Uma nova “La Manada” atacou na noite de São João em Espanha

Mario Ruiz / EPA

Uma jovem de 16 anos alega ter sido violada por cinco homens, entre os quais um menor de idade, na zona turística de Las Palmas, na Gran Canaria, Espanha.

Segundo o Diário de Notícias, a vítima de 16 anos alega ter sido violada por um grupo de cinco homens, entre os quais um menor de idade, durante a noite de São João, numa festa no município de San Bartolomé de Tirajana, em Las Palmas, na Gran Canaria, Espanha.

O portal Canariasahora, do jornal El Diario, conta que a rapariga foi comemorar com umas amigas à praia, local onde conheceu o menor de 15 anos e que foi com ele até uma zona de apartamentos ali próximo.

O rapaz, entretanto à responsabilidade da Fiscalía de Menores, assumiu que os dois tiveram relações sexuais, mas que estas foram consentidas, e que estiveram sempre sozinhos porque os amigos estariam do lado de fora do apartamento.

É aqui, segundo o jornal, que os relatos de ambos diferem. O rapaz contou que os amigos perturbaram tanto o encontro que acabou por ir embora, deixando a alegada vítima sozinha. A jovem, por sua vez, não confirmou qualquer relação sexual consensual e garante que foi violada pelo grupo.

De acordo com o jornal, a rapariga admite ter bebido muito e disse não estar ciente de ter consumido drogas contra a sua vontade que a fizessem perder a consciência. Na manhã seguinte, sentiu-se muito confusa e, começando a recordar o que aconteceu, acabou por telefonar a um ex-namorado que a levou ao hospital e que a encorajou a fazer queixa.

Os cinco amigos foram detidos e autointitularam-se de nova “La Manada” na prisão, numa alusão aos cinco homens condenados a nove anos por abuso sexual de uma rapariga nas festas de San Fermín, em Pamplona, em 2016, e que, entretanto, ficaram em liberdade condicional.

Segundo o DN, o menor foi identificado como sendo vítima de “abuso na família por ascendentes masculinos” e por já ter cadastro devido a um processo judicial em curso por alegadamente ter assaltado uma menina.

O Tribunal de Menores de Las Palmas ordenou o seu internamento, num centro terapêutico, para tratar o consumo habitual de haxixe e de álcool, escreve o Jornal de Notícias. Os cinco elementos vão ser presentes a um juiz ainda esta sexta-feira. Um deles terá a violação em vídeo no telemóvel.

Este caso é tornado público numa altura em que a vítima do grupo “La Manada” escreveu uma carta a apelar para que todas as raparigas numa situação semelhante tenham coragem de falar. “Denunciem. Não se calem, ou eles ganham“, escreveu.

 

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Pelos vistos tudo aquilo é malta desequilibrada logo a começar pela moça, fruto de excesso de liberdade e falta de responsabilidade o mundo caminha para o abismo onde todos acabarão vilões e vítimas procurando cada um ser pior que o outro na tentativa e ilusão de se safar.

    • As penas têm de ser proporcionais. Violação não mata por isso a pena não pode ser morte. A pena deve ser prisão, pois na prisão vão ser muitas vezes violados.

      Guilhotina devía era ser a pena contra o aborto, porque isso sim, tira vidas.

Responder a Rui Cancelar resposta

Governador do Rio de Janeiro acusado de fraude com hospitais de campanha

O Ministério Público brasileiro indicou ter reunido provas de que o governador do Rio de Janeiro comandou uma organização que defraudou a construção de hospitais de campanha, no âmbito do combate à covid-19. De acordo com …

Centeno já cativou mais de 1025 milhões de euros no Orçamento de 2020

As cativações no Orçamento do Estado (OE) para 2020 ascendem a 1025,5 milhões de euros, revelou o boletim da Direção-Geral do Orçamento relativo a abril, montante inferior ao do OE 2019. Segundo avançou o Expresso esta …

Supremo Tribunal anula presidência parlamentar de Juan Guaidó

Esta terça-feira, o Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela reconheceu como presidente do parlamento Luís Parra, um dissidente da oposição. O Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela (STJ) declarou nula a junta de direção da Assembleia …

Há 285 novos casos de covid-19. São quase todos na Grande Lisboa

A região de Lisboa continua a registar o maior número de novos casos de covid-19 registados no país. A Direcção Geral de Saúde (DGS) anuncia hoje 31.292 infectados com o coronavírus, mais 285 do que …

Com bens arrestados e a filha a pagar contas, é quase impossível cobrar multa de 3,7 milhões a Ricardo Salgado

O Tribunal Constitucional confirmou a multa de 3,7 milhões de euros que foi aplicada pelo Banco de Portugal ao banqueiro Ricardo Salgado, mas é quase impossível cobrar esse valor. O ex-presidente do BES tem os …

França suspende tratamentos com hidroxicloroquina

O Governo francês decidiu esta quarta-feira suspender os tratamentos à base de hidroxicloroquina para pacientes infetados com a covid-19. O Executivo revogou o decreto de 11 de maio que autorizava a prescrição e a administração …

Decisão unânime. Deputados vão pedir para ver contrato de venda do Novo Banco (e para ouvir Carlos Costa)

Os deputados da comissão de orçamento e Finanças aprovaram esta quarta-feira por unanimidade o requerimento do Bloco de Esquerda para que seja entregue ao parlamento o contrato de venda do Novo Banco ao Lone Star. Segundo …

Portugal poderá receber 26,3 mil milhões de Bruxelas. 15,5 mil milhões a fundo perdido

Portugal poderá receber 26,3 mil milhões de euros em subvenções e empréstimos no âmbito do Fundo de Recuperação da União Europeia (UE), após a crise da covid-19, que ascende a um total de 750 mil …

"Taxa covid" cobrada por clínicas e hospitais privados não é ilegal (e pode alastrar ao comércio)

Aumentaram, nos últimos dias, as queixas à DECO, a Associação de Defesa do Consumidor, relacionadas com o pagamento de taxas adicionais no acesso a hospitais e clínicas privadas. Taxas que se destinam a pagar os …

O Banif deixou de ser um banco em 2015, mas continua sem haver relatório obrigatório por lei

Os credores aguardam há quatro anos e meio que seja divulgado o relatório que diga qual a percentagem de recuperação a que têm direito por lei. A 20 de dezembro, completaram-se quatro anos desde que o …