Novo Banco admite processar manifestantes que invadiram agências

Novo Banco

-

A administração do Novo Banco, liderada por Stock da Cunha, admite adotar “medidas legais” sobre o comportamento dos lesados em papel comercial do Grupo Espírito Santo (GES) nos vários balcões da instituição bancária.

Em comunicado, a instituição financeira frisa que os comportamentos e iniciativas da Associação dos Indignados, “insistem colocar em causa o funcionamento dos serviços do Novo Banco ou atingir a sua reputação e a dos seus colaboradores”, pelo que se reserva “o direito de adotar as medidas legais que se mostrem adequadas a tais comportamentos, para além de continuar a apoiar, sem restrições, os seus colaboradores, nomeadamente os que são ameaçados”.

O banco liderado por Stock da Cunha frisa que “a rede comercial do Novo Banco é constituída por profissionais que merecem o apreço, a confiança e o apoio do Conselho de Administração, que lhes agradece o trabalho desenvolvido, os resultados alcançados e a vitalidade demonstrada em circunstâncias físicas e anímicas particularmente difíceis”.

Sendo assim, o banco classifica como “ilegítimas as iniciativas, individuais ou ao abrigo da designada Associação dos Indignados”, apesar de “as pessoas lesadas” terem direitos que “devem ser respeitados”, mas que “não podem agir fora do quadro da lei e contra quem não cabe e não tem autonomia para os satisfazer”.

Em resposta às frequentes manifestações concretizadas junto das agências do Novo Banco por todo o país, respeitantes ao papel comercial do Grupo Espírito Santo (GES) vendido aos balcões do BES, a instituição financeira vem mais uma vez esclarecer que “o Novo Banco é um banco de transição e não tem autonomia para decidir e executar propostas destinadas a sanar ou a compensar o incumprimento dos referidos instrumentos de dívida”.

O comunicado refere que a instituição liderada por Stock da Cunha está obrigada “a respeitar os termos da medida de resolução aplicada ao Banco Espírito Santo pelo Banco de Portugal, enquanto Autoridade de Resolução, as respetivas orientações e os compromissos assumidos no contexto da aplicação da referida medida, no novo enquadramento de supervisão determinado pelo Mecanismo Único de Supervisão”.

E esclarece que os termos da medida de resolução “são claros no que diz respeito à inexistência de uma responsabilidade do Novo Banco quanto ao reembolso dos referidos instrumentos de dívida”, até porque estão de mãos atadas já que tal “tem sido repetidamente afirmado, de uma forma inequívoca, pelo Banco de Portugal, enquanto Autoridade de Resolução”.

Apesar da situação, segundo o comunicado, a instituição sempre se mostrou disponível para resolver todas as situações dos clientes, em que algumas já foram “executadas” e outras foram “aprovadas pelo Banco de Portugal”, estando em curso “o processo de preenchimento das necessárias condições precedentes junto de terceiras entidades”.

O Novo Banco refere-se às aplicações dos clientes emigrantes que investiram em ações preferenciais, através dos produtos Poupança Plus, Top Renda e EuroAforro, que é dívida do Banco Espírito Santo (BES). Recorde-se que os clientes que estão a fazer as manifestações compraram papel comercial do Grupo Espírito Santo (GES).

É assim entendimento do Banco de Portugal que o Novo Banco tem a responsabilidade sobre a questão da dívida do, BES mas não sobre a dívida do GES.

Há duas semanas, o Novo Banco referia que os produtos vendidos principalmente aos emigrantes têm uma solução, acrescentando que a instituição financeira está a realizar “formalidades prévias” em conjunto com as entidades envolvidas, nomeadamente o Credit Suisse e outros custodiantes de títulos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Paulo Fonseca em jeito de despedida. "Foi um enorme prazer ser treinador da Roma"

O ainda treinador da Roma, que vai ser substituído por José Mourinho na próxima época, começou a despedir-se da equipa, tendo feito um balanço dos últimos dois anos. Depois da vitória em casa, esta quinta-feira, frente …

Páginas ocultas do PRR revelam "reedição da troika" na reforma aos hospitais

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) prevê uma concentração das urgências da Grande Lisboa e Grande Porto, cortes nos gastos e uma gestão dos hospitais mais vigiada com imposição de objetivos financeiros. O jornal Expresso …

As primeiras evidências de atividade humana foram encontradas (e têm 1,8 milhões de anos)

Foram encontradas as primeiras evidências de atividade humana, na caverna Wonderwerk, na África do Sul. Têm cerca de 1,8 milhões de anos, concluem os investigadores. Uma equipa de investigadores encontrou evidências de que os nossos antepassados …

Sporting pode ser campeão no sofá já esta segunda-feira

Após o empate no Clássico entre SL Benfica e FC Porto, o Sporting só precisa de uma vitória para o título. Ainda assim, pode sagrar-se campeão esta segunda-feira, caso o FC Porto não vença. A conquista …

Justiça suspende requisição civil e manda retirar imigrantes do Zmar

Esta sexta-feira, o Supremo Tribunal Administrativo deu razão aos proprietários de casas particulares do Zmar e suspendeu a requisição civil decretada pelo Governo. A notícia está a ser avançada esta sexta-feira pela TVI, que dá conta …

5 euros por 10 GB. Governo avança com "mensalidade simbólica" da tarifa social de Internet

Apesar de o valor da tarifa social de Internet ainda não estar fechado, o secretário de Estado para a Transição Digital aponta para uma mensalidade de cinco euros por pessoa para um pacote de 10 …

Corrida à reprivatização da Efacec tem cinco candidatos. Dois são portugueses

O Conselho de Ministros selecionou cinco de 10 propostas para avançarem no processo de reprivatização da Efacec, adiantou o ministro da Economia, esta quinta-feira, em conferência de imprensa. De acordo com Pedro Siza Vieira, estas empresas …

Estudo mostra que a aspirina pode ajudar o cérebro a "proteger-se" da poluição

Um novo estudo descobriu que homens mais velhos que tomam anti-inflamatórios, como a aspirina, podem estar protegidos de alguns dos efeitos a curto prazo da poluição atmosférica. De acordo com o site Science Alert, a investigação …

Manchester United e Villarreal estão na final da Liga Europa

Os ingleses do Manchester United e os espanhóis do Villarreal qualificaram-se, esta quinta-feira, para a final da Liga Europa, ao afastarem Roma e Arsenal, respetivamente. Depois da goleada caseira por 6-2, o Manchester United perdeu por …

"Teletrabalho não pode gerar custos para o trabalhador". Parlamento tem 2 meses para concluir lei

Os deputados têm dois meses para conseguir um acordo para regular o teletrabalho, depois de o parlamento ter adiado por 60 dias a votação de projetos dos partidos. Para a ministra do Trabalho, a não …