/

Operadora da central nuclear de Fukushima reativou sistema de tratamento de água

Ministério da Administração Interna e Transportes do Japão / Wikimedia

Vista aérea da central nuclear de Fukushima

Vista aérea da central nuclear de Fukushima

A Tokyo Electric Power (TEPCO), gestora da central nuclear de Fukushima, danificada pelo sismo e tsunami de 2011 no sudeste japonês, reativou este domingo o sistema de reciclagem de água depois de um mês de paragem por problemas técnicos.

Os técnicos conseguiram colocar em atividade parte do sistema que está em fase de testes e foi desativado por diversas vezes devido a problemas de corrosão causada pela radiação nas condutas, referiu um porta-voz da TEPCO citado pela agência Kyodo.

A 20 de maio, a TEPCO tinha desativado o único dos três circuitos que estava em operação e não tem uma data para que todo o sistema esteja operacional.

O sistema de processamento de líquidos retira a água utilizada no arrefecimento dos reatores de Fukushima e trata-a para lhe retirar 62 tipos de materiais radioativos.

Em plena operação, o sistema tem uma capacidade de tratamento de 750 toneladas de água diariamente, embora na central existam 360 mil toneladas de água com elevados índices de radioatividade ainda por tratar.

A acumulação de água na central é um dos principias desafios para o desmantelamento dos reatores que ficaram danificados no terramoto e tsunami de 11 de março de 2011, uma operação que deverá prolongar-se por 30 ou 40 anos.

O acidente foi o mais grave desastre nuclear desde Chernobil, na Ucrânia, em 1986 e 50 mil pessoas que viviam nas imediações do complexo continuam sem poder regressar a casa devido às elevadas radiações que afetaram também a agricultura, criação de gado e a pesca na região.

/Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE