OE2019. Propinas descem, sacos de plástico e bebidas açucaradas sobem e acaba tiro ao pombo

António Cotrim / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Uma descida de mais de 200 euros por ano nas propinas, a redução de 5% na factura da luz e uma nova penalização fiscal para as bebidas com mais açúcar são algumas das medidas da proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) que será apresentada na segunda-feira, 15 de Outubro.

No próximo ano lectivo, as propinas do Ensino Superior público vão ter como tecto máximo os 856 euros. Uma revelação feita pela deputada do Bloco de Esquerda (BE) Mariana Mortágua, durante uma conferência de imprensa relativa às negociações do OE2019.

O documento que vai ser apresentado pelo Governo na próxima segunda-feira, 15 de Outubro, prevê que o valor máximo das propinas do Ensino Superior público se situará nos “dois IAS”, isto é, no dobro do valor do Indexante dos Apoios Sociais que actualmente se situa nos 428,9 euros.

“Chegamos a um acordo para que se reduza em 212 euros ao ano [as propinas], ou seja, que se reduza para um tecto máximo que é equivalente a dois IAS”, revela Mariana Mortágua, notando que “a educação universitária tem um custo demasiado elevado para muitas famílias”.

O BE e o Governo também acordaram uma redução de 5% na factura da luz em 2019, e em 2020. Mariana Mortágua nota que o IVA da electricidade sobre a “potência contratada” até 3,45 kVA passa de 23% para 6%.

O BE anunciou também que chegou a acordo com o Governo para concretizar a segunda e terceira fases do regime de acesso às pensões das longas carreiras contributivas “já em 2019 e dentro da legislatura”.

“A segunda fase irá iniciar-se em Janeiro e a terceira fase em Outubro (e não apenas em Janeiro de 2020 como circulou recentemente)”, referiu o Bloco em comunicado.

Na quinta-feira, o líder parlamentar comunista, João Oliveira, tinha adiantado que o PCP acordou com o Governo, neste âmbito das longas carreiras contributivas, que “o fim da penalização pelo factor de sustentabilidade (14%)” seria aplicado em duas fases, designadamente “já em Janeiro para quem tem 63 anos de idade” e “a partir de Janeiro de 2020 para quem tenha mais de 60 anos de idade”.

Bebidas com mais açúcar novamente penalizadas

Por outro lado, a versão preliminar da proposta de OE2019 prevê que as bebidas não alcoólicas com mais açúcar vão ser novamente penalizadas fiscalmente.

Actualmente, o código dos Impostos Especiais sobre o Consumo (IEC) prevê que as bebidas cujo teor de açúcar seja inferior a 80 gramas por litro ficam sujeitas a um imposto de 8,22 euros por cada 100 litros. Já aquelas em que o teor de açúcar ultrapassa as 80 gramas por litro são tributadas em 16,69 euros por cada 100 litros.

A proposta de OE2019 prevê a introdução de dois novos escalões de tributação. No primeiro, para as bebidas cujo teor de açúcar é inferior a 25 gramas por litro, o imposto a pagar será de um euro por cada 100 litros. O segundo escalão prevê que as bebidas com açúcar entre 25 e 50 gramas por litro fiquem sujeitas a um imposto de seis euros por cada 100 litros. O terceiro escalão, onde se enquadram as bebidas cujo teor de açúcar varia entre as 50 e as 80 gramas por litro, o imposto a pagar deverá ser de oito euros por cada cem litros. E o último escalão, para as bebidas com mais de 80 gramas de açúcar por litros, o imposto a pagar será de 20 euros por cada cem litros.

Horas extra com redução no IRS

Os rendimentos com horas extra poderão vir a beneficiar de uma taxa de retenção na fonte de IRS menor no próximo ano. O Governo propõe que, tal como já acontece com o subsídio de férias e de Natal, também o rendimento obtido com “trabalho suplementar” seja sempre “objecto de retenção autónoma”, não podendo ser “adicionados às remunerações dos meses em que são pagos”.

Assim, a taxa de retenção na fonte a aplicar, segundo a mesma proposta, deverá ser a taxa a aplicar aos restantes rendimentos de trabalho dependente recebidos no mesmo mês em que são pagas as horas extra.

Na prática, hoje, um trabalhador dependente, solteiro e sem filhos que receba um salário bruto de 1550 euros e receba mais 100 euros em horas extra veria todo o seu rendimento desse mês a ficar sujeito a uma taxa de retenção na fonte de IRS de 19,5%. Isto porque, apesar de o salário bruto de 1550 euros apenas estar sujeito a uma taxa de 18%, com o adicional de 100 euros, passaria para o escalão superior e todo o rendimento desse mês ficaria sujeito à taxa de 19,5%.

Mas, caso a proposta constante da versão preliminar do OE2019 seja aprovada, e com base nas tabelas que estão em vigor no corrente ano, o salário bruto sofreria um desconto de IRS equivalente a 18% e as horas extra também, uma vez que para efeitos de descontos o rendimento do trabalho suplementar não se somaria ao salário.

Sacos de plástico aumentam dos 8 para os 12 cêntimos

O preço dos sacos de plástico vai aumentar de oito para 12 cêntimos e a actividade desportiva do tiro ao pombo vai acabar, como anuncia o deputado do PAN (Pessoas-Animais-Natureza), André Silva, avançando as medidas acordadas com o Governo no âmbito da proposta de OE2019.

Sobre o tiro ao pombo, o parlamentar explica que se trata de uma medida de protecção animal uma vez que “é uma actividade considerada desportiva, onde animais criados em cativeiro são libertados para servirem de alvo”.

“Pretende-se para 2019 que já não exista esta actividade nem este custo orçamental, é termos apenas o tiro ao prato“, refere André Silva.

Outra medida que o PAN diz que será inscrita na proposta do Governo é na área da inclusão social e que pretende dar prioridade ao apoio de projectos de entidades que fazem formação a cães de guia e a cães de assistência.

Em último lugar, o PAN destaca que se vai “pôr fim à isenção da taxa de IVA para os artistas tauromáquicos quando todos os prestadores de serviços pagam IVA”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Se os adoçantes artificiais sao piores para a saude que o açucar, pq é que o sal e o açucar são sempre os castigados por taxas e não os outros?

    • Porque os adoçantes artificiais são fabricados por enormes grupos empresariais que têm um poder na CE incrível. E se um pais os ataca a CE ataca logo esse pais.
      É triste, mas esta é a realidade!!

  2. A redução das propinas vai fazer piorar os serviços sociais universitários (cantinas, residências, etc.) As propinas só são utilizadas para isso. Como o orçamento do estado já assumia que as propinas são verbas da Universidade e, mesmo assim, as despesas não são cobertas juntando o pago pelo orçamento do estado e as propinas, o que é que vai acontecer? Não acredito que o governo vá aumentar os orçamentos das universidades neste montante! Lá se vão os aumentos a que teriam direito os funcionário pois há uma norma no regulamento que diz que só recebem o aumento “obrigatório” pela soma dos pontos de avaliação, se houver verba disponível no orçamento.

    Ou seja: Sofrem os funcionários, sofrem os estudantes e pioram as aulas (por falta de material- já se fala que poderá faltar o giz quanto mais reagentes para aulas!)

  3. Mais um “prego” no caixão do próximo resgate.
    Apesar deste orçamente ter uma ou outra medida positiva (mesmo um burro de vez em quando acerta no alvo!), no geral este orçamento apenas pretende ter como objetivo ajudar o PS a ter maioria absoluta nos próximas eleições.
    Se por causa disso o pais é destruído… isso não importa, porque no final são os “pacóvios e ignorantes” dos portugueses que pagam (esta é a triste mentalidade dos ditos “grandes” políticos do nosso pais).
    Com todos os defeitos somos um povos maravilhoso que vamos pagar caro por estes políticos de treta desde o 25 abril…

  4. Ora vai mais um, ora aqui vai outro !!…
    Com diz a canção aqui vai mais um e agora até o PAN que nada tem a fazer preocupa-se com os pombinhos coitadinhos.
    Deviam era ir limpar a mer.. que eles fazem nas cidades, nas estátuas e monumentos. E depois andam as càmaras a dar-lhes milho com gesso para os matar mas eles são tantos que não tem mãos a medir.
    Quanto ao OE e aos “pobres” dementes deputados tesos mas cheios de dinheiro ao mesmo tempo arranjaram para este é mais do mesmo e acções apenas eleitoralistas.
    O problema dos politicos que temos que só querem um destaque na vida dos portugueses é apenas para sua satisfaçao financeira pessoal e os lobbies que arranjam pelo caminho. Eles estão literalmente a cag….. para o povo, para quem lhe dá o dinheiro que estoiram e lhes proporciona a reforma ao fim de 2 mandatos na AR enquanto os pobres anda a descontar aos 40 e tal anos e só se podem reformar sem penalizações algumas aos quase 67. E estes gajos é aos 40 anos mas de idade e não de descontos.
    Só isto me dá repudio e me dá gana de pegar em algo que os eliminasse a todos.
    Já nem me apetesse escrever mais nada.

RESPONDER

"Checkmate". Rússia apresenta o seu novo jacto de combate revolucionário

O novo jacto é a aposta do governo russo para as exportações e pode vir a ditar o fim da supremacia (aérea e no mercado) do F-35 norte-americano. A Rússia apresentou o protótipo do novo jacto …

"É demasiado tarde". As palavras dos médicos aos doentes com covid-19 que recusaram a vacina

Estados Unidos da América contam com 48.49% da população totalmente vacinada, apesar de o processo ter estagnado nas últimas semanas. Os números de novas infeções crescem, assim como as mortes face ao crescimento galopante da …

"Pingdemic". Há uma nova "pandemia" a causar escassez de comida e combustível no Reino Unido

As medidas de distanciamento social no Reino Unido caíram e, como consequência, centenas de milhares de pessoas estão a ser notificadas para cumprir isolamento. A partir desta segunda-feira o uso de máscara e outras medidas de …

O lago mais improvável de Roma é um refúgio urbano (que impulsiona o ativismo ambiental)

O lago mais improvável de Roma, que nem sequer devia existir, motivou uma luta pela proteção ambiental do local. No anos 90, num local de construção a apenas alguns quilómetros a leste do Coliseu de Roma, …

Afeganistão. EUA lançam ataques aéreos enquanto Talibãs exigem a renúncia do Presidente

Os Estados Unidos (EUA) entraram num confronto pela cidade de Kandahar, realizando ataques aéreos em apoio às forças afegãs, enquanto os Talibãs apelam ao Presidente Ashraf Ghani para renunciar. O porta-voz do Pentágono, John Kirby, avançou …

A primeira casa impressa em 3D no Canadá é inspirada na sequência de Fibonacci

Depois de ter inspirado inúmeros edifícios, a sequência de Fibonacci serviu de musa à empresa de impressão em 3D Twente Additive Manufacturing (TAM), que criou a primeira casa impressa em 3D do Canadá. A Fibonacci House é …

Marcha do Orgulho de Budapeste será um protesto contra as leis anti-LGBTQI, diz organização

A marcha do Orgulho em Budapeste, que ocorrerá no sábado, será "uma celebração, mas também um protesto", disseram os organizadores, enquanto a comunidade LGBTQI húngara se prepara para desafiar a escalada da campanha anti-homossexual do …

PSD propõe máximo de 215 deputados e divisão de grandes círculos eleitorais

O PSD apresentou, esta sexta-feira, a sua proposta para a reforma do sistema eleitoral, que fixa um máximo de 215 deputados, menos 15 do que o total atualmente em vigor. A proposta do PSD para a …

Variante Lambda: o que saber sobre a nova mutação que preocupa as autoridades

Está a ter um foco mais circunscrito à América Latina, mas já houve dois casos desta mutação em Portugal. A OMS está atenta e de momento classifica a Lambda como uma variante de interesse. Foi inicialmente …

PSD força audição de Eduardo Cabrita sobre inquérito da IGAI

O PSD recorreu à figura da audição potestativa a que os partidos têm direito a usar regimentalmente para ouvir membros do Governo e entidades públicas.  O PSD requereu esta sexta-feira a audição parlamentar obrigatória do ministro …