Governo propõe super-desconto no IRS para futebolistas (e não só)

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O “Programa Regressar”, a nova medida fiscal que integra a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) e que visa fazer regressar a Portugal ex-residentes, abrange todo o tipo de profissões, incluindo futebolistas, sem olhar a rendimentos, com a garantia de um “super-desconto no IRS”.

O Expresso analisou os critérios do “Programa Regressar”, lembrando também o chamado Regime de Residentes Não Habituais (RRNH) que já vigora, para concluir que “quem trabalha e vive em Portugal paga sempre muito mais IRS do que quem vem de fora”.

O “Programa Regressar” foi apresentado por António Costa como uma forma de “fomentar o regresso a Portugal dos jovens que partiram, sem vontade de partir”, durante os anos da crise. E se for aprovado tal como está na proposta de OE2019, Portugal vai transformar-se “num paraíso fiscal para futebolistas“, constata o Expresso.

Mas, na verdade, o programa abrange todo o tipo de profissões, de rendimentos e de nacionalidades, promovendo “descontos fiscais agressivos e muito amplos” para convencer ex-residentes a voltarem para Portugal, como destaca o semanário.

A medida prevê que todas as pessoas que tenham tido residência em Portugal e que tenham saído do país até 31 de Dezembro de 2015, e que não tenham regressado em 2016, 2017 ou 2018, podem beneficiar de descontos no IRS.

Os que voltarem a Portugal em 2019 ou em 2020, só vão pagar aquele imposto sobre metade dos rendimentos do trabalho, durante cinco anos.

O único requisito para poderem beneficiar deste programa é não terem dívidas ao Fisco, nem à Segurança Social – ou se as tiverem, que estejam já ao abrigo de um plano de pagamentos a prestações ou num processo de contestação que passa pela prestação de uma garantia.

Note-se que o RRNH não abrange os profissionais da área do desporto, mas abarca também trabalhadores e não apenas reformados estrangeiros que venham para Portugal. No caso destes reformados, ficam com a garantia de dupla isenção de IRS, por cá e no país que lhes paga as pensões.

Já quanto aos trabalhadores estrangeiros que venham morar para Portugal, o RRNH permite pagar uma taxa fixa de 20% de IRS, qualquer que seja o rendimento auferido.

Os dois programas vão, assim, concorrer entre si, embora o RRNH não tenha como critério a estadia prévia em Portugal.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Bem Portugueses só temos que “abandonar” Portugal por um prazo mínimo depois regressamos e não pagamos impostos. Devemos fazer isto todos nós, depois queria ver do que viviam este politicos de Meia tijela.
    INCOMPETENTES…

  2. Para poderem reduzir o IRS a gente que ganha milhões, ROUBAM aos indefesos idosos pensionistas e reformados os seus já parcos recursos. Ficar sem os subsídios de férias e de natal, no caso de um viúvo reformado de baixos rendimentos para pagar o IRS, é normal num estado de direito? Numa democracia? É este o bem-estar prometido pelo PM aos Portugueses?

  3. fazem se descontos a quem ganha milhões (futebolistas) e as casas dos pobres pagam IMI de casas de luxo, como foi noticiado ontem nos telejornais….
    é justo… Alguem discorda?

  4. Pois, o artista do Costa montou bem o espectáculo, agora é só apreciá-lo!
    Ainda bem que este orçamento não é populista nem eleitoralista…

    • O Costa caminha a passos largos para ser o maior artista, o maior aldrabão e o político mais ruinoso de Portugal. Provavelmente aprendeu com o seu antigo patrão e mestre, o famoso 44!

  5. Futebolistas???Portanto se o rinaldo vier para portugal além de ganhar a monstruosidade bárbara que ganha ainda leva 50% de desconto no irs!Desculpem lá mas os politicos para variar continuam a lançar medidas sem fazerem qualquer estudo ou trabalho minimamente decente!

  6. Necessito urgentemente de um sócio, dos que fugiram de Portugal e nos deixaram a fazer sacrifícios que eles se recusaram fazer, para conseguir assim fazer face ás novas empresas que vão passar a trabalhar com impostos bem mais baixos.
    Quem ficou sacrificou-se e pagou a crise, agora para além da concorrência dos chineses vão receber os que saíram que vão ser recompensados por terem abandonado o pais.
    Essas pessoas que saíram podem abrir pequenas empresas e acabar com as que cá ficaram e pagaram a crise, porque não vão conseguir competir.
    O Pais vai voltar ao mesmo e desta vez já todos sabem o que fazer tem que sair porque se nunca abandonarem o Pais vão pagar sempre mais impostos.

RESPONDER

Ministério Público investiga ajustes diretos da Câmara do Porto a sociedade de advogados

A Câmara Municipal do Porto (CMP) diz que o valor dos contratos com a sociedade de advogados é de apenas 218 mil euros, e não meio milhão de euros como foi noticiado esta semana. O Ministério …

Lista de grande devedores. Deputados de mãos atadas pelo sigilo bancário

Depois de um esforço hercúleo para conseguir acesso à lista dos grandes devedores da banca, os deputados veem-se agora incapacitados devido ao sigilo bancário e ao fim da legislatura. A lista dos grandes devedores em incumprimento …

Costa promete baixar impostos à classe média (e prefere que Centeno não vá para o FMI)

Mais deduções e mais escalões de IRS para baixar os impostos para as famílias com os filhos e a classe média. Eis o que António Costa promete na antecâmara das eleições legislativas, numa entrevista onde …

Contadores de luz inteligentes acabam com leitura por estimativa

A EDP quer generalizar a instalação de contadores de eletricidade inteligentes. Esta tecnologia vai pôr fim à leitura por estimativa, que era razão de queixa de vários clientes. Os contadores inteligentes vão permitir pôr um fim …

Contas do Metro de Lisboa podem ter “buraco” de três mil milhões, alerta auditoria

As contas do Metropolitano de Lisboa (ML) referentes a 2018, enviadas esta quinta-feira pela empresa pública à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), podem evidenciar um eventual "buraco" de quase três mil milhões de …

Rackete fica em liberdade e apela em tribunal para a ação da UE

A capitã do navio humanitário Sea Watch 3 Carola Rackete, suspeita em Itália de ajuda à imigração ilegal, regressou esta quinta-feira a um tribunal na Sicília para ser ouvida pela justiça italiana. Carola Rackete, a capitã …

“Ganhou um Nobel porquê?”, perguntou Trump a Nadia Murad

Na sala Oval, na Casa Branca, cheia de sobreviventes de perseguição religiosa, o presidente dos EUA falou com cada um, ouviu vários pedidos de ajuda.  Quando chegou a vez Nadia Murad, que ganhou em conjunto com …

Sismo de magnitude 5 atinge Atenas. Há partes da cidade sem eletricidade

Um sismo de magnitude 5,1 na escala de Richter foi esta sexta-feira sentido em Atenas, informou o Centro Sismológico Euro-mediterrânico, existindo relatos de que muitas pessoas saíram a correr para as ruas da capital grega. O …

Jerónimo acusa PS de se encostar à direita para impor “malfeitorias” aos trabalhadores

O secretário-geral do PCP afirmou esta quinta-feira que o país continua a ter uma distribuição de rendimentos injusta apesar dos avanços dos últimos quatro anos e acusou o PS de voltar a encostar-se à direita …

Inspetores da PJ entregam pré-aviso de greve (e fazem ultimato a Costa)

A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal dá uma semana ao Governo para alterar estatuto profissional dos polícias, caso contrário, não desmarca a greve. A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal (ASFIC) da Polícia …