Presidente da Câmara de Pedrógão usou incêndios para justificar propaganda eleitoral

Município de Pedrógão Grande / Facebook

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, com o primeiro-ministro, António Costa

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande, que foi reeleito no domingo, com mais de 50% dos votos, foi condenado pelo Tribunal Constitucional e pela Comissão Nacional de Eleições por ter usado os meios da autarquia para fazer campanha eleitoral. O autarca argumentou que o fez por causa dos incêndios florestais.

Está em causa uma carta intitulada “Esclarecimento do Presidente da Câmara Municipal, Valdemar Alves, aos Munícipes de Pedrógão Grande” que foi enviada pelo já então autarca aos eleitores da localidade, durante a campanha eleitoral, e que mereceu uma queixa do PSD.

Analisando o caso, o Tribunal Constitucional (TC) e a Comissão Nacional de Eleições (CNE) condenaram o comportamento de Valdemar Alves, conforme reporta a TSF, acusando-o de usar “meios do município para promover a sua candidatura”.

Em sua defesa, o presidente da Câmara argumentou que só quis dar uma explicação sobre o que aconteceu depois dos trágicos incêndios deste Verão e “agradecer a todos”, conforme cita a TSF.

Todavia, para o TC e para a CNE, a atitude do autarca configura uma violação dos deveres de “neutralidade e imparcialidade” devidos aos governantes em funções, nomeadamente quando dispõem de fundos públicos.

A TSF nota, ainda, que Valdemar Alves foi também alertado pelo TC e pela CNE para retirar uma mensagem “auto-elogiosa” que publicou no Facebook da Câmara Municipal, a 3 de Maio passado, e que não devia continuar online durante a campanha eleitoral. Mas o autarca manteve a publicação até hoje, destaca a rádio.

No fim de contas, Valdemar Alves, que no mandato anterior tinha concorrido pelo PSD, venceu de novo a autarquia, desta feita com as cores do PS e com os mesmos 56% de votos.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Sim senhora…

    Para além de ser um “vira casacas” faz campanha com o N/ dinheiro e quais as consequências…
    Nada… pelo que se vê…

    Se assim é para que serve a legislação e as recomendações da CNE???

  2. Se não tivesse feito nada é porque não ligava às vitimas dos incêndios, assim como fez é campanha eleitoral.
    Enquanto foi laranja podia fazer tudo, como mudou para rosa, já é um malandro.
    Decidam o que querem.

  3. Este senhor é um dos principais responsáveis pelo que se passou neste concelho em junho deste ano!
    Agora volta a ser reeleito, é certo que tão cedo não terá de se preocupar com novos incêndios, pois o concelho ardeu praticamente todo, e para voltar a ser o que era serão necessários mais que 4 anos…
    Num país de corruptos quem paga é sempre o mesmo… mas aqui se votaram nele é porque acham que este trabalhou bem…
    “Não faziam limpeza, pois as matas erram privadas” -> uma das suas melhores fazes… “A lei diz que devem notificar e no caso de não ser feita devem agir limpado e enviado as faturas para os proprietários” ou mais ou menis assim!

    • É verdade, mas era do PSD e como era a época da Troika, devia querer ajudar o Passos e não arranjar despesa
      e nessa altura não era criticado, Agora é do PS e surgem as criticas.
      Mas votaram nele. È como em OEIRAS, esteve preso e ganhou com maioria absoluta.

      Enfim……

    • A sério?
      Se não for pedir muito, não nos queres explicar porquê?
      É que esse teu cometário parvo contrasta em tudo com a opinião da população (e vitimas) de Pedrogão que votaram nele.
      .
      Se ele usou meios da autarquia, é errado/ilegal e terá que ser penalizado por isso.
      Mas, ele não era do PSD. Era independente e foi convidado pelo PSD, que nestas eleições lhe virou as costas, e ele decidiu (e a meu ver, bem), candidatar-se pelo PS.

  4. Este de facto de duro crítico à acção do governo no caso dos incêndios passou a apoiante e mais ainda, recandidatou-se com o emblema PS, agora parece ser acusado de corrupção e se estar a servir em proveito próprio dos dinheiros que eu e milhares de portugueses e não só deram com a melhor das intenções para aliviarem o sofrimento daquelas gentes vitimadas pelos incêndios, com tudo isto só me parece é que talvez tenha sido coerente com a sua própria pessoa e decidiu mudar para o lugar certo.

Responder a mv Cancelar resposta

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …