Há anos que “navios-fantasma” dão à costa com cadáveres de norte-coreanos (e há uma nova explicação)

Há vários anos que a costa norte do Japão tem sido assombrada com um fenómeno macabro: barcos de pesca dão à costa com cadáveres de norte-coreanos a bordo a mais de 1.000 quilómetros da sua terra natal. Agora, pode haver uma explicação.

Em 2017, mais de 100 barcos deram à costa japonesa com 35 cadáveres a bordo. No ano anterior, tinham sido 66. Porém, ninguém conseguia explicar aquele fenómeno. Uma guarda costeira japonesa disse que poderia ser tão simples como o clima. Outros especularam que a frota de pesca envelhecida da Coreia do Norte era responsável.

Os barcos são de madeira e muito antigos, não só pelo peso elevado mas também pelo facto de não terem motores avançados nem sistemas GPS. As causas prováveis para a morte dos pescadores encontrados no interior dos barcos seriam, de acordo com investigações anteriores, o frio provocado pelo inverno ou a fome.

O fenómeno, que dura há anos, intriga as autoridades há muito tempo e 2020 pode ser o ano em que o mistério é finalmente desvendado.

De acordo com a CNN, um estudo publicado esta quarta-feira pela organização sem fins lucrativos Global Fishing Watch oferece uma inovadora e convincente teoria e culpa as frotas pesca “escura” chinesas.

Os autores do relatório usaram várias tecnologias de satélite para analisar o tráfego marítimo no nordeste da Ásia em 2017 e 2018 e descobriram que centenas de navios de pesca chineses navegavam nas águas da Coreia do Norte. Os navios chineses pareciam pescar ilegalmente, empurrando a própria frota da Coreia do Norte, que está mal equipada para percorrer longas distâncias, para longe da costa norte-coreana e para as águas russa e japonesa.

Pescar nas águas norte-coreanas ou comprar e vender peixes norte-coreanos internacionalmente é uma violação do direito internacional. O comércio de peixe de Pyongyang, que custava cerca de 300 milhões de dólares por ano, foi sancionado em 2017 pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas como parte do seu esforço para punir o regime de Kim Jong-un pelos seus repetidos testes de mísseis balísticos. Porém, isso não parece ter dissuadido os 900 navios chineses em 2017 e 700 no ano seguinte.

Segundo a organização, os navios chineses provavelmente capturaram mais de 160 mil toneladas de lulas voadoras do oceano Pacífico, um dos produtos de frutos do mar mais valiosos da região, em 2017 e 2018 – mais do que a Coreia do Sul e o Japão juntos no mesmo período. A captura estimada valia mais de 440 milhões de dólares.

“É o maior caso conhecido de pesca ilegal perpetrada por navios originários de um país que opera nas águas de outro país”, disse Jaeyoon Park, cientista de dados sénior da Global Fishing Watch e co-autor do estudo.

Com tantos navios perto da costa norte-coreana, a frota de pesca do país foi empurrada para fora, forçada a navegar mais longe da costa para encontrar as suas capturas – e as consequências eram mortais. “É muito perigoso para eles trabalharem nas mesmas águas que os arrastões chineses”, disse Lee. “É por isso que são obrigados a trabalhar nas águas russas e japonesas e isso explica por que alguns dos navios danificados da Coreia do Norte apareceram nas praias do Japão”.

Acredita-se que os navios que pescam ilegalmente nas águas norte-coreanas sejam de propriedade e operados por “interesses chineses”. No entanto, os navios envolvidos em atividades ilícitas nessas águas geralmente carecem de documentação adequada, tornando-os mais difíceis de rastrear.

Apesar de não se saber se esta é a verdadeira razão que leva os “navios-fantasma” a dar à costa do Japão, já surgiram outras possíveis explicações e teorias da conspiração.

Alguns especialistas já sugeriram que os homens estavam a tentar fugir do regime norte-coreano. Outros defendem que é é uma consequência das tentativas da Coreia do Norte de saciar a fome no país, exigindo grandes quotas de frutos do mar, o que obrigaria os pescadores a aventurarem-se no mar, mesmo que sem equipamentos de segurança ou algum tipo recurso para fazer uma eventual chamada de socorro.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …

A Alemanha quer tornar o teletrabalho um direito legal

O Governo alemão prepara-se para publicar um projeto de lei que dará aos trabalhadores do país o direito legar de trabalhar a partir de casa. A medida aplicar-se-á a todos as atividades laborais que possam …