PJ faz buscas na Câmara de Pedrogão Grande

Município de Pedrógão Grande / Facebook

O presidente da Câmara de Pedrogão Grande, Valdemar Alves (à direita).

A Polícia Judiciária está a realizar buscas na Câmara de Pedrogão Grande no âmbito das suspeitas de irregularidades na atribuição de fundos para a reconstrução de casas destruídas pelo grande incêndio de 2017, revelou fonte da Polícia Judiciária (PJ).

As buscas dos inspetores da PJ realizam-se também na Casa da Cultura, onde esteve sediado o gabinete que analisava os processos sobre a reconstrução das casas.

A notícia foi avançada pela TVI24. Entretanto uma fonte da PJ esclareceu à agência Lusa que são diligências de investigação no “âmbito do processo de atribuição de fundos para a reconstrução de casas”.

“Estamos empenhadíssimos em investigar num prazo curto”, sintetizou a referida fonte.

Em causa neste processo estão denúncias feitas por duas reportagens, uma da Visão e outra da TVI, que aludiam a situações ilegais na atribuição de fundos para a reconstrução de habitações.

As duas reportagens referiam que casas que não eram de primeira habitação foram contempladas com obras em detrimento de outras mais urgentes, e também que casas que não arderam foram reconstruídas com fundos solidários.

A presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Ana Abrunhosa, negou a existência destas situações, mas, ainda assim, enviou 21 processos para análise ao Ministério Público.

O presidente da Câmara de Pedrogão Grande, Valdemar Alves, também negou estas acusações, enviando igualmente para análise um conjunto de processos.

O incêndio que deflagrou em 17 de Junho de 2017, em Escalos Fundeiros, concelho de Pedrogão Grande, e que alastrou depois a concelhos vizinhos, provocou 66 mortos e 253 feridos, sete deles com gravidade, tendo destruído cerca de 500 casas, 261 das quais eram habitações permanentes, e 50 empresas.

Em Junho, no inquérito relacionado com a responsabilidade do incêndio, eram 10 os arguidos, todos pessoas singulares, de acordo com a Procuradoria-Geral Distrital de Coimbra.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. É tudo muito estranho. Aquela gente deixou que as casas fossem construidas e só depois é que veem denunciar? Porque não denunciaram logo quando as mesmas estavam a começar a reabilitação? Ai se havia ilegalidade podiam parar.
    Ou estavam à espera que também chagasse a eles e como não chegou vieram então fazer a denuncia.

    • É tudo muito estranho. Aquela gente deixou que as casas fossem construidas e só depois é que veem denunciar? Porque não denunciaram logo quando as mesmas estavam a começar a reabilitação? Ai se havia ilegalidade podiam parar.
      Ou estavam à espera que também chegasse a eles e como não chegou vieram então fazer a denuncia.

  2. O Baldermar tb conhecido como baldemerd.. sempre foi conhecido pelas malandrices… mas noutro partido..
    COmo já nada podia fazer… limites de mandatos..
    Mudou-se para o do Costinha… e continuou a brincar… é assim..
    Vamos lá ver quando começarem a desenterrar mais uns casos que por ali houve..

  3. “É tudo muito estranho” foi necessário a coragem de uma jornalista da TVI, desmascarar algum de incorreto, e já foi ameaçada ir a tribunal por falar de mais.
    Será que não há Autoridades Policiais para investigar estes e outros casos?
    Sr. Presidente Marcelo, o seu povo não quer só Beijinhos e Aulas de Natação. na sua situação exija Disciplina Rigor e Honestidade nos seus Políticos

    • O Sr. Presidente Marcelo, está tão ocupado a promover Fátima e o catolicismo, pois, não terá tempo para exigir Disciplina, Rigor e Honestidade…

RESPONDER

Novo instrumento pode vir a detetar plantas em mundos alienígenas distantes

Um novo instrumento ótico capaz de detetar plantas a quilómetros de distância, devido à maneira única como os seres vivos refletem a luz, poderia ajudar na busca de vida no Universo distante. O protótipo do dispositivo …

Insight da NASA prepara-se para medir a temperatura interior de Marte

O "lander" InSight da agência espacial norte-americana colocou o seu segundo instrumento na superfície de Marte. Novas imagens confirmam que o HP3 (Heat Flow and Physical Properties Package) foi implantado com sucesso no dia 12 …

China proíbe estrangeiros de visitarem o Tibete em março

A China está a proibir o acesso de estrangeiros ao Tibete, durante o mês de março, quando se celebra um par de aniversários sensíveis que questionam a legitimidade da soberania chinesa naquela região dos Himalaias. Segundo …

Editor de jornal do Alabama apela a Ku Klux Klan para enforcar democratas

“É tempo de o KKK voltar a atacar à noite”. É desta forma que começa um editorial escrito pelo diretor do The Democrat-Reporter, jornal do Alabama, e que está a provocar polémica nos Estados Unidos. No …

Bastonária dos Enfermeiros solidária com líder sindical em greve de fome

A bastonária dos enfermeiros foi manifestar solidariedade para com o presidente do Sindicato Democrático dos Enfermeiros, que entrou em greve de fome, e alertou para o risco de radicalização da luta dos enfermeiros. Ana Rita Cavaco …

PS, Bloco, PCP e PAN chumbam moção de censura do CDS-PP

A moção de censura do CDS-PP ao Governo foi hoje "chumbada" pelas bancadas do PS, BE, PCP, Verdes e PAN, contando com votos favoráveis dos democratas-cristãos e do PSD. Também o deputado não inscrito Paulo Trigo …

Câmara de Lisboa tem 18 casas para acolher vítimas de violência doméstica

A vereadora da Habitação na Câmara de Lisboa, Paula Marques, revelou que existem 18 habitações municipais para vítimas de violência de género, sendo ainda critério de discriminação positiva na atribuição de habitação municipal. "Há 18 casas …

Soldados russos proibidos de usar smartphones e redes sociais

Os soldados russos a cumprirem missões fora do país deixarão de poder levar consigo smartphones, tablets ou portáteis, proibição a que se junta a interdição de partilharem na Internet fotografias ou informação sobre a sua …

Justiça ordena compensação a habitantes de Fukushima

A justiça japonesa ordenou o pagamento de uma indemnização equivalente a 3,4 milhões de euros a residentes forçados a abandonar as suas casas no nordeste do Japão após o acidente nuclear de Fukushima, em 2011. O …

Londres vai tirar cidadania a britânica que integrou Estado Islâmico

Um advogado da família de Shamima Begum, a britânica que deixou Londres há quatro anos para se juntar ao grupo jihadista autoproclamado Estado Islâmico, revelou que o governo do Reino Unido pretende revogar o passaporte. O …