Sentença do caso “La Manada” levou a revolta às ruas de Espanha

Kai Foersterling / EPA

Milhares de pessoas protestaram em várias cidades espanholas contra a sentença do caso “La Manada”

Cinco homens foram condenados a nove anos de prisão por abuso sexual de uma jovem de 18 anos, em 2016, quando a procuradoria espanhola pedia uma pena de 22 anos mas por agressão sexual.

Segundo o Diário de Notícias, Espanha está em choque com a sentença anunciada, esta quinta-feira, pela justiça no caso “La Manada”. Em causa está a violação de uma jovem de 18 anos, em 2016, durante as festas de San Fermín, em Pamplona, por cinco indivíduos que se auto-denominavam por este nome num grupo do WhatsApp.

Os cinco arguidos, com idades entre os 27 e os 29 anos e entre eles um militar e um guarda civil, foram condenados a nove anos de prisão por abuso sexual e ficam obrigados ao pagamento de uma indemnização de 50 mil euros à vítima (10 mil euros cada um).

De acordo com o Observador, os arguidos, que estão em prisão preventiva desde que foram detidos em julho do mesmo ano, arriscavam-se a 22 anos de prisão por crimes de agressão sexual, contra intimidade e roubo com intimidação.

Porém, os juízes do tribunal de Navarra pensam que não se tratou de agressão sexual, mas sim de abuso sexual, porque a vítima não ofereceu resistência, justificando-se então as penas mais leves. Um dos magistrados chegou mesmo a votar pela absolvição do grupo.

No grupo do WhatsApp, os cinco homens terão falado em arranjar cordas e as chamadas drogas de violação, antes da viagem de Sevilha para Pamplona, mas, relativamente a este caso, alegam que a relação sexual foi consentida, escreve o DN.

A jovem negou essa situação e reconheceu que só não conseguiu oferecer resistência porque entrou em “estado de choque”. Nos vídeos analisados pelo tribunal, filmados pelos membros do grupo, a rapariga mantém uma atitude “passiva ou neutra”, com os olhos sempre fechados, pode ler-se num relatório da polícia citado pelo diário.

“Só queria que tudo acabasse depressa e então fechei os olhos para não ter de ver nada”, disse depois a vítima no tribunal.

Depois da sentença, o advogado de um dos condenados, Jesus Perez, anunciou que vai recorrer da decisão do tribunal e defende que os arguidos devem ser absolvidos. O advogado dos restantes membros, Agustín Martínez Becerra, também vai recorrer.

“Sacaram da manga um delito de abuso sexual com prevalência que em momento algum tinha estado na base da acusação e não nos pudemos defender”, afirmou, citado pelo jornal online. O advogado da vítima admitiu estar “dececionado” com a sentença e também vai recorrer.

Segundo o DN, dezenas de pessoas que aguardavam o anúncio da sentença à porta do tribunal espanhol manifestaram a sua indignação pelos homens terem sido condenados por abuso sexual e não por violação.

A indignação rapidamente se espalhou por várias cidades do país, com milhares de espanhóis nas ruas sob as palavras de ordem “no es no” e “hermana, yo sí te creo”.

No Twitter, políticos de vários partidos mostraram o seu desagrado com o desfecho deste caso. De acordo com o Observador, até a polícia espanhola usou a rede social para partilhar um tweet no qual se lia várias vezes a hashtag “no es no”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Iniciativa Liberal acusa comissão promotora de a tentar impedir de participar no desfile do 25 de Abril

A Iniciativa Liberal (IL) acusou, esta terça-feira, a comissão promotora do desfile do 25 de Abril de tentar impedir o partido de participar nas comemorações, pretendendo os liberais organizar o seu próprio desfile no mesmo …

EDP defende que venda de barragens não estava sujeita a imposto de selo

A EDP considera que a venda da concessão das barragens ao consórcio da Engie não beneficiou de isenção do Imposto do Selo prevista na lei desde 2020 porque a forma como a operação decorreu não …

Polícia Judiciária faz buscas na Câmara de Lisboa

A Polícia Judiciária (PJ) está, esta terça-feira, a fazer buscas na Câmara Municipal de Lisboa, nas instalações do departamento de gestão urbanística, situadas no Campo Grande, e nos Paços do Concelho. Ao que o jornal online …

Portugal regista mais 424 casos e cinco óbitos por covid-19

Portugal registou, esta terça-feira, mais cinco mortes e 424 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

Ministro reconhece que retoma do Ensino Superior tem de ser "gradual"

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior considerou, esta segunda-feira, que a retoma das atividades letivas tem de ser feita de forma “gradual e faseada”, mas mostrou-se satisfeito com a responsabilidade demonstrada por docentes …

Apenas uma em cada 500 pessoas foram vacinadas nos países pobres. Greta Thunberg apoia vacinação equitativa com 100 mil euros

Apenas uma em cada 500 pessoas, em média, foi vacinada contra a covid-19 nos países pobres, enquanto nos ricos uma em cada quatro já está parcial ou totalmente imunizada, revelou esta segunda-feira a Organização Mundial …

Mário Soares vai dar nome a uma rua na Covilhã

O antigo Presidente da República Mário Soares vai dar nome a uma das ruas da Covilhã, numa homenagem que integra as comemorações do 25 de Abril naquela cidade do distrito de Castelo Branco. O programa preparado …

"Estava em segredo". Comissão de inquérito abre investigação à divulgação do relatório secreto de Costa Pinto

A Comissão Parlamentar de Inquérito ao Novo Banco abriu esta terça-feira uma investigação sumária à divulgação do chamado “Relatório Costa Pinto”. A notícia é avançada esta terça-feira pelo jornal online Observador, o mesmo órgão de comunicação …

Cheias em Luanda fazem 14 mortos e mais de 8 mil desalojados

As chuvas torrenciais que esta segunda-feira provocaram o caos em Luanda, deixaram 14 mortos e mais de oito mil pessoas desalojadas, segundo dados transmitidos esta noite pelo porta-voz do serviço de protecção civil e bombeiros. Faustino …

De Ronaldo a Félix. Seleção pode perder oito jogadores com a Superliga

Se a Superliga Europeia avançar, assim como as ameaças da UEFA, a seleção das quinas poderia ficar sem oito jogadores, tendo em conta a última convocatória para os jogos de qualificação para o ​​​​​​​Mundial 2022. A …