Pedrógão: Inquérito sobre suspeita de desvio de donativos arquivado pelo MP

Rui Miguel Pedrosa / Lusa

O presidente da Câmara Municipal de Pedrogão Grande, Valdemar Alves

O inquérito sobre a suspeita de desvio de donativos às vítimas do incêndio de Pedrógão Grande, em 2017, foi arquivado pelo Ministério Público. “Dificuldade insuperável” na investigação pôs fim ao inquérito previamente aberto.

A notícia avançado pelo jornal Sol dá conta de que o despacho do Ministério Público concluiu não ter sido demonstrado desvio de nenhuma verba doada, quer pela autarquia, quer por terceiros. Os bens permanecem em dois armazéns cedidos pela Câmara Municipal.

O processo foi instaurado pelo DIAP de Coimbra por “suspeitas de desvio de donativos, em dinheiro e em bens materiais”, na sequência de uma notícia publicado pelo Expresso, no dia 28 de julho do ano passado.

A fonte judicial, citada pelo Sol, diz que “as instituições dispunham de listagens dos bens doados, o que já não acontecia com os cidadão particulares, que agiram movidos pela solidariedade sem guardarem qualquer fatura das compras efetuadas”.

Além disso, o Ministério Público aferiu que os montantes depositados na conta aberta com a designação “Município de Pedrógão Grande – Incêndios 2017” permanecem intocáveis. A conta alberga 358.642,76 euros — tal como tinha informado o presidente da Câmara, em entrevista ao Diário de Notícias.

Adicionalmente, “não se confirmaram as suspeitas de desvios de bens materiais, designadamente os enviados por uma imobiliária, apurando-se que afinal não se trataram de 19 camiões, mas apenas de um”, refere o comunicado da CM de Pedrógão, citado pelo DN.

Em reação ao arquivamento do caso, Valdemar Alves disse estar “aliviado” e que só tem “arranjado problemas de saúde”. O presidente da Câmara diz nunca ter ter temido as campanhas persecutórias que lhe eram movidas e que “não esperava outro resultado face à transparência e lisura que sempre foram marca dos seus procedimentos”.

Em entrevista ao DN, Valdemar Alves disse estar de “consciência tranquila” em relação à gestão dos donativos e aos fundos para a construção das casas. “Não fiquei com um cêntimo de ninguém”, garantiu.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Claro, a conta com donativos permanece intocável com 350k eur
    Não percebo do que está à espera este energumeno para dar o dinheiro a quem dele precisa… Talvez esteja à espera que as pessoas morram, visto que a maioria das vitimas são idosos e não têm assim tanto tempo para usufruir dos bens que hipoteticamente ainda possam receber.
    Palhaçada…

RESPONDER

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …