Pedrógão: PJ pede acusação para 44 arguidos por desvio de subsídios para habitações

António Cotrim / Lusa

O inquérito às alegadas irregularidades na atribuição de subsídios para a reconstrução ou reabilitação de habitações destruídas pelo fogo de 2017 em Pedrógão Grande tem 44 arguidos.

Em comunicado, a Polícia Judiciária (PJ) indica que, através da Diretoria do Centro, “finalizou e remeteu ao Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Coimbra, com proposta de acusação, o inquérito no âmbito do qual se investigaram eventuais crimes de burla qualificada, entre outros, referentes à atribuição de subsídios para a reconstrução ou reabilitação de habitações permanentes que teriam sido afetadas pelo incêndio de Pedrógão Grande”, localizadas em Pedrógão Grande, Castanheira de Pêra e Figueiró dos Vinhos.

A informação esclarece que os “apoios requeridos respeitavam sobretudo a verbas afetas ao Fundo Revita, constituídas por donativos, assim como verbas geridas por outras entidades, nomeadamente IPSS [Instituições Particulares de Solidariedade Social]”.

De acordo com a PJ, a “investigação revelou-se de elevada complexidade, decorrente dos inúmeros casos que houve necessidade de analisar”, sendo o processo composto por oito volumes, 89 apensos e 21 anexos.

“No âmbito das diligências investigatórias realizadas, procedeu-se designadamente à realização de buscas, recolha de prova documental e pessoal, tendo sido inquiridas 115 testemunhas e constituídos e interrogados 44 arguidos“, diz ainda a PJ.

Na origem do inquérito estiveram denúncias feitas por duas reportagens, uma da Visão e outra da TVI, que aludiam a situações eventualmente ilegais na atribuição de fundos para a reconstrução de habitações afetadas pelo incêndio.

As duas reportagens referiam que casas em questão que não eram de primeira habitação foram contempladas com obras em detrimento de outras mais urgentes e também que casas que não arderam foram reconstruídas com fundos solidários.

À data, a presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Ana Abrunhosa, disse não ter dúvidas sobre os procedimentos formais, mas, ainda assim, enviou para ao Ministério Público 21 processos para análise.

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande também negou, nessa ocasião, estas acusações, mas enviou igualmente para análise um conjunto de processos.

O Conselho de Gestão do Fundo Revita revelou, em outubro de 2018, que, das 259 casas de primeira habitação selecionadas para reconstrução, sete processos vão ser alvo de “reavaliação por parte dos municípios”.

Num outro caso, dez pessoas vão ser julgadas no processo que investiga as responsabilidades no incêndio, que deflagrou em 17 de junho de 2017, em Escalos Fundeiros, concelho de Pedrógão Grande, e que alastrou depois a concelhos vizinhos, provocando 66 mortos e 253 feridos, sete deles com gravidade, e tendo destruído cerca de 500 casas, 261 das quais eram habitações permanentes, e 50 empresas.

Seguem para julgamento os presidentes dos municípios de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande em funções à data dos factos – Fernando Lopes, Jorge Abreu e Valdemar Alves – a então engenheira florestal no município de Pedrógão Grande Margarida Gonçalves; o comandante dos Bombeiros Voluntários de Pedrógão Grande, Augusto Arnaut; o subdiretor da área comercial da EDP José Geria; o subdiretor da área de manutenção do Centro da mesma empresa, Casimiro Pedro; e três arguidos com cargos na Ascendi Pinhal Interior: José Revés, António Berardinelli e Rogério Mota.

O comandante distrital de operações de socorro de Leiria à data dos factos, Sérgio Gomes, o segundo comandante distrital, Mário Cerol, e José Graça, então vice-presidente do município de Pedrógão Grande, ficam de fora do julgamento.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Vieira da Silva escolhido para conselheiro da CE na presidência portuguesa da UE

O ex-ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva, foi escolhido como conselheiro especial da Comissão Europeia para preparar o trabalho na área dos direitos sociais durante a presidência portuguesa …

Supremo dá razão a juiz afastado por ter "mau feitio"

O juiz desembargador Eurico Reis viu o Supremo Tribunal de Justiça dar-lhe razão, anulando o concurso interno no Tribunal da Relação de Lisboa onde foi afastado por, alegadamente, ter "mau feitio". O Supremo anula, assim, a …

Marcelo, Governo e oposição em queda (mas Costa é aprovado por eleitores de PSD e Bloco)

O arrastar da pandemia e o agravar do número de casos de infectados por covid-19 em Portugal, está a desgastar a imagem do primeiro-ministro que está em queda nas sondagens. Mas a oposição não está …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: o Pepe tem um GPS inconclusivo?

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/pacos-de-ferreira-3-2-fc-porto-o-musical Paços de Ferreira. Cidade quase deserta nos últimos dias, com as pessoas a cumprirem as regras. Paços de Ferreira. A cidade que recebeu um campeão quase deserto, com os jogadores a não cumprirem as regras. Ao …

Os cães vão para o céu? Lápides mostram que animais de estimação se tornaram família após a II Guerra

Os donos de animais de estimação no século XVIII amavam-nos profundamente, mas os donos contemporâneos são mais propensos a acreditar numa vida após a morte, onde verão os seus animais de estimação falecidos mais uma …

Governo decide hoje novas medidas para controlar a pandemia. Partidos estão divididos

O Conselho de Ministros reúne-se este sábado para decretar “ações imediatas” de controlo da pandemia, um dia depois de o primeiro-ministro ter recebido os partidos com assento parlamentar com vista a um consenso sobre estas …

Secretas e PJ investigam QAnon (que acusa autoridades de esconderem provas sobre rede pedófila)

Os Serviços de Informação e a Polícia Judiciária (PJ) estão a investigar as ligações de seguidores do movimento conspiracionista QAnon aos denominados "Movimentos pela Verdade" e a elementos do Chega. A notícia é avançada pela revista …

Terapia genética restaura visão de ratos totalmente cegos (e vai ser testada em humanos)

Os investigadores da Nanoscope usaram uma terapia genética para restaurar células danificadas. Este método conseguiu melhorar a visão de ratos que eram completamente cegos. Os fotorrecetores são as células da primeira etapa da cadeia que permite …

Líder isolada e, mesmo que ganhe, pode não ser campeã: as contas incríveis no 6 Nações

A última jornada do mítico torneio de râguebi foi adiada mas não foi esquecida. Irlanda está na frente mas Inglaterra e França ainda podem ficar com o troféu. Quando, no dia 1 de fevereiro deste ano, …

Covid-19: Alemanha e EUA com novo máximo nas últimas 24 horas

A Alemanha contabilizou 19.059 novos contágios pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, um novo máximo desde o início da pandemia, anunciou hoje o Instituto Robert Koch (RKI). Na Alemanha, registaram-se 518.773 casos confirmados de covid-19 …