Uma nova “La Manada” atacou na noite de São João em Espanha

Mario Ruiz / EPA

Uma jovem de 16 anos alega ter sido violada por cinco homens, entre os quais um menor de idade, na zona turística de Las Palmas, na Gran Canaria, Espanha.

Segundo o Diário de Notícias, a vítima de 16 anos alega ter sido violada por um grupo de cinco homens, entre os quais um menor de idade, durante a noite de São João, numa festa no município de San Bartolomé de Tirajana, em Las Palmas, na Gran Canaria, Espanha.

O portal Canariasahora, do jornal El Diario, conta que a rapariga foi comemorar com umas amigas à praia, local onde conheceu o menor de 15 anos e que foi com ele até uma zona de apartamentos ali próximo.

O rapaz, entretanto à responsabilidade da Fiscalía de Menores, assumiu que os dois tiveram relações sexuais, mas que estas foram consentidas, e que estiveram sempre sozinhos porque os amigos estariam do lado de fora do apartamento.

É aqui, segundo o jornal, que os relatos de ambos diferem. O rapaz contou que os amigos perturbaram tanto o encontro que acabou por ir embora, deixando a alegada vítima sozinha. A jovem, por sua vez, não confirmou qualquer relação sexual consensual e garante que foi violada pelo grupo.

De acordo com o jornal, a rapariga admite ter bebido muito e disse não estar ciente de ter consumido drogas contra a sua vontade que a fizessem perder a consciência. Na manhã seguinte, sentiu-se muito confusa e, começando a recordar o que aconteceu, acabou por telefonar a um ex-namorado que a levou ao hospital e que a encorajou a fazer queixa.

Os cinco amigos foram detidos e autointitularam-se de nova “La Manada” na prisão, numa alusão aos cinco homens condenados a nove anos por abuso sexual de uma rapariga nas festas de San Fermín, em Pamplona, em 2016, e que, entretanto, ficaram em liberdade condicional.

Segundo o DN, o menor foi identificado como sendo vítima de “abuso na família por ascendentes masculinos” e por já ter cadastro devido a um processo judicial em curso por alegadamente ter assaltado uma menina.

O Tribunal de Menores de Las Palmas ordenou o seu internamento, num centro terapêutico, para tratar o consumo habitual de haxixe e de álcool, escreve o Jornal de Notícias. Os cinco elementos vão ser presentes a um juiz ainda esta sexta-feira. Um deles terá a violação em vídeo no telemóvel.

Este caso é tornado público numa altura em que a vítima do grupo “La Manada” escreveu uma carta a apelar para que todas as raparigas numa situação semelhante tenham coragem de falar. “Denunciem. Não se calem, ou eles ganham“, escreveu.

 

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Pelos vistos tudo aquilo é malta desequilibrada logo a começar pela moça, fruto de excesso de liberdade e falta de responsabilidade o mundo caminha para o abismo onde todos acabarão vilões e vítimas procurando cada um ser pior que o outro na tentativa e ilusão de se safar.

    • As penas têm de ser proporcionais. Violação não mata por isso a pena não pode ser morte. A pena deve ser prisão, pois na prisão vão ser muitas vezes violados.

      Guilhotina devía era ser a pena contra o aborto, porque isso sim, tira vidas.

RESPONDER

Já não é preciso isolamento para idosos que saiam dos lares por mais de 24 horas

Os idosos que vivem nos lares e que saiam por períodos superiores a 24 horas já não precisam de fazer o isolamento de 14 dias, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Na orientação atualizada nesta quinta-feira, …

Mais duas mortes e 501 casos nas últimas 24 horas em Portugal

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) indica que Portugal registou, nas últimas 24 horas, 501 novos casos de covid-19. O relatório desta quinta-feira (15 de abril) dá também conta de mais duas mortes …

PCP quer criar crime de enriquecimento injustificado com pena agravada para políticos

O PCP propôs esta quinta-feira, no Parlamento, a criação do crime de enriquecimento injustificado, com penas até três anos, mas que é agravado para titulares de cargos políticos e públicos, até aos cinco. O projeto dos …

Câmara de Lisboa estende testagem gratuita a todos os moradores

A Câmara de Lisboa decidiu alargar, a partir de quinta-feira, a testagem gratuita nas farmácias à covid-19 a todos os moradores, deixando o programa de estar limitado às freguesias com maior incidência da doença, foi …

"Fechaduras", testemunha do julgamento de Tancos, está em parte incerta

Paulo Lemos, conhecido como "Fechaduras", testemunha da acusação e da defesa no caso de Tancos, não compareceu em 08 de março à audiência e voltou a não aparecer esta quinta-feira, com o Tribunal de Santarém …

General que lidera o SIRESP apresenta demissão

O Diário de Notícias avança, esta quinta-feira, que o general que lidera o SIRESP apresentou demissão, tendo invocado "razões pessoais". De acordo com o Diário de Notícias, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, já recebeu …

Agente que matou Daunte Wright vai ser acusada por homicídio de segundo grau

A polícia que matou a tiro, no domingo, um jovem afro-americano em Brooklyn Center, no Minnesota, Estados Unidos, vai ser acusada por homicídio de segundo grau. Depois de ter apresentado a demissão da polícia de Brooklyn …

Sócrates acusa juiz de ir "além do seu poder" e PS de "profunda canalhice"

O ex-primeiro-ministro afirmou que o juiz de instrução "não tem o direito" de o indiciar "de crimes novos" e acusou o "mandante" de Fernando Medina na liderança do PS de "profunda canalhice". Foi a primeira entrevista …

Ana Gomes critica "silêncio ensurdecedor" do PS (e teme que ainda exista "o culto de Sócrates")

A ex-candidata à Presidência da República Ana Gomes criticou esta quinta-feira António Costa e outros dirigentes do PS por se manterem em silêncio relativamente ao caso Operação Marquês e responsabilizou vários governos pela ineficácia no …

Líder do CDS/Madeira recebeu 30 mil euros do financiador do Chega, a seis semanas das regionais

Rui Barreto, líder do CDS na Madeira, recebeu um total de 29.880 euros de César do Paço, o conhecido financiador do Chega. O "empréstimo" foi concedido a poucas semanas das eleições regionais que levaram o …