“Golpe de estado”. Montenegro candidato para salvar o PSD (“Rio não alinha em foguetes”)

José Coelho / Lusa

O ex-líder parlamentar do Partido Social Democrata (PSD), Luís Montenegro

Luís Montenegro cumpriu o que se tinha anunciado e avançou a sua candidatura à liderança do PSD, desafiando Rui Rio a “não ter medo” de convocar já eleições e de se recandidatar. Rio ainda não reagiu, mas a vice-presidente do PSD, Isabel Meireles, fala em “golpe de Estado”.

Numa declaração sem direito a perguntas, Montenegro criticou duramente o PSD de Rui Rio, considerando que esta direcção está a levar o partido para “o abismo” e para “uma derrota humilhante” nas eleições, “deixando de ser um grande partido nacional” para se tornar num partido “pequeno e irrelevante”.

“É preciso e urgente mudar este estado de coisas” e “salvar o PSD do caminho para o abismo em que está mergulhado”, frisou perante os jornalistas, antes de se anunciar como candidato à liderança do partido.

Montenegro desafiou Rio a mostrar “coragem” e a marcar eleições antecipadas de imediato. “Não tenha medo do confronto”, atirou ao presidente do PSD, desafiando-o também a não se justificar “atrás de questões formais” para não o fazer.

“Rio não alinha em foguetes”

Rui Rio ainda não reagiu a estas declarações e espera-se que só tome uma posição oficial em Coimbra neste sábado, onde haverá um Conselho Extraordinário Nacional do PSD.

Depois de ter sido convocado por Marcelo Rebelo de Sousa para um encontro no Porto, no seguimento das declarações de Montenegro, Rio recusou abordar o assunto, prometendo que “com calma, na devida altura”, vai falar. “Não vou fazer de conta que nada aconteceu”, salientou ainda, vincando contudo que não tem que “andar aqui a correr”.

Fontes do PSD garantiram ao Diário de Notícias que Rio vai recusar o desafio de Montenegro. “Rui Rio não alinha em foguetes”, garantem.

Depois da conferência de imprensa de Montenegro, foi anunciada uma reacção da direcção do PSD, mas a vice-presidente do partido, Isabel Meireles, surgiu a sublinhar que manifestaria apenas a sua posição “pessoal”.

Antes já tinha antecipado em declarações à Agência Lusa, que o anúncio de uma candidatura de Montenegro seria um “golpe de Estado” que prejudica o PSD e o país, prometendo que a direcção vai cumprir “à risca” os estatutos sociais-democratas.

Isabel Meireles acusou ainda Montenegro de ter “um plano arquitectado do passado” com vista a “salvar as pessoas que o rodeiam e a ele próprio”. “Ele mente porque disse no ano passado que só faria oposição ao senhor António Costa, ao Bloco de Esquerda e ao PCP”, apontou ainda, acusando “o tom de politiqueiro de quem só diz mal”.

Montenegro já falou como candidato a primeiro-ministro

Na sua declaração no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, Montenegro traçou um quadro negro da situação actual do partido, falando de “um PSD frouxo a fazer oposição” e onde “não há uma crítica do Dr. Rui Rio a António Costa”.

“O estado a que o PSD chegou é mau, é preocupante e é irreversivel com esta liderança”, salientou, frisando que Rio “falhou” nas diversas promessas que fez.

“Rio prometeu fazer do PSD uma alternativa e uma oposição firme ao Governo”, mas “não se lhe reconhece um projecto, uma estratégia, um posicionamento, uma mensagem diferenciadora e mobilizadora”, disse.

“Rio prometeu unir o PSD”, mas “foi instigador do confronto interno, hostilizando quadros e estruturas do PSD, numa lógica de divisão entre os bons e os maus”, acrescentou Montenegro. “Prometeu fazer o PSD subir nas sondagens” e também “falhou”, já que estas “nunca como hoje foram tão baixas“, frisou.

“Rio prometeu levar o PSD a ganhar eleições e em vez disso resignou-se e deitou a toalha ao chão”, lamentou ainda.

Montenegro acusou também a actual direcção de colocar o PSD como “muleta do PS” e “Rui Rio como bengala de António Costa“.

“Tudo isto é mau porque a democracia precisa de uma oposição como deve ser, firme e determinada, capaz de mobilizar os portugueses, com missão e espírito ganhador”, vincou Montenegro.

“Não me resigno a um PSD pequeno, perdedor, irrelevante, sem importância política e relevância estratégica”, justificou o antigo deputado. “Estou aqui para dizer ao país que precisamos de um Governo novo e de um novo primeiro-ministro” e “para ser o adversário que o dr. António Costa não teve ao longo do último ano”, atirou ainda.

E já num discurso como candidato a primeiro-ministro, Montenegro realçou que pretende “lutar com toda a força pelo interesse nacional e pelo futuro de Portugal”. “Estou aqui para galvanizar os portugueses em torno de um tempo de esperança”, notou, dirigindo-se a empresários, trabalhadores, aos mais desfavorecidos, aos reformados e aos jovens.

SV, ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Como é que Portugal pode sair do atoleiro em quem a classe política nos meteu se não leio nem ouço uma proposta credível de nenhum politico sejam da oposição ou do Governo, só leio e ouço é preocupados em chegar ao pote para isso á que falar dos outros atacar os outros só mostra que não temos políticos com uma única ideia sobre o que fazer para tirar Portugal do atoleiro em que todos eles nos meteram, não há ideias desviam a atenção parar outros assuntos, nem estão preocupados com a abstenção sabem que mesmo com mais de 50% de abstenção eles vão ao pote.

RESPONDER

Chicago tem a maior praga de ratos dos Estados Unidos (pelo 6.º ano consecutivo)

Chicago, a cidade mais populosa do estado do Illinois, é, pelo sexto ano consecutivo, aquela que tem a maior praga de ratos dos Estados Unidos. Uma empresa de controlo de pragas garante receber mais chamadas …

Presidente da Samsung morre aos 78 anos

O presidente da Samsung Electronics, Lee Kun-hee, morreu este domingo aos 78 anos, disse o grupo sul-coreano em comunicado. Lee, que transformou o grupo num gigante global das telecomunicações, estava acamado desde um ataque cardíaco em …

Chuva de críticas à F1 em Portimão. Organização promete expulsar quem não cumprir distanciamento

Fotografias das bancadas da Fórmula 1 em Portimão começaram a correr este sábado nas redes sociais, gerando alguma polémica e descansando uma série de críticas, uma vez que as bancadas pareciam ter mais público do …

Ordem dos Médicos alerta para “grave sobrecarga” nas urgências pela Linha SNS 24

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) alertou que a atuação da Linha SNS 24, no âmbito da covid-19, causa uma “grave sobrecarga” nas urgências, pelo que defende alterações na referenciação dos …

"Votei num tipo chamado Trump". Presidente dos EUA votou antecipadamente na Florida

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, votou este sábado antecipadamente em West Palm Beach, na Florida, para as eleições presidenciais, juntando-se aos quase 55 milhões de americanos que também já o fizeram. Donald Trump …

Chegou o camião autónomo que não precisa de motorista para se deslocar

No ano passado foi lançado o T-pod, um protótipo de um camião elétrico autónomo e sem cabine. Agora, o seu fabricante, a empresa sueca Einride, revelou a última geração do veículo, que vai passar a …

"O medo não é a vacina". Centenas de pessoas contestam medidas do Governo em Lisboa

Centenas de pessoas contestaram este sábado as medidas impostas pelo Governo para mitigar os efeitos da pandemia de covid-19, com gritos pela “liberdade” e pela “verdade”, numa manifestação realizada na praça do Rossio, em Lisboa. A …

Os humanos estão a pôr em causa a alimentação dos animais predadores

Os animais predadores que vivem perto de humanos estão a obter metade dos alimentos supostos e isso pode ser muito prejudicial, referem investigadores americanos. De acordo com um novo estudo publicado no jornal Proceedings of the …

Plataformas de streaming passam a ter de pagar 1% do seu lucro ao Estado

As plataformas de streaming passam a pagar uma taxa, após a proposta de lei ser aprovada esta sexta-feira, na Assembleia da República. Serviços como a Netflix, a HBO Portugal ou a Disney +, passam a …

Porto 1-0 Gil Vicente | Dupla Shoya-Evanilson embala “dragão”

Difícil, mas justo. O FC Porto recebeu o Gil Vicente numa noite chuvosa no Dragão, dominou claramente até aos 75 minutos – altura em que Zaidu foi expulso – e venceu por 1-0. Um resultado …