Governo propõe super-desconto no IRS para futebolistas (e não só)

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O “Programa Regressar”, a nova medida fiscal que integra a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) e que visa fazer regressar a Portugal ex-residentes, abrange todo o tipo de profissões, incluindo futebolistas, sem olhar a rendimentos, com a garantia de um “super-desconto no IRS”.

O Expresso analisou os critérios do “Programa Regressar”, lembrando também o chamado Regime de Residentes Não Habituais (RRNH) que já vigora, para concluir que “quem trabalha e vive em Portugal paga sempre muito mais IRS do que quem vem de fora”.

O “Programa Regressar” foi apresentado por António Costa como uma forma de “fomentar o regresso a Portugal dos jovens que partiram, sem vontade de partir”, durante os anos da crise. E se for aprovado tal como está na proposta de OE2019, Portugal vai transformar-se “num paraíso fiscal para futebolistas“, constata o Expresso.

Mas, na verdade, o programa abrange todo o tipo de profissões, de rendimentos e de nacionalidades, promovendo “descontos fiscais agressivos e muito amplos” para convencer ex-residentes a voltarem para Portugal, como destaca o semanário.

A medida prevê que todas as pessoas que tenham tido residência em Portugal e que tenham saído do país até 31 de Dezembro de 2015, e que não tenham regressado em 2016, 2017 ou 2018, podem beneficiar de descontos no IRS.

Os que voltarem a Portugal em 2019 ou em 2020, só vão pagar aquele imposto sobre metade dos rendimentos do trabalho, durante cinco anos.

O único requisito para poderem beneficiar deste programa é não terem dívidas ao Fisco, nem à Segurança Social – ou se as tiverem, que estejam já ao abrigo de um plano de pagamentos a prestações ou num processo de contestação que passa pela prestação de uma garantia.

Note-se que o RRNH não abrange os profissionais da área do desporto, mas abarca também trabalhadores e não apenas reformados estrangeiros que venham para Portugal. No caso destes reformados, ficam com a garantia de dupla isenção de IRS, por cá e no país que lhes paga as pensões.

Já quanto aos trabalhadores estrangeiros que venham morar para Portugal, o RRNH permite pagar uma taxa fixa de 20% de IRS, qualquer que seja o rendimento auferido.

Os dois programas vão, assim, concorrer entre si, embora o RRNH não tenha como critério a estadia prévia em Portugal.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Bem Portugueses só temos que “abandonar” Portugal por um prazo mínimo depois regressamos e não pagamos impostos. Devemos fazer isto todos nós, depois queria ver do que viviam este politicos de Meia tijela.
    INCOMPETENTES…

  2. Para poderem reduzir o IRS a gente que ganha milhões, ROUBAM aos indefesos idosos pensionistas e reformados os seus já parcos recursos. Ficar sem os subsídios de férias e de natal, no caso de um viúvo reformado de baixos rendimentos para pagar o IRS, é normal num estado de direito? Numa democracia? É este o bem-estar prometido pelo PM aos Portugueses?

  3. fazem se descontos a quem ganha milhões (futebolistas) e as casas dos pobres pagam IMI de casas de luxo, como foi noticiado ontem nos telejornais….
    é justo… Alguem discorda?

  4. Pois, o artista do Costa montou bem o espectáculo, agora é só apreciá-lo!
    Ainda bem que este orçamento não é populista nem eleitoralista…

    • O Costa caminha a passos largos para ser o maior artista, o maior aldrabão e o político mais ruinoso de Portugal. Provavelmente aprendeu com o seu antigo patrão e mestre, o famoso 44!

  5. Futebolistas???Portanto se o rinaldo vier para portugal além de ganhar a monstruosidade bárbara que ganha ainda leva 50% de desconto no irs!Desculpem lá mas os politicos para variar continuam a lançar medidas sem fazerem qualquer estudo ou trabalho minimamente decente!

  6. Necessito urgentemente de um sócio, dos que fugiram de Portugal e nos deixaram a fazer sacrifícios que eles se recusaram fazer, para conseguir assim fazer face ás novas empresas que vão passar a trabalhar com impostos bem mais baixos.
    Quem ficou sacrificou-se e pagou a crise, agora para além da concorrência dos chineses vão receber os que saíram que vão ser recompensados por terem abandonado o pais.
    Essas pessoas que saíram podem abrir pequenas empresas e acabar com as que cá ficaram e pagaram a crise, porque não vão conseguir competir.
    O Pais vai voltar ao mesmo e desta vez já todos sabem o que fazer tem que sair porque se nunca abandonarem o Pais vão pagar sempre mais impostos.

RESPONDER

Portugueses são dos que mais confiam nas notícias (mas confiança tem vindo a baixar)

Portugal é um dos países que mais confiam nas notícias, ocupando a segunda posição numa lista de 38 países analisados no âmbito do Reuters Digital News Report 2019. “Portugal destaca-se em 2019, mais uma vez, como …

Angela Merkel eleita (pela nona vez) a mulher mais poderosa do mundo

A chanceler alemã conquistou, esta quinta-feira, o título de mulher mais poderosa do mundo. É a nona vez que a revista Forbes lhe concede o primeiro lugar da lista. A revista Forbes anunciou, esta quinta-feira, o …

Ator e encenador Tiago Rodrigues vence Prémio Pessoa 2019

O ator, encenador e diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II, Tiago Rodrigues, é o vencedor do Prémio Pessoa 2019. Tiago Rodrigues, ator, encenador, dramaturgo e diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II, é …

Portugal não vai ter de devolver verbas a Bruxelas

Todos os programas operacionais ultrapassam em mais de 100% a meta definida para 2019, pelo que Portugal não terá de devolver qualquer verba a Bruxelas. Cada programa operacional tem de dividir a sua dotação por sete …

Nova ponte sobre o Douro não vai estar concluída em 2022

As câmaras do Porto e Gaia admitiram esta quinta-feira que a nova ponte sobre o rio Douro "dificilmente" vai estar pronta em 2022, como estava previsto, apontando para 2020 o lançamento do concurso público. O ponto …

Tribunais com luz verde para aceder a dados escolares de menores. Governo ignora alerta sobre Protecção de Dados

A Justiça vai ter acesso directo e automático às informações escolares de menores por via da "desmaterialização da informação" prevista no Simplex. A medida foi aprovada numa nova portaria conjunta dos ministérios da Justiça e …

"Ridícula". Donald Trump critica escolha de Greta Thunberg para Personalidade do Ano

O Presidente norte-americano, Donald Trump, comentou esta quinta-feira, a escolha da Greta Thunberg como “Personalidade do Ano” pela revista Time, aconselhando a jovem sueca a controlar a “raiva” e ir ao cinema. A ativista já …

Bruno de Carvalho sabia que o plantel "não estava com ele", diz Podence em tribunal

O futebolista Daniel Podence disse em tribunal, esta quinta-feira, que o antigo presidente do Sporting sabia "perfeitamente que o plantel não estava com ele", na altura da invasão à academia do clube, em Alcochete. Na 12.ª …

"É o que dá ser novata". Líder parlamentar do PAN engana-se no tema do debate

A líder parlamentar do PAN, Inês Sousa Real, protagonizou um momento caricato na Assembleia da República, esta quinta-feira, quando subiu à tribuna e começou a sua intervenção sobre pessoas sem-abrigo quando o debate era sobre …

Pelo menos um morto e 25 feridos na explosão em prédio na Alemanha

Pelo menos uma pessoa morreu e 25 ficaram feridas esta sexta-feira na sequência de uma explosão num edifício residencial em Blankenburg, na Alemanha. Uma explosão num prédio de habitação na cidade de Blankenburg, região da Sáxonia, …