Pedrógão: Inquérito sobre suspeita de desvio de donativos arquivado pelo MP

Rui Miguel Pedrosa / Lusa

O presidente da Câmara Municipal de Pedrogão Grande, Valdemar Alves

O inquérito sobre a suspeita de desvio de donativos às vítimas do incêndio de Pedrógão Grande, em 2017, foi arquivado pelo Ministério Público. “Dificuldade insuperável” na investigação pôs fim ao inquérito previamente aberto.

A notícia avançado pelo jornal Sol dá conta de que o despacho do Ministério Público concluiu não ter sido demonstrado desvio de nenhuma verba doada, quer pela autarquia, quer por terceiros. Os bens permanecem em dois armazéns cedidos pela Câmara Municipal.

O processo foi instaurado pelo DIAP de Coimbra por “suspeitas de desvio de donativos, em dinheiro e em bens materiais”, na sequência de uma notícia publicado pelo Expresso, no dia 28 de julho do ano passado.

A fonte judicial, citada pelo Sol, diz que “as instituições dispunham de listagens dos bens doados, o que já não acontecia com os cidadão particulares, que agiram movidos pela solidariedade sem guardarem qualquer fatura das compras efetuadas”.

Além disso, o Ministério Público aferiu que os montantes depositados na conta aberta com a designação “Município de Pedrógão Grande – Incêndios 2017” permanecem intocáveis. A conta alberga 358.642,76 euros — tal como tinha informado o presidente da Câmara, em entrevista ao Diário de Notícias.

Adicionalmente, “não se confirmaram as suspeitas de desvios de bens materiais, designadamente os enviados por uma imobiliária, apurando-se que afinal não se trataram de 19 camiões, mas apenas de um”, refere o comunicado da CM de Pedrógão, citado pelo DN.

Em reação ao arquivamento do caso, Valdemar Alves disse estar “aliviado” e que só tem “arranjado problemas de saúde”. O presidente da Câmara diz nunca ter ter temido as campanhas persecutórias que lhe eram movidas e que “não esperava outro resultado face à transparência e lisura que sempre foram marca dos seus procedimentos”.

Em entrevista ao DN, Valdemar Alves disse estar de “consciência tranquila” em relação à gestão dos donativos e aos fundos para a construção das casas. “Não fiquei com um cêntimo de ninguém”, garantiu.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Claro, a conta com donativos permanece intocável com 350k eur
    Não percebo do que está à espera este energumeno para dar o dinheiro a quem dele precisa… Talvez esteja à espera que as pessoas morram, visto que a maioria das vitimas são idosos e não têm assim tanto tempo para usufruir dos bens que hipoteticamente ainda possam receber.
    Palhaçada…

Tribunal aceita afastamento de juiz Paulo Registo do caso Football Leaks

O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) aceitou o pedido de escusa apresentado pelo juiz Paulo Registo, a quem foi distribuído o processo de Rui Pinto, criador do Football Leaks. Segundo o acórdão do TRL, a …

Governador do Rio de Janeiro acusado de fraude com hospitais de campanha

O Ministério Público brasileiro indicou ter reunido provas de que o governador do Rio de Janeiro comandou uma organização que defraudou a construção de hospitais de campanha, no âmbito do combate à covid-19. De acordo com …

Centeno já cativou mais de 1025 milhões de euros no Orçamento de 2020

As cativações no Orçamento do Estado (OE) para 2020 ascendem a 1025,5 milhões de euros, revelou o boletim da Direção-Geral do Orçamento relativo a abril, montante inferior ao do OE 2019. Segundo avançou o Expresso esta …

Supremo Tribunal anula presidência parlamentar de Juan Guaidó

Esta terça-feira, o Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela reconheceu como presidente do parlamento Luís Parra, um dissidente da oposição. O Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela (STJ) declarou nula a junta de direção da Assembleia …

Há 285 novos casos de covid-19. São quase todos na Grande Lisboa

A região de Lisboa continua a registar o maior número de novos casos de covid-19 registados no país. A Direcção Geral de Saúde (DGS) anuncia hoje 31.292 infectados com o coronavírus, mais 285 do que …

Com bens arrestados e a filha a pagar contas, é quase impossível cobrar multa de 3,7 milhões a Ricardo Salgado

O Tribunal Constitucional confirmou a multa de 3,7 milhões de euros que foi aplicada pelo Banco de Portugal ao banqueiro Ricardo Salgado, mas é quase impossível cobrar esse valor. O ex-presidente do BES tem os …

França suspende tratamentos com hidroxicloroquina

O Governo francês decidiu esta quarta-feira suspender os tratamentos à base de hidroxicloroquina para pacientes infetados com a covid-19. O Executivo revogou o decreto de 11 de maio que autorizava a prescrição e a administração …

Decisão unânime. Deputados vão pedir para ver contrato de venda do Novo Banco (e para ouvir Carlos Costa)

Os deputados da comissão de orçamento e Finanças aprovaram esta quarta-feira por unanimidade o requerimento do Bloco de Esquerda para que seja entregue ao parlamento o contrato de venda do Novo Banco ao Lone Star. Segundo …

Portugal poderá receber 26,3 mil milhões de Bruxelas. 15,5 mil milhões a fundo perdido

Portugal poderá receber 26,3 mil milhões de euros em subvenções e empréstimos no âmbito do Fundo de Recuperação da União Europeia (UE), após a crise da covid-19, que ascende a um total de 750 mil …

"Taxa covid" cobrada por clínicas e hospitais privados não é ilegal (e pode alastrar ao comércio)

Aumentaram, nos últimos dias, as queixas à DECO, a Associação de Defesa do Consumidor, relacionadas com o pagamento de taxas adicionais no acesso a hospitais e clínicas privadas. Taxas que se destinam a pagar os …