Pedrógão fica de fora dos fundos europeus para incêndios

Miguel A. Lopes / Lusa

O apoio foi aprovado no Parlamento Europeu em maio e representa apenas 3,5% da totalidade dos prejuízos

Dos 50 milhões de euros enviados por Bruxelas do Fundo Solidário Europeu para os incêndios do ano passado, apenas 24 milhões serão utilizados para ajudar os concelhos afetados pelos fogos de outubro.

De acordo com o jornal i, que avança a notícia nesta terça-feira na sua edição impressa, os restantes 26 milhões vão ficar nos cofres do Estado, que cobriu parte dos prejuízos. Desta forma, mais de metade dos apoios da UE destinam-se ao Governo.

Poderão beneficiar do apoio “os municípios, suas associações e as empresas municipais com mais de 4500 hectares ou 10% da área ardida nos incêndios de 15 de Outubro”. As áreas atingidas pelos incêndios em junho – como é o caso de Pedrógão Grande – não vão receber qualquer apoio proveniente de Bruxelas.

De acordo com o diário, os 26 milhões de euros “excedentários” vão ficar para instituições do Estado – como GNR, Proteção Civil, Instituto de Conservação da Natureza e Fundo Florestal Permanente. O objetivo passa por repor veículos e reforçar o material de combate a incêndios.

Segundo o Governo, os prejuízos nos concelhos atingidos no ano passado já foram cobertos pelo Fundo de Emergência Nacional e pelo Programa Operacional do Centro.

O apoio, no valor de 50,6 milhões de euros, foi aprovado no Parlamento Europeu em maio e representa apenas 3,5% dos prejuízos provocados pelos incêndios, nota o Público.

“É um roubo”

Duarte Marques, deputado PSD, manifesta-se indignado com distribuição dos apoios europeus. “É um roubo”, afirmou o deputado oriundo de Mação em declarações ao jornal Público. “Sim, o Governo contabilizou os prejuízos ocorridos em cada concelho, os prejuízos para o dia-a-dia dos munícipes, mas reservou metade dessa verba para si”.

“Em vez de colocar como beneficiários deste Fundo de Solidariedade da União Europeia as pessoas, os concelhos, as aldeias do interior, os principais afetados, o Governo coloca a GNR, o ICNF, o Exército, a Marinha, a Autoridade Nacional de Proteção Civil, o Fundo Florestal Permanente e a Secretaria-geral do Ministério da Administração Interna. Ou seja, aqueles que deviam ser financiados pelo Orçamento de Estado e que, fruto das cativações, não o são”, disse Duarte Marques.

Para o social-democrata, “o mais revoltante é que algumas destas entidades são precisamente aquelas que falharam no combate aos fogos como já todos percebemos, em particular a ANPC e o Ministério da Administração Interna. Isto é indecente e literalmente abaixo de cão. Desculpem, mas não consigo encontrar outra forma de o dizer”.

Mação tem a maior área ardida nos incêndios do ano passado, tendo declarado prejuízos de cerca de 3 milhões de euros.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Os Ladrões dos politicos no seu melhor, antes era á escondida agora é a descarada. Até quando Povo LORPA vais aguentar este tipo de gentalha. Daqui a anda estamos iguais á Venezuela… ACORDEM antes que seja tarde.

  2. Cá está !
    Mais um enorme ROUBO deste governo.
    Dos 50 milhões de euros enviados por Bruxelas do Fundo Solidário Europeu para os incêndios do ano passado, 26 milhões vão ficar nos cofres do Estado.
    Será que Bruxelas tem conhecimento deste “desvio” ?!?
    No tempo do Sócrates, sabíamos que o dinheiro ia em malas para Paris.
    Agora está mais sofisticado. O dinheiro evapora-se nos cofres do estado !!

  3. Isto é um escândalo. Não foi com este fim que o dinheiro foi enviado. O Estado aproveita e fica com a massa. E uma vez mais o interior e o povo que se f&%$
    Por muito menos num país civilizado se fariam manifestações de rua. Isto é um país de mansos

  4. Cativações que o dinheiro em vez de ir para o devido destino fica nas mãos do Estado para que o governo satisfaça a exigências e promessas a certas classes e depois temos ainda que aquele que avança cai nas mãos do Poder local e cai vai disto, ajudar os amigos em vez dos necessitados, estamos entregues à bicharada!.

RESPONDER

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …

Pinto Luz não se resigna a disputar "campeonato dos pequeninos"

O candidato à liderança social-democrata afirmou, esta segunda-feira, não se resignar a um partido que disputa o "campeonato dos pequeninos" ou é "uma segunda escolha do PS", pedindo a "quem não gosta deste PSD" que …

Militares portugueses já salvaram mais de 14 mil migrantes no Mediterrâneo

Marinha, Polícia Marítima e Unidade de Controlo de Costa da GNR, ao serviço da agência Frontex, no sul de Espanha e de Itália, já resgataram 14.151 migrantes no Mediterrâneo desde 2014. As equipas militares portuguesas, a …

Estudantes de Medicina dizem adeus ao "terrível" Harrison

Mais de 2.700 recém-licenciados de Medicina realizaram, esta segunda-feira, a Prova Nacional de Acesso (PNA), que substitui o "terrível" Harrison. Esta segunda-feira, mais de 2.700 candidatos responderam pela primeira vez a 150 questões da Prova Nacional …

Vítimas de legionella de Vila Franca de Xira reclamam 2,6 milhões ao Estado

A Associação de Apoio às Vítimas do Surto de Legionella de Vila Franca de Xira reclama uma indemnização de 2,6 milhões de euros por falhas e omissões de entidades públicas em relação às vítimas que ficaram …

Pelo menos três mortos em tiroteio em supermercado no Oklahoma

Pelo menos três pessoas morreram, esta segunda-feira, num tiroteio num supermercado da cadeia Walmart em Duncan, cidade do Estado norte-americano Oklahoma. O responsável da polícia de Duncan, Danny Ford, citado pela televisão local TNN-ABC, indicou que …

Benfica tem 125 jogadores com contrato profissional. Sporting tem 123 e o FC Porto só 80

O Benfica tem assinado contratos profissionais com cada vez mais jogadores, ao longo dos últimos anos. Actualmente, o clube da Luz tem contrato com 125 atletas. O Sporting está lá perto, com vínculos profissionais com …

Rússia está a negociar a troca de espiões ao estilo do que acontecia na Guerra Fria

A Rússia, a Noruega e a Lituânia realizaram recentemente uma troca de espiões, garantindo o retorno de vários agentes capturados aos seus países de origem. De acordo com chefe da contrainteligência lituana, citado pelo Moscow Times, …

"Totalmente depauperado". Bruno de Carvalho pede dispensa das sessões de julgamento

O ex-presidente do Sporting, que disse ser comentador desportivo, pediu dispensa das sessões, alegando não ter meio de transporte e estar completamente "depauperado". Arrancou, esta segunda-feira, no Tribunal de Monsanto, em Lisboa, o julgamento de 44 …

Nike deixa de vender produtos através da Amazon

A marca desportiva Nike vai deixar de vender as suas peças de roupa e calçado diretamente através da Amazon, acabando com um contrato firmado em 2017, no qual concordava em vender uma variedade limitada de produtos …