Ministro do governo catalão demite-se em desacordo com opção de Puigdemont

Quique Garcia / EPA

O “Ministro da Indústria” da Catalunha, Santi Vila (dir) à saída do Palácio da Genaralitat após a sua demissão. À esquerda, carles Puidgemont

O ministro regional com a pasta da Indústria do governo regional catalão, Santi Vila, demitiu-se hoje em desacordo com a decisão do presidente Carles Puigdemont de deixar para o parlamento regional uma eventual declaração de independência.

“Demiti-me. As minhas tentativas de diálogo fracassaram novamente. Espero ter sido útil, até ao último minuto, ao presidente Carles Puigdemont e aos catalães”, disse o ‘conseller’ de Empresa e Conhecimento, Santi Vila.

Nos últimos dias – e entre muitos rumores de que estaria prestes a demitir-se – Vila foi uma das vozes mais fortes no governo regional a favor de uma convocatória de eleições antecipadas e da necessidade de evitar uma declaração de independência.

Santi Vila era o ‘conseller’ mais moderado do Governo regional catalão e entrou para o lugar em junho, em substituição de Jordi Baiget, que tinha sido destituído após ter expressado em público dúvidas sobre a realização do referendo a 01 de outubro.

Na sequência do referendo de 1 de Outubro e das posições do governo regional, mais de 1.300 empresas catalãs mudaram a sede social ou fiscal para outras regiões de Espanha, um êxodo com consequências ainda por calcular para a economia catalã.

Carles Puigdemont pôs hoje de parte a hipótese de convocar eleições antecipadas na Catalunha para travar as medidas que o Governo de Madrid se prepara para ver aprovadas no Senado para restaurar a legalidade na região.

O presidente regional acabou por fazê-lo após demonstrações públicas contra si protagonizadas pelos independentistas e depois de alguns deputados do seu partido, o Partido Democrático Europeu da Catalunha (PDeCAT), se terem demitido.

Dois deputados do PDeCAT no parlamento catalão anunciaram a saída do partido, em protesto contra a eventual decisão do presidente do governo regional, tal como dava conta a imprensa catalã e madrilena de hoje.

Puigdemont acabaria por recuar nessa ideia, mas pelo menos o autarca de La Seu d’Urgell (Lleida), Albert Batalla, e o deputado Jordi Cuminal apresentaram mesmo a decisão.

Anterior responsável da Convergência Democrática da Catalunha (CDC, antecessora do PDeCAT) e do executivo anterior, liderado por Artur Mas, Cuminal divulgou uma mensagem semelhante: “Não partilho a decisão de ir a eleições. Renuncio ao meu lugar de deputado e saio do PDeCAT”.

O PDeCAT integra, juntamente com a Esquerda Republicana Catalã e outros partidos, a coligação Junts pel Sí, que apoia o governo catalão no parlamento regional.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente da Samsung morre aos 78 anos

O presidente da Samsung Electronics, Lee Kun-hee, morreu este domingo aos 78 anos, disse o grupo sul-coreano em comunicado. Lee, que transformou o grupo num gigante global das telecomunicações, estava acamado desde um ataque cardíaco em …

Chuva de críticas à F1 em Portimão. Organização promete expulsar quem não cumprir distanciamento

Fotografias das bancadas da Fórmula 1 em Portimão começaram a correr este sábado nas redes sociais, gerando alguma polémica e descansando uma série de críticas, uma vez que as bancadas pareciam ter mais público do …

Ordem dos Médicos alerta para “grave sobrecarga” nas urgências pela Linha SNS 24

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) alertou que a atuação da Linha SNS 24, no âmbito da covid-19, causa uma “grave sobrecarga” nas urgências, pelo que defende alterações na referenciação dos …

"Votei num tipo chamado Trump". Presidente dos EUA votou antecipadamente na Florida

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, votou este sábado antecipadamente em West Palm Beach, na Florida, para as eleições presidenciais, juntando-se aos quase 55 milhões de americanos que também já o fizeram. Donald Trump …

Chegou o camião autónomo que não precisa de motorista para se deslocar

No ano passado foi lançado o T-pod, um protótipo de um camião elétrico autónomo e sem cabine. Agora, o seu fabricante, a empresa sueca Einride, revelou a última geração do veículo, que vai passar a …

"O medo não é a vacina". Centenas de pessoas contestam medidas do Governo em Lisboa

Centenas de pessoas contestaram este sábado as medidas impostas pelo Governo para mitigar os efeitos da pandemia de covid-19, com gritos pela “liberdade” e pela “verdade”, numa manifestação realizada na praça do Rossio, em Lisboa. A …

Os humanos estão a pôr em causa a alimentação dos animais predadores

Os animais predadores que vivem perto de humanos estão a obter metade dos alimentos supostos e isso pode ser muito prejudicial, referem investigadores americanos. De acordo com um novo estudo publicado no jornal Proceedings of the …

Plataformas de streaming passam a ter de pagar 1% do seu lucro ao Estado

As plataformas de streaming passam a pagar uma taxa, após a proposta de lei ser aprovada esta sexta-feira, na Assembleia da República. Serviços como a Netflix, a HBO Portugal ou a Disney +, passam a …

Porto 1-0 Gil Vicente | Dupla Shoya-Evanilson embala “dragão”

Difícil, mas justo. O FC Porto recebeu o Gil Vicente numa noite chuvosa no Dragão, dominou claramente até aos 75 minutos – altura em que Zaidu foi expulso – e venceu por 1-0. Um resultado …

O novo recurso da Google encontra qualquer música. Basta cantarolar, assobiar ou cantar

Na semana passada, a gigante tecnológica da Google lançou uma versão atualizada da aplicação que ajuda a encontrar qualquer música que esteja presa na sua cabeça - mas que não saiba o nome. Com a nova …