiente hospitalar”.

Para a PSP, “fora do ambiente hospitalar, o novo coronavírus não tem a capacidade de se propagar de forma autónoma pelo ar”, mas “apenas por intermédio das gotículas provocadas por espirros ou tosse, numa distância limitada, caindo depois ao solo, sem a capacidade física de contornar a viseira”.



A PSP só recomenda aos seus operacionais que usem máscara e viseira quando tiverem de trabalhar em hospitais, porque “em ambiente hospitalar o novo coronavírus apenas tem a capacidade de se propagar pelo ar se e quando associado à difusão de aerossóis”.

Além disso, a polícia optou pelas viseira para que as pessoas possam ver a cara dos polícias. “É mais empático”, disse uma fonte policial ao semanário.

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, não concorda e já pediu ao Governo para alterar a lei que põe as máscaras e viseiras ao mesmo nível. “O nível de proteção não é o mesmo, como está cientificamente demonstrado, e as forças de segurança deviam fazer como os médicos e usar viseira e máscara em todos os locais públicos”, mesmo “fora dos hospitais”.

Segundo o bastonário, a máscara protege “as mucosas oculares, impedindo o contágio”, mas não é eficaz “para proteção dos espirros, que é a principal forma de contágio do vírus”.

Segundo o Expresso, a direção nacional da PSP pediu indicações ao Ministério da Administração Interna para saber se o plano de contingência terá de ser alterado para adotar a máscara como meio primordial de proteção.

Pelo menos para já, a PSP vai continuar a privilegiar apenas o uso das viseiras como método de proteção.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não terá qualquer problema em os agentes só usarem viseira. Bem como poderíamos ser abordados em apenas abrirmos um centímetro do vidro do carro para se poder ouvir o agente falar e vice versa. E mostrar-se os documentos, encostando-os bem ao vidro, para os agentes poderem ver, e até fotografar.
    Já fui verificado dessa maneira, e foi a em que me senti mais seguro.
    Em nada o agente tocou dos meus documentos, e tudo ele conseguiu ver bem.
    E autorizo a que se fotografe.
    Assim a segurança seria máxima, mesmo sem mascara de ambos os lados.

RESPONDER

Estar com cães de terapia pode trazer benefícios que duram semanas

Um novo estudo mostra que os efeitos positivos associados a passar tempo com cães de terapia podem durar até seis semanas. Em muitas universidades norte-americanas, os alunos têm a possibilidade de frequentar programas específicos para reduzir …

A poluição do ar impacta mais umas pessoas do que outras. Depende da cor da pele

Vários estudos mostram que as pessoas de cor estão desproporcionalmente expostas à poluição do ar nos Estados Unidos. No entanto, não é claro se essa exposição desigual se deve principalmente a alguns tipos de fontes …

A tecnologia ressuscitou o "plágio" de escritores medievais

Os trabalhos de autores medievais foram "ressuscitados" com a tecnologia do século XXI numa inesperada colaboração na Universidade de St Andrews, na Escócia. Um arquivo das obras de autores ingleses medievais, que revelava uma visão internacional …

Num cenário apocalíptico, a espécie humana poderia sobreviver "com populações na casa das centenas"

Cientistas de todo o mundo debruçam-se sobre a preparação das populações (e de abrigos) para sobreviver a um possível apocalipse. Para o antropólogo Cameron Smith, não seria necessário um número muito elevado de pessoas, desde …

Príncipe Harry diz que viver com a família real é "uma mistura entre o Truman Show e estar num zoo"

Depois de uma entrevista a Oprah Winfrey, o duque de Sussex faz novas revelações numa nova entrevista e descreve como era a sua vida antes de ir viver, primeiro para o Canadá e, depois, para …

Pentear o cabelo pode tornar-se uma tarefa mais fácil com a ajuda de um robô

Uma equipa de cientistas desenvolveu recentemente um braço robótico com uma escova de cabelo macia, equipada com uma câmara que ajuda o braço a "ver" e a avaliar a ondulação, para oferecer ao utilizador uma …

Benfica 4-3 Sporting | Águia vence dérbi espectacular

Mas que grande dérbi! Benfica e o novo campeão Sporting presentearam os adeptos com um jogo espectacular, um dos melhores dos últimos anos em Portugal, com futebol de ataque e golos, muitos golos. Foram nada menos …

Portugal é o 2.º país com mais divórcios e menos casamentos na UE

A taxa de casamentos na União Europeia caiu drasticamente nos últimos 55 anos, ao mesmo tempo que a taxa de divórcios subiu. Portugal é o segundo país onde esta tendência mais prevalece. De acordo com dados …

"É parte da nossa identidade". Pequena cidade na Suécia luta para preservar uma antiga língua moribunda

A organização Ulum Dalska, sediada numa pequena cidade sueca chamada Älvdalen, tem uma missão. Durante décadas, os seus membros têm trabalhado arduamente para ajudar a salvar a língua elfedaliana, um remanescente do nórdico antigo. "Tivemos a …

Papa diz que abuso infantil é uma espécie de “assassinato psicológico”

O Papa Francisco criticou hoje o abuso infantil dizendo que é “uma espécie de ‘assassinato psicológico’ e, em muitos casos, um cancelamento da infância” e pediu para “parar de encobrir” o fenómeno da pedofilia. Francisco falava …