Cientistas de todo o mundo juntam-se para salvar a Terra dos robôs assassinos

Milhares de cientistas e académicos, incluindo o astrofísico britânico Stephen Hawking, lançaram esta terça-feira um apelo para a proibição de armas ofensivas autónomas, ou “robôs inteligentes assassinos”, alertando para o perigo de poderem errar alvos ou ser usados por terroristas.

“As armas autónomas escolhem e acertam em alvos sem intervenção humana. Têm sido descritas como a terceira revolução na prática da guerra, após a pólvora e as armas nucleares”, afirmam os signatários, numa carta aberta publicada na abertura da IJCAI, a Conferência Internacional sobre Inteligência Artificial, em Buenos Aires.

Os robôs assassinos inteligentes, que podem tomar a decisão de matar sem controlo humano – ao contrário dos ‘drones’ telecomandados que ainda precisam de intervenção humana – estão a preocupar as Nações Unidas, os cientistas e as organizações de defesa dos direitos humanos.

Na linha da frente das preocupações da comunidade científica e empresarial com o avanço da Inteligência Artificial estão personalidades como Stephen Hawking, Elon Musk ou Bill Gates, que em Fevereiro manifestou as suas preocupações com o avanço da IA.

Hawking, um dos mais proeminentes astro-físicos do mundo, revelou em dezembro do ano passado que temia que a Inteligência Artificial pudesse destruir a humanidade.

Um dos fundadores da Apple, Steve Wozniak, acha também que os robôs vão conquistar o mundo – mas não está preocupado, porque os homens serão as suas mascotes, e bem tratados pela nova espécie dominante.

Em sentido contrário, Linus Torvalds, o fundador do sistema operativo Linux, diz que a ameaça da Inteligência Artificial é “má ficção científica”.

Duas reuniões de peritos já foram realizadas em Genebra sobre o assunto, como parte da Convenção da ONU sobre Certas Armas Convencionais.

“A tecnologia de inteligência artificial chegou a um ponto onde o desenvolvimento daqueles sistemas é, praticamente senão legalmente, possível nos próximos anos, mais do que nas próximas décadas”, referem na carta aberta investigadores de professores de Harvard, Berkeley, Cambridge, Liège.

Toby Walsh, professor de Inteligência Artificial na Universidade New South Wales, na Austrália, e signatário do ato, afirmou que “todas as tecnologias podem ser utilizadas para o bem e para o mal”.

Para o professor, o desenvolvimento da inteligência artificial deve ser feito, mas de maneira regulamentada, visto que as aplicações civis são múltiplas, e acompanhada de uma legislação restrita.

Toby Walsh salientou também que as empresas de armamento dos principais países desenvolvidos têm feito progressos consideráveis no desenvolvimento da Inteligência Artificial com aplicações militares.

Levará centenas de anos até que os robôs possam ter mais inteligência do que os humanos”, disse há cerca de um mês Steve Wozniak, “e serão necessários muitos anos até que tudo o que nos rodeia seja controlado por computadores e robôs”.

Mas segundo os cientistas participantes na IJCAI-15, Wozniak está enganado. Os robôs inteligentes que vão controlar o mundo poderão estar já ali ao virar da esquina.

ZAP / Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Mário Centeno pode vir a suceder a Christine Lagarde no FMI

Um dia depois de Christine Lagarde ter apresentado oficialmente a carta de demissão do cargo de diretora administrativa do Fundo Monetário Internacional (FMI), os ministros das finanças da Alemanha, Itália e França estão a discutir …

Votação inédita com um deslize da AR TV. Direita e Esquerda alinhadas no caso CGD

O relatório final da comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD) foi aprovado por unanimidade. É a primeira vez que todos os partidos se juntam, no mesmo lado da barricada, num inquérito …

Rui Rio afasta Hugo Soares das listas para as legislativas

O presidente do PSD, Rui Rio, afastou o antigo líder parlamentar do partido Hugo Soares das listas para as legislativas de outubro, escreve o i esta quinta-feira. De acordo com o diário, Hugo Soares não deverá …

Segurança de Notre Dame demorou 30 minutos a chamar bombeiros

O primeiro alerta de "fogo" terá surgido no painel de controlo do monumento às 18h18 locais, no dia 15 de abril, mas só 25 minutos depois foram verificar se algo se passava na cobertura da …

EUA revelam preocupação com desenvolvimento de armas nucleares russas

Os EUA demonstraram esta quarta-feira preocupação com o desenvolvimento de armas nucleares não estratégicas por parte da Rússia, numa reunião com uma delegação russa, na Suíça, para tentar “reduzir mal-entendidos”. A reunião em Genebra, que juntou …

Bastonário dos Médicos diz desconhecer acordo sobre Lei de Bases da Saúde

O bastonário da Ordem dos Médicos disse hoje desconhecer o acordo parlamentar sobre a Lei de Bases da Saúde e considerou "no mínimo estranho” que os portugueses não tenham acesso a um documento tão importante …

OMS decreta estado de emergência global devido ao Ébola na República Democrática do Congo

A epidemia de Ébola que se faz sentir na República Democrática do Congo foi considerada esta quarta-feira uma emergência global de saúde pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde, Tedros …

Os Vikings podem ter fumado canábis enquanto exploravam a América do Norte

A descoberta do pólen de canábis perto de um assentamento Viking na Terra Nova levanta a questão sobre se os vikings fumavam ou comiam canábis enquanto exploravam a América do Norte. Os investigadores também encontraram evidências …

Marcelo confessa que vai ter “verdadeiramente saudades” da atual composição do Parlamento

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, confessou esta quarta-feira que vai ter "verdadeiramente saudades" da atual composição da Assembleia da República, salientando a centralidade inédita do parlamento na atual legislatura. Por ocasião do final …

Bebé Matilde vai ter alta do hospital esta quinta-feira

A bebé Matilde, que nasceu com atrofia espinhal muscular tipo I e tem estado internada no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, vai ter alta esta quinta-feira. Os pais dizem ainda que não têm novidades …