Governo propõe super-desconto no IRS para futebolistas (e não só)

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O “Programa Regressar”, a nova medida fiscal que integra a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) e que visa fazer regressar a Portugal ex-residentes, abrange todo o tipo de profissões, incluindo futebolistas, sem olhar a rendimentos, com a garantia de um “super-desconto no IRS”.

O Expresso analisou os critérios do “Programa Regressar”, lembrando também o chamado Regime de Residentes Não Habituais (RRNH) que já vigora, para concluir que “quem trabalha e vive em Portugal paga sempre muito mais IRS do que quem vem de fora”.

O “Programa Regressar” foi apresentado por António Costa como uma forma de “fomentar o regresso a Portugal dos jovens que partiram, sem vontade de partir”, durante os anos da crise. E se for aprovado tal como está na proposta de OE2019, Portugal vai transformar-se “num paraíso fiscal para futebolistas“, constata o Expresso.

Mas, na verdade, o programa abrange todo o tipo de profissões, de rendimentos e de nacionalidades, promovendo “descontos fiscais agressivos e muito amplos” para convencer ex-residentes a voltarem para Portugal, como destaca o semanário.

A medida prevê que todas as pessoas que tenham tido residência em Portugal e que tenham saído do país até 31 de Dezembro de 2015, e que não tenham regressado em 2016, 2017 ou 2018, podem beneficiar de descontos no IRS.

Os que voltarem a Portugal em 2019 ou em 2020, só vão pagar aquele imposto sobre metade dos rendimentos do trabalho, durante cinco anos.

O único requisito para poderem beneficiar deste programa é não terem dívidas ao Fisco, nem à Segurança Social – ou se as tiverem, que estejam já ao abrigo de um plano de pagamentos a prestações ou num processo de contestação que passa pela prestação de uma garantia.

Note-se que o RRNH não abrange os profissionais da área do desporto, mas abarca também trabalhadores e não apenas reformados estrangeiros que venham para Portugal. No caso destes reformados, ficam com a garantia de dupla isenção de IRS, por cá e no país que lhes paga as pensões.

Já quanto aos trabalhadores estrangeiros que venham morar para Portugal, o RRNH permite pagar uma taxa fixa de 20% de IRS, qualquer que seja o rendimento auferido.

Os dois programas vão, assim, concorrer entre si, embora o RRNH não tenha como critério a estadia prévia em Portugal.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Bem Portugueses só temos que “abandonar” Portugal por um prazo mínimo depois regressamos e não pagamos impostos. Devemos fazer isto todos nós, depois queria ver do que viviam este politicos de Meia tijela.
    INCOMPETENTES…

  2. Para poderem reduzir o IRS a gente que ganha milhões, ROUBAM aos indefesos idosos pensionistas e reformados os seus já parcos recursos. Ficar sem os subsídios de férias e de natal, no caso de um viúvo reformado de baixos rendimentos para pagar o IRS, é normal num estado de direito? Numa democracia? É este o bem-estar prometido pelo PM aos Portugueses?

  3. fazem se descontos a quem ganha milhões (futebolistas) e as casas dos pobres pagam IMI de casas de luxo, como foi noticiado ontem nos telejornais….
    é justo… Alguem discorda?

  4. Pois, o artista do Costa montou bem o espectáculo, agora é só apreciá-lo!
    Ainda bem que este orçamento não é populista nem eleitoralista…

    • O Costa caminha a passos largos para ser o maior artista, o maior aldrabão e o político mais ruinoso de Portugal. Provavelmente aprendeu com o seu antigo patrão e mestre, o famoso 44!

  5. Futebolistas???Portanto se o rinaldo vier para portugal além de ganhar a monstruosidade bárbara que ganha ainda leva 50% de desconto no irs!Desculpem lá mas os politicos para variar continuam a lançar medidas sem fazerem qualquer estudo ou trabalho minimamente decente!

    • Se Ronaldo fixar residencia cá e pagar menos seria bom,
      assim está descontar fora, e cá nada fica, não seria melhor !

  6. Necessito urgentemente de um sócio, dos que fugiram de Portugal e nos deixaram a fazer sacrifícios que eles se recusaram fazer, para conseguir assim fazer face ás novas empresas que vão passar a trabalhar com impostos bem mais baixos.
    Quem ficou sacrificou-se e pagou a crise, agora para além da concorrência dos chineses vão receber os que saíram que vão ser recompensados por terem abandonado o pais.
    Essas pessoas que saíram podem abrir pequenas empresas e acabar com as que cá ficaram e pagaram a crise, porque não vão conseguir competir.
    O Pais vai voltar ao mesmo e desta vez já todos sabem o que fazer tem que sair porque se nunca abandonarem o Pais vão pagar sempre mais impostos.

RESPONDER

Portugal "tem nível de rendimentos baixíssimo". Muitos municípios que perdem população desde o final II Guerra

Portugal tem municípios que perdem população desde o final da II Guerra Mundial e dificilmente fenómenos como o teletrabalho irão alterar esta paisagem, na opinião do geógrafo Álvaro Domingues, da Universidade do Porto. Em entrevista à …

Gestora em teletrabalho esqueceu-se da filha no carro. Bebé encontrada sem vida sete horas depois

Maria Pilar, uma bebé de dois anos, morreu esta sexta-feira, depois de ter ficado esquecida dentro do carro durante cerca de sete horas. A menina de dois anos esteve cerca de sete horas dentro do carro, …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Cimeira Social cheia de boas intenções deixa factura de um milhão de euros (e "erro" na comida da PSP)

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia comprometeram-se, na Cimeira Social do Porto, a "trabalhar em prol de uma Europa social". Mas o evento deixa uma polémica com as refeições distribuídas aos …

Alfredo Casimiro contrata Banco Nomura para vender 50,1% da Groundforce

O principal acionista da Groundforce anunciou este sábado, em comunicado, ter contratado o banco Nomura para assessorar a venda da participação de 50,1% da Pasogal na empresa de handling Groundforce, e pediu "especial atenção" ao …

Transferência para o Wolves. Diogo Jota recorda palavras de Jorge Mendes: "Vês como eu tinha razão?"

Diogo Jota, atual avançado do Liverpool, recuou no tempo e enfatizou a importância de Jorge Mendes na progressão da sua carreira. O avançado internacional português, que se transferiu esta temporada para o Liverpool, trocou o Atlético …

Um total de 19.359 agregados pagaram adicional de solidariedade do IRS

Entre o Continente e as regiões autónomas dos Açores e da Madeira são 19.359 os agregados com rendimento coletável acima dos 80 mil euros e que, por esse motivo, foram chamados a pagar taxa adicional …

Resort Zmar

Imigrantes já começaram a ser retirados do Zmar (e os donos de casas podem ter de as desmontar)

Os primeiros imigrantes realojados no empreendimento turístico Zmar, em Odemira (Beja), já começaram a ser retirados do local, após a decisão do tribunal contra a requisição civil do Governo. E enquanto se pede a demissão …

Índia ultrapassa quatro mil mortos num só dia. Cuba vai imunizar população com vacinas nacionais

A Índia registou mais de quatro mil mortes associadas à covid-19 num só dia e o Brasil contabilizou 2.165 óbitos nas últimas 24 horas. Em contraste, Cuba vai começar a vacinar a população contra a …

Boris Johnson diz que não haverá novo referendo de independência na Escócia

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, recusou hoje qualquer possibilidade de realizar um novo referendo de independência na Escócia, mesmo que o Partido Nacional Escocês (SNP) obtenha maioria absoluta no parlamento regional. “Acho que um referendo no …

Associação dos Árbitros apresenta queixa contra Benfica, Jesus, Grimaldo e Otamendi

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) apresentou uma queixa contra o Benfica, Jorge Jesus, Grimaldo e Otamendi, por causa das declarações proferidas após o jogo com o FC Porto. A notícia de que a …