Pedrógão. Governo recusa pagar defesa dos Comandantes da Proteção Civil

Paulo Cunha / Lusa

Incêndio em Pedrógão Grande

O Governo recusou prestar apoio jurídico e pagar os honorários da defesa de dois comandantes da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) arguidos no processo do incêndio de Pedrógão, que fez mais de 60 mortos.

De acordo com o semanário Expresso, que avança com a notícia esta sexta-feira, os comandantes pediram ao Executivo apoio para o processo, mas a tutela negou.

Segundo apurou o jornal, a ANPC reencaminhou a solicitação ao Ministério da Administração Interna (MAI), que recusou pagar os advogados de Sérgio Gomes, então comandante do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Leiria, e de Mário Cerol, segundo comandante distrital de Leiria.

Questionada pelo Expresso, a porta-voz da ANPC diz que a instituição “não está a suportar os encargos com o patrocínio judiciário dos dois elementos identificados devido à ausência de quadro legal que permita tal assunção de encargos”, sem adiantar se foi pedido ao Ministério para encontrar uma forma de apoiar os dois operacionais.

O MAI aponta falta de “enquadramento legal”, sem acrescentar mais comentários.Fonte da defesa ouvida pelo jornal confirmou a informação.

A decisão do Governo não caiu bem entre os operacionais, que se sentem “abandonados pela instituição e pela tutela”. “Sentem-se manchados profissionalmente e afetados psicologicamente. Foram deixados cair quando mais precisavam do apoio do Estado”, adianta fonte do processo, notando mesmo que existe “pressão” sobre estes comandante para que abandonem os seus cargos.

Os dois arguidos estão indiciados por homicídio por negligência e ofensas corporais por negligência, recorda o semanário Expresso. Nos próximos dias, o juiz de instrução deve emitir o despacho de pronúncia ou não pronúncia dos acusados, decidindo se o caso vai, ou não, a julgamento.

O incêndio que deflagrou em 17 de junho de 2017 em Escalos Fundeiros, no concelho de Pedrógão Grande, e que alastrou depois a municípios vizinhos, nos distritos de Leiria, Coimbra e Castelo Branco, provocou 66 mortos e 253 feridos, sete deles com gravidade, e destruiu cerca de 500 casas, 261 das quais eram habitações permanentes, e 50 empresas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Barack Obama: "Taxem os ricos, como eu," para financiar proposta de Biden

Apelo está relacionado com a aprovação de um grande plano legislativo proposto por Joe Biden e que deverá ser negociado nas duas câmaras do Congresso norte-americano ao longo das próximas semanas. Numa semana decisiva da governação …

As origens dos antigos Etruscos foram finalmente reveladas

Vestígios de ADN encerraram, finalmente, o debate sobre a origem dos Etruscos,  uma antiga civilização cujos restos mortais foram encontrados em Itália. De acordo com quase dois mil anos de dados genómicos, recolhidos de 12 locais …

Rússia acusa Navalny e aliados de extremismo em novo processo

A Rússia intensificou a campanha contra o opositor do governo Alexei Navalny, abrindo esta terça-feira um novo processo judicial, que poderá levá-lo a cumprir uma pena de prisão de mais uma década. Navalny cumpre dois anos …

Governo demite Chefe do Estado-Maior da Armada. Gouveia e Melo provável sucessor

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, vai propor ao Presidente da República a demissão do Chefe do Estado-Maior da Armada, confirmaram hoje à Lusa fontes ligadas à Defesa. O Governo propôs ao Presidente da …

Borussia Dortmund 1-0 Sporting | Um Mal(en) que veio só… e foi suficiente

O “bicho papão Haaland não jogou, mas nem assim os “leões” conseguiram contrariar o maior poderio germânico. O Sporting saiu de Dortmund com uma derrota, apesar da excelente réplica no Signal Iduna Park, e muito por …

FC Porto 1-5 Liverpool | Dragão atropelado em casa

O Liverpool é uma espécie de “besta” em tons de “red” para o FC Porto. Em nove jogos oficiais, os “azuis-e-brancos” nunca venceram, somando 3 empates e 6 derrotas, a mais recente foi pesadíssima e …

China desenvolve arma invisível capaz de destruir redes de comunicação em dez segundos

Uma equipa de cientistas chineses está a desenvolver uma arma sónica, que gera um intenso pulso eletromagnético, capaz de destruir redes de comunicação e de fornecimento de energia elétrica. A arma poderá ter um alcance …

Dezenas de mulheres abusadas por funcionários da OMS na República Democrática do Congo

Dezenas de mulheres e meninas foram abusadas sexualmente por voluntários da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacados para enfrentar o Ébola na República Democrática do Congo (RDC), entre 2018 e 2020, concluiu um inquérito independente …

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …

Banguecoque em alerta. Mais de 70.000 casas inundadas na Tailândia

As autoridades tailandesas têm feito esforços para proteger partes de Banguecoque das cheias, que já inundaram 70.000 casas e mataram seis pessoas nas províncias no norte e centro do país. A tempestade tropical Dianmu causou cheias …