“Grande protagonismo do ministro Pedro Marques trazia água no bico”

Carlos Barroso / Lusa

Luís Marques Mendes

“O ministro Pedro Marques teve esta semana praticamente mais protagonismo e exposição pública que em três anos de Governo”. É Marques Mendes quem o diz, acusando o Governo de “excesso de eleitoralismo” e de “propaganda”.

“Eu avisei que este grande protagonismo do ministro Pedro Marques trazia água no bico”. Marques Mendes critica, desta forma, o Governo pelo protagonismo que deu ao governante que é apontado como o cabeça-de-lista do PS para as próximas eleições europeias.

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Marques Mendes aponta que a semana que passou “foi a grande semana em matéria de obras públicas“, com “um corrupio de cerimónias, anúncios, concursos, discursos e visitas”.

E se “alguns dos investimentos são mesmo importantes”, trata-se de “um exagero de propaganda”. “Parece que voltámos aos tempos de Sócrates“, atira o ex-líder do PSD.

“Fica a sensação de que todo este exagero de anúncios e propaganda é uma espécie de pré-campanha do candidato do PS às eleições europeias”, aponta ainda Marques Mendes, lamentando que “ainda por cima” é “uma pré-campanha paga com dinheiro público”. “Isto é ética e politicamente inaceitável“, conclui.

Marques Mendes critica o que define como “excesso de eleitoralismo” e de “propaganda”, referindo que “é tudo em grande”, com “uma enorme encenação” e “direccionado para o espectáculo, a imagem e a televisão”.

“Por que é que só agora, a meses de eleições, o Governo se lembrou do investimento público? Pode haver muitas explicações, mas aos olhos dos portugueses soa a campanha eleitoral”, constata.

No fim de contas, o comentador da SIC acredita que “exagero só pode ser contraproducente”.

Olhando para as últimas sondagens reveladas, com o PSD a bater no fundo e o PS mais longe da maioria absoluta, Marques Mendes faz referência à crise no partido social-democrata. “O que é extraordinário é que o PS não aproveita o mau estado do PSD“, frisa, concluindo que “os excessos, as arrogâncias, as insensibilidades sociais têm um preço”.

“É preferível a clarificação à paz podre”

Quanto ao actual cenário que se vive no PSD, depois de Luís Montenegro se ter anunciado como candidato à liderança, desafiando Rui Rio a marcar eleições antecipadas, Marques Mendes considera que é “preferível a clarificação à paz podre”.

Para o comentador da SIC, “concorde-se ou discorde-se”, Montenegro “fez bem e teve mérito” porque “deu a cara, não se limitou a deixar queimar em lume brando, foi directo ao assunto”.

Por outro lado, também Rio esteve bem por ter recusado o desafio de Montenegro, entende Marques Mendes. “Podia fingir, fazer de conta, mas assumiu, não foi exactamente o que Luís Montenegro pediu, faz de outra maneira, no Conselho Nacional, mas não deixa de ser uma clarificação”, assinala.

Todavia, Marques Mendes acredita que “seria melhor para o partido fazer eleições directas”.

“Se Rui Rio ganhasse nessas eleições ficava reforçadíssimo, reforçava a legitimidade e autoridade interna e os críticos tinham de meter a viola no saco“, conclui. “Se perdesse, haveria novo líder, um novo ciclo, e um novo élan“, constata.

Marques Mendes também está certo de que Rio “vai ganhar no Conselho Nacional”, até porque diz que nunca viu na história do PSD um líder “perder uma votação relevante” no órgão máximo do partido entre Congressos e admitiu que muitos votarão “pelos lugares”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Quase 40% dos americanos com dificuldades financeiras. Doar sangue é a sua maior receita

A economia dos Estados Unidos (EUA), considerada uma das maiores do mundo, permitiu avanços sociais e tecnológicos inestimáveis. Contudo, atualmente, cerca de 40% dos norte-americanos afirmam ter dificuldade em pagar por comida, por habitação, por …

"Políticos devem ser colocados contra a parede". Greta pede desculpa

A ativista do clima Greta Thunberg pediu desculpa por ter dito que os políticos devem ser colocados “contra a parede”, após diversas pessoas terem considerado que a jovem estava a defender a violência. A sueca de …

Carnaval belga retirado da lista de Património Imaterial da UNESCO após queixas de antissemitismo

As festas da cidade de Aalst, na Bélgica, foram retirada da lista do Património Imaterial da Humanidade, depois de a UNESCO ter sancionado a presença de carros carnavalescos contendo imagens antissemitas. O presidente da Câmara …

Conselho de Ministros aprova proposta de OE2020 (e foram quase 10 horas de reunião)

O Conselho de Ministros aprovou hoje a proposta de Orçamento do Estado para 2020, dez horas depois de a reunião extraordinária ter começado, anunciou hoje o primeiro-ministro na sua página na rede social Twitter. "O Conselho …

Nova espécie de baleia mostra como este animal evoluiu para conseguir nadar

Cientistas descobriram uma nova espécie de baleia, que existiu há 35 milhões de anos, que pode dar novas pistas sobre como as baleias evoluíram para conseguir nadar. De acordo com a revista Newsweek, os investigadores analisaram …

Casal separado após sobreviver a Auschwitz reencontra-se 72 anos depois em Nova Iorque

Em 1944, David Wisnia e Helen "Zippi" Spitzer eram dois prisioneiros judeus e secretamente namorados que, miraculosamente, conseguiram sobreviver ao campo de concentração nazi Auschwitz, na Polónia. Porém, no final da guerra, foram separados depois de …

Benfica 4-0 Famalicão | Pizzi entrega saco cheio de Natal

O Benfica terminou o seu ano de Liga NOS com mais uma vitória, de novo por 4-0, tal como havia acontecido na anterior partida no Estádio da Luz, ante o Marítimo. Desta vez frente ao …

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …

Mundial de Clubes proíbe demonstrações públicas de afeto

Começou na passada quarta-feira, dia 11 de dezembro, em Doha, capital do Catar, o Mundial de Clubes da FIFA, prova onde estão inseridos clubes como Flamengo e Liverpool. E esta até poderia ser mais uma …