Sentença do caso “La Manada” levou a revolta às ruas de Espanha

Kai Foersterling / EPA

Milhares de pessoas protestaram em várias cidades espanholas contra a sentença do caso “La Manada”

Cinco homens foram condenados a nove anos de prisão por abuso sexual de uma jovem de 18 anos, em 2016, quando a procuradoria espanhola pedia uma pena de 22 anos mas por agressão sexual.

Segundo o Diário de Notícias, Espanha está em choque com a sentença anunciada, esta quinta-feira, pela justiça no caso “La Manada”. Em causa está a violação de uma jovem de 18 anos, em 2016, durante as festas de San Fermín, em Pamplona, por cinco indivíduos que se auto-denominavam por este nome num grupo do WhatsApp.

Os cinco arguidos, com idades entre os 27 e os 29 anos e entre eles um militar e um guarda civil, foram condenados a nove anos de prisão por abuso sexual e ficam obrigados ao pagamento de uma indemnização de 50 mil euros à vítima (10 mil euros cada um).

De acordo com o Observador, os arguidos, que estão em prisão preventiva desde que foram detidos em julho do mesmo ano, arriscavam-se a 22 anos de prisão por crimes de agressão sexual, contra intimidade e roubo com intimidação.

Porém, os juízes do tribunal de Navarra pensam que não se tratou de agressão sexual, mas sim de abuso sexual, porque a vítima não ofereceu resistência, justificando-se então as penas mais leves. Um dos magistrados chegou mesmo a votar pela absolvição do grupo.

No grupo do WhatsApp, os cinco homens terão falado em arranjar cordas e as chamadas drogas de violação, antes da viagem de Sevilha para Pamplona, mas, relativamente a este caso, alegam que a relação sexual foi consentida, escreve o DN.

A jovem negou essa situação e reconheceu que só não conseguiu oferecer resistência porque entrou em “estado de choque”. Nos vídeos analisados pelo tribunal, filmados pelos membros do grupo, a rapariga mantém uma atitude “passiva ou neutra”, com os olhos sempre fechados, pode ler-se num relatório da polícia citado pelo diário.

“Só queria que tudo acabasse depressa e então fechei os olhos para não ter de ver nada”, disse depois a vítima no tribunal.

Depois da sentença, o advogado de um dos condenados, Jesus Perez, anunciou que vai recorrer da decisão do tribunal e defende que os arguidos devem ser absolvidos. O advogado dos restantes membros, Agustín Martínez Becerra, também vai recorrer.

“Sacaram da manga um delito de abuso sexual com prevalência que em momento algum tinha estado na base da acusação e não nos pudemos defender”, afirmou, citado pelo jornal online. O advogado da vítima admitiu estar “dececionado” com a sentença e também vai recorrer.

Segundo o DN, dezenas de pessoas que aguardavam o anúncio da sentença à porta do tribunal espanhol manifestaram a sua indignação pelos homens terem sido condenados por abuso sexual e não por violação.

A indignação rapidamente se espalhou por várias cidades do país, com milhares de espanhóis nas ruas sob as palavras de ordem “no es no” e “hermana, yo sí te creo”.

No Twitter, políticos de vários partidos mostraram o seu desagrado com o desfecho deste caso. De acordo com o Observador, até a polícia espanhola usou a rede social para partilhar um tweet no qual se lia várias vezes a hashtag “no es no”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Marcelo nota "salto" nas relações com Itália mas deixa um desafio à comunidade portuguesa

Esta segunda-feira, em Roma, o Presidente da República considerou que houve "um salto humano" nas relações luso-italianas e um "estreitamento" em termos culturais, económicos e políticos, mas pediu à comunidade portuguesa para "ir mais longe". "Agora …

Falta de funcionários. Brandão Rodrigues responsabiliza algumas escolas por atraso no processo

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, lembrou que algumas escolas demoraram a iniciar o processo de contratação de funcionários, garantindo que atualmente há muito mais assistentes e novas formas de colmatar as necessidades dos …

Cientistas inventam novo método para testar neurotoxinas letais sem usar cobaias

Os testes em animais não vão ser mais precisos relativamente a um grupo de neurotoxinas mortais, graças a uma nova investigação da Universidade de Queensland, na Austrália. Por mais benéfica que a Ciência seja para a Humanidade, …

México concede asilo a Morales. Ex-Presidente da Bolívia promete regressar "com mais força"

O ex-Presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou na segunda-feira que está de partida para o México, país que lhe concedeu asilo político, mas prometeu regressar brevemente "com mais força e energia", um dia depois de …

Avós e tios do bebé encontrado no lixo vivem em Portugal

Os avós e os tios do bebé recém-nascido encontrado, na semana passada, num caixote do lixo, em Lisboa, vivem em Portugal e já foram contactados pelo embaixador cabo-verdiano. Em declarações ao jornal Público, o embaixador Eurico …

Aranhas e formigas inspiram metal que não se afunda

Cientistas criaram um metal altamente hidrofóbico que não se consegue afundar. As possíveis aplicações deste material estão a entusiasmar a comunidade científica. A tradição de os humanos se inspirarem nos animais e na natureza para algumas …

Hubble capta uma galáxia que tem 12 clones no céu

O telescópio espacial Hubble captou uma galáxia que parece ter sido duplicada várias vezes, aparecendo em regiões distantes do Universo. A galáxia, apelidada de Sunburst Arc, fica a a quase 11 mil milhões de anos-luz da …

Exoplanetas, explosões de estrelas e mais de mil objetos desconhecidos. Vídeo da NASA mostra "a beleza da paisagem cósmica"

https://vimeo.com/371950351 A NASA revelou esta terça-feira um panorama em vídeo do céu austral (hemisfério celestial sul), construído graças a 208 imagens captadas pelo caçador de planetas TESS (Exoplanets in Transit) durante um ano. Em comunicado, a …

John Cleese esgota três coliseus em 48 horas

John Cleese vai estar no Coliseu de Lisboa com “Last Time To See Me Before I Die” durante três dias. O humorista britânico esgotou as três datas em apenas 48 horas. Durante esta madrugada (10), a …

Descoberta no Egito múmia de grande animal semelhante a um leão

O Ministério das Antiguidades egípcio anunciou esta segunda-feira que uma equipa de arqueólogos desenterrou uma múmia de um grande animal incomum, semelhante a um leão ou uma leoa. “É um animal muito estranho, como um gato …