Pequenos acionistas vão processar responsáveis pela crise do BES

robert.steinhoefel / Flickr

-

Os pequenos acionistas do BES anunciaram esta terça-feira que formalizaram a sua constituição como associação e que mandataram a direção eleita para processar os responsáveis pela degradação da situação económica e financeira do banco.

O Movimento de Pequenos Acionistas do BES realizou no sábado a sua Assembleia-Geral constituinte, que contou com a participação de cerca de 100 membros deste movimento, que aprovaram os estatutos da associação, elegeram os seus dirigentes e mandataram a direção para desenvolver um conjunto de iniciativas para a defesa dos seus direitos.

A Assembleia-Geral mandatou a direção, nomeadamente, para “agir judicialmente, com vista ao apuramento da verdade material dos factos que levaram à derrocada do Banco Espírito Santo S.A. e à responsabilização de todos os agentes que, direta ou indiretamente, intervieram nesse mesmo processo, e cuja atuação, dolosa ou negligente, tenha contribuído para a degradação da situação económico-financeira do Banco”.

A direção foi também mandatada para “estabelecer os contatos necessários e indispensáveis à escolha dos seus representantes legais, com vista à obtenção de um possível acordo extrajudicial compensatório dos prejuízos causados aos Pequenos Accionistas do BES”.

A Assembleia-Geral mandatou ainda a direção para estabelecer todos os contactos institucionais, quer a nível nacional, quer a nível internacional, com todos os grupos de lesados pela medida de resolução aplicada ao Banco Espírito Santo S.A., e estabelecer todas as medidas necessárias à “criação de uma ampla plataforma de defesa dos seus direitos”.

A Assembleia considerou necessário sensibilizar a opinião pública para o facto de “os pequenos acionistas não serem, na sua generalidade, pessoas com elevadas capacidades financeiras, mas pessoas com maiores ou menores rendimentos, que, impelidas por promessas de rendibilidades superiores efetuadas pelos seus gestores de conta e fundeadas na segurança institucional que o nome Espiríto Santo conferia aos seus investimentos, decidiram colocar uma parte das suas poupanças nesses instrumentos financeiros”.

“Desta forma, merecem a mesma tutela institucional e legal que os demais intervenientes neste processo mereceram e continuam a merecer”, defenderam os membros da associação num comunicado hoje divulgado.

/Lusa

RESPONDER

Templo Jodo Shinshu de Ishiyama-dera, em Otsu, Shiga, Japão

Templo em Tóquio oferece túmulos conjuntos para casais homossexuais

Um templo budista de Tóquio oferece pela primeira vez túmulos para casais do mesmo sexo, algo incomum no Japão, país que não reconhece o casamento homossexual e onde normalmente não se permite que casais que …

-

Cientistas portugueses e neozelandeses descobrem o maior polvo da Antártida

Uma equipa de investigadores portugueses e neozelandeses "analisou o maior polvo alguma vez encontrado na Antártida", anunciou a Universidade de Coimbra (UC), numa nota enviada esta quarta-feira à agência Lusa. O polvo gigante "megaleledone setebos" foi …

Encélado é o sexto maior satélite natural de Saturno

Lua de Saturno “sangra” água e calor após colisão cósmica

O polo sul de Encélado a sangrar calor e água, possivelmente devido a uma gigante colisão cósmica que ocorreu há 100 milhões de anos e provocou várias fissuras no sexto maior satélite natural de Saturno. A …

-

AT alerta para falsas mensagens de email a cobrar dividas às Finanças

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) alertou hoje que estão a ser enviadas para alguns contribuintes através de correio eletrónico falsas mensagens a solicitar a regularização de dívidas fiscais. "Estas mensagens são falsas e devem ser …

-

Internet não para de rir com o busto de Ronaldo na Madeira

Na manhã desta quarta-feira, o Aeroporto da Madeira recebeu uma cerimónia de homenagem a Cristiano Ronaldo e um novo nome. O evento contou com a presença do futebolista, do Presidente da República, Marcelo Rebelo de …

Tomás Correia presidiu ao Montepio entre 2008 e 2015

Ex-presidente do Montepio arguido em inquérito extraído da "Operação Marquês"

O ex-presidente do Montepio Tomás Correia foi constituído arguido num processo em que é suspeito de ter recebido indevidamente 1,5 milhões de euros do empresário da construção civil José Guilherme, confirmou à agência Lusa fonte …

-

Tribo indemnizada em 1,2 milhões de euros depois de se queixar da presença de espíritos

Uma das maiores companhias aéreas brasileiras, a Gol, vai ter de pagar 1,2 milhões de euros a uma tribo indígena, devido à queda de um avião em 2006, na qual morreram 154 pessoas, noticiou esta …

Afonso Dias, condenado pelo rapto de Rui Pedro

Condenado pelo rapto de Rui Pedro libertado da cadeia de Guimarães

Afonso Dias, condenado em março de 2013 a três anos de prisão pelo desaparecimento, em 1998, de Rui Pedro, foi esta quarta-feira libertado no Estabelecimento Prisional de Guimarães, indicou à Lusa o seu advogado. Segundo o …

-

Investigação revela onde estão sepultados prisioneiros portugueses da I Guerra Mundial

Descendentes de cerca de 200 prisioneiros portugueses da primeira Guerra Mundial (1914-1918) já podem saber onde se encontram sepultados estes expedicionários, através de um trabalho de investigação publicado em livro. A investigadora Maria José Oliveira reuniu …

-

Detidos 5 futebolistas e um membro dos Super Dragões por suspeitas de corrupção

A Polícia Judiciária deteve seis pessoas, entre as quais cinco futebolistas e um elemento da claque Super Dragões, e constituiu outros oito arguidos por suspeitas de associação criminosa, corrupção ativa e corrupção passiva, no âmbito …