PSP contraria DGS e Ordem dos Médicos. Vai continuar a usar viseira sem máscara

António Cotrim / Lusa

Esta semana, a Direção-Geral da Saúde (DGS) e a Ordem dos Médicos alertou para o facto de a utilização de viseiras de proteção não dispensa o uso de máscaras comunitárias. Apesar disso, a PSP vai continuar a usar viseiras como método prioritário de proteção.

De acordo com o semanário Expresso, “as opiniões tornadas públicas, contra o uso isolado das viseiras, não levaram em linha de conta a importante distinção entre ambiente fora e dentro do ambiente hospitalar”.

Para a PSP, “fora do ambiente hospitalar, o novo coronavírus não tem a capacidade de se propagar de forma autónoma pelo ar”, mas “apenas por intermédio das gotículas provocadas por espirros ou tosse, numa distância limitada, caindo depois ao solo, sem a capacidade física de contornar a viseira”.

A PSP só recomenda aos seus operacionais que usem máscara e viseira quando tiverem de trabalhar em hospitais, porque “em ambiente hospitalar o novo coronavírus apenas tem a capacidade de se propagar pelo ar se e quando associado à difusão de aerossóis”.

Além disso, a polícia optou pelas viseira para que as pessoas possam ver a cara dos polícias. “É mais empático”, disse uma fonte policial ao semanário.

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, não concorda e já pediu ao Governo para alterar a lei que põe as máscaras e viseiras ao mesmo nível. “O nível de proteção não é o mesmo, como está cientificamente demonstrado, e as forças de segurança deviam fazer como os médicos e usar viseira e máscara em todos os locais públicos”, mesmo “fora dos hospitais”.

Segundo o bastonário, a máscara protege “as mucosas oculares, impedindo o contágio”, mas não é eficaz “para proteção dos espirros, que é a principal forma de contágio do vírus”.

Segundo o Expresso, a direção nacional da PSP pediu indicações ao Ministério da Administração Interna para saber se o plano de contingência terá de ser alterado para adotar a máscara como meio primordial de proteção.

Pelo menos para já, a PSP vai continuar a privilegiar apenas o uso das viseiras como método de proteção.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não terá qualquer problema em os agentes só usarem viseira. Bem como poderíamos ser abordados em apenas abrirmos um centímetro do vidro do carro para se poder ouvir o agente falar e vice versa. E mostrar-se os documentos, encostando-os bem ao vidro, para os agentes poderem ver, e até fotografar.
    Já fui verificado dessa maneira, e foi a em que me senti mais seguro.
    Em nada o agente tocou dos meus documentos, e tudo ele conseguiu ver bem.
    E autorizo a que se fotografe.
    Assim a segurança seria máxima, mesmo sem mascara de ambos os lados.

RESPONDER

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …