PSD bate no fundo e a maioria foge ao PS (quem lucra é Santana)

Miguel A. Lopes / Lusa

Rui Rio, Pedro Santana Lopes

O PSD revela o pior resultado desde 1976 numa sondagem quando Rui Rio enfrenta o desafio de Luís Montenegro à sua liderança. O PS também desce, ficando mais longe da maioria absoluta, e o partido de Pedro Santana Lopes ganha força.

Na sondagem realizada para o Expresso e para a SIC, o PSD surge com apenas 24,8% nas intenções de voto, o que constitui o pior resultado do partido desde 1976, quando os sociais-democratas de Francisco Sá Carneiro contaram apenas 24,3% dos votos nas eleições legislativas.

Estes números surgem quando a liderança de Rui Rio está fragilizada, depois de Luís Montenegro, ex-líder parlamentar dos sociais-democratas, se ter apresentado como candidato à presidência do PSD, pedindo eleições antecipadas no partido.

O mau desempenho do PSD nas previsões de voto foi precisamente um dos argumentos avançados por Montenegro para avançar como candidato, vaticinando que o partido pode ter “uma derrota humilhante” caso Rio continue na liderança.

Quando o actual presidente do PSD assumiu o cargo há um ano, os sociais-democratas tinham 26,9% das intenções de voto. Em Março de 2018, Rio ainda conseguiu levar o partido até aos 28,4%, mas desde então foi sempre a cair.

O PSD está, agora, a 15,2 pontos percentuais do PS que também está em queda, situando-se nos 40%, com uma quebra de 1,8 pontos percentuais. Os socialistas estão mais longe do objectivo da maioria absoluta.

E quem ganha com as quedas de PS e PSD é o partido Aliança de Pedro Santana Lopes que, sem sequer estar em campanha activa, consegue 4% das intenções de voto. Com este resultado nas próximas eleições europeias, Santana conseguiria eleger o cabeça de lista do Aliança, Paulo Sande, para o Parlamento Europeu.

Quem mantém as mesmas intenções de voto são o Bloco de Esquerda, com 7,6%, o CDS e a CDU (a coligação PCP e Os Verdes), com 7,1% cada.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Não acredito nas sondagens que dão o Pedro a subir, quem vai votar num homem que foi a eleições como candidato num partido que dizia acreditar e defendeu durante Anos, (partido que lhe deu todo o protagonismo), não ganha, sai, arrasa o partido, (que fez dele o Santana Lopes), cria um partido apenas pensando na sua reforma, porque não será necessário muito para conseguir um lugar no Parlamento.
    Quando houver eleições nesse partido, se não ganhar sai e forma outro.

  2. PSD ainda não bateu no fundo, calma, o Luis Montenegro ainda não acabou o trabalho dele. Depois disso, sim, o PSD estará no fundo, ou como quem diz, “fundido”.

  3. O que se está a passar com o PSD,não é novidade, assim como já aconteceu com o Partido Socialista.
    Outras crises já foram ultrapassadas.
    Temos de dar força ao Rui Rio, pois é no meu entender a pessoa indicada para reduzir ao acabar com a rapaziada que só quer poder e protagonismo.
    Os grandes interesse de Portugal tem de estar a cima das querelas ambíguas das pessoas que só querem é a cadeira do poderão ter. e estão-se borrifando para os interesses do Povo.
    O que fez Santana Lopes enquanto esteve no cargo de 1.º Ministro?
    Montenegro, o que fez pelo Povo, enquanto líder parlamentar do PSD?
    A cegueira pelo poder, leva ao desrespeito dos valores da democracia. O congresso com todos os ses e mas, elegeu o Rui Rio.
    Montenegro e Santana, demonstram que não sabem perder.
    O meu voto, não vão ter.

RESPONDER

Há uma nova ameaça nas salas de aula e chama-se Fortnite

O jogo online mais popular do mundo, com mais de 200 milhões de utilizadores registados, encanta crianças cada vez mais novas. Numa escola primária do Montijo, as aulas passaram a decorrer de forma diferente por …

Empresa portuguesa quer produzir alface em câmaras frigoríficas (e podem ser levadas para Marte)

A empresa Grow to Green promete que vai produzir alimentos indoor. É possível gastar menos 98% de água na produção de alface, o que permite cultivá-lo diretamente no supermercado, no deserto ou, quem sabe um …

May rejeita novo referendo, apresenta Plano B do Brexit e pede ajuda à oposição

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, rejeitou esta segunda-feira convocar um segundo referendo sobre o Brexit e afirmou que espera voltar a debater com a União Europeia o controverso plano de salvaguarda elaborado para …

Porto vende 35 mil francesinhas por dia (e os turistas adoram)

O Porto vende pelo menos 35 mil francesinhas por dia nos mais de 700 cafés e restaurantes da cidade, o que significa que por mês há cerca de um milhão daquelas sanduíches especiais a serem …

China limita número de alpinistas autorizados a escalar Everest

O número total de alpinistas que tentam alcançar o topo do Everest, a 8.850 metros de altitude, a partir do norte, serão limitados a menos de 300, e a temporada de escalada será restringida à …

Rede francesa de solidariedade acolhe brasileiros que queiram fugir de Bolsonaro

Solidarité Brésil é o nome da iniciativa, lançada esta sexta-feira, em Paris, que tem como objetivo ajudar estudantes, artistas ou intelectuais que se sintam ameaçados no Brasil de Jair Bolsonaro. Podem ser estudantes, investigadores, artistas, professores, …

Todos os dias cinco portugueses tornam-se britânicos

Todos os dias, em média, cinco emigrantes portugueses tornam-se britânicos. Só entre janeiro de 2017 e setembro de 2018, 2.655 emigrantes no Reino Unido conseguiram obter cidadania britânica, número que supera o total de autorizações …

O maior encontro religioso do mundo leva 150 milhões de pessoas à Índia

Até 04 de março, são esperados na cidade indiana Allahabad cerca de 150 milhões de peregrinos, que buscam proteção e purificação nas águas que cruzam os rios sagrados Ganges, Yamuna e Saraswati, durante aquele que é …

Ciclistas indignados com anúncio que mostra bicicleta a ser abalroada

Um anúncio de publicidade do Continente em que um ciclista é abalroado por um automóvel está a gerar indignação. A Federação Portuguesa de Ciclismo já pediu a retirada do anúncio e apresentou queixa à Entidade …

Hoje, Wall Street parou. É dia de Martin Luther King Jr

Desde 1986 que se realiza, nos EUA, na terceira segunda-feira de janeiro, o dia de Martin Luther King Jr., um feriado federal. A bolsa de Nova York estará encerrada, assim como a maior parte das …