Ministro da Defesa tem “todo o gosto” em esclarecer Assembleia da República sobre Tancos

Tiago Petinga / Lusa

O ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes

O ministro da Defesa, Azeredo Lopes, garantiu hoje ter “todo o gosto” de prestar esclarecimentos na Assembleia da República, na segunda-feira, sobre o caso do alegado furto de armamento nos paióis de Tancos.

“Sou membro de um órgão de soberania e nunca esqueço isso. Independentemente de tal facto, sempre fui à Assembleia quando fui convidado para tal”, disse Azeredo Lopes em Washington, nos EUA, no final de um encontro no Pentágono com o secretário da Defesa norte-americano, James Mattis.

“Nunca, em nenhuma circunstância, se bem me recordo, deixei de ir à Assembleia quando para tal fui convidado, e irei com todo o gosto, esclarecer o que for necessário”, acrescentou o ministro.

O ministro recusou, no entanto, comentar as declarações feitas numa entrevista publicada no domingo no Diário de Notícias e transmitida na rádio TSF, na qual admitiu poder não ter havido qualquer furto nos paióis de Tancos.

“Não vou, nos EUA, comentar uma questão interna. Como sempre disse, acho que basta perceber português para se contextualizar aquilo que eu disse (…) Estou nos EUA, vim para uma série de reuniões muito importantes, não vou maçar os portugueses com mais comentários sobre esse assunto”, disse o ministro.

Os grupos parlamentares do PSD e do CDS-PP requereram hoje a realização de um debate de atualidade na próxima segunda-feira, com o tema “o alegado furto de Tancos”, esperando a presença do ministro da Defesa, Azeredo Lopes.

O objetivo, indicou, é a clarificação das declarações do ministro, em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, na qual admitia, na ausência de provas, “por absurdo” que no limite podia não ter havido furto.

Na entrevista, Azeredo Lopes referiu-se à falta de provas visuais, testemunhais ou confissão e admitiu que “no limite” pode não ter havido qualquer roubo.

“No limite, pode não ter havido furto nenhum. Como não temos prova visual nem testemunhal, nem confissão, por absurdo podemos admitir que o material já não existisse e que tivesse sido anunciado… e isto não pode acontecer”, disse.

Em junho, o Exército revelou a violação dos perímetros de segurança dos Paióis Nacionais de Tancos e o arrombamento de dois ‘paiolins’, tendo desaparecido granadas de mão ofensivas e munições de calibre nove milímetros.

Entre o material de guerra furtado dos Paióis Nacionais de Tancos estavam “granadas foguete anticarro”, granadas de gás lacrimogéneo e explosivos, segundo a informação divulgada pelo Exército.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Hotelaria pressiona Governo. Quer que turistas com estadias marcadas possam circular entre concelhos

A proibição de deslocação entre concelhos entre dia 30 de outubro e 3 de novembro de modo a evitar contágios agradou a alguns, mas não ao setor hoteleiro, que quer ser deixado de fora da …

Ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa suspensa a partir de hoje (e durante 45 dias)

A Transtejo tinha informado que a ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa estaria suspensa a partir desta segunda-feira, por 45 dias, devido a obras, mas será assegurado transporte rodoviário até ao terminal de Almada. “A …

Nagorno-Karabakh. Arménia e Azerbaijão acusam-se mutuamente de violação de novo cessar-fogo

A Arménia e o Azerbaijão trocaram esta segunda-feira acusações pela violação de um novo cessar-fogo acordado no domingo para pôr fim às hostilidades no enclave de Nagorno-Karabakh, que deveria ter entrado hoje em vigor. A Arménia …

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …

Chilenos votam de forma esmagadora para substituir Constituição de Pinochet

Os chilenos votaram de forma esmagadora, este domingo, a favor de uma nova Constituição para substituir a herdada da era do ditador Pinochet, num referendo realizado um ano após uma revolta popular contra a desigualdade …