Fundador do Linux diz que ameaça da Inteligência Artificial é “má ficção científica”

workinpana / Flickr

-

O fundador do Linux, Linus Torvalds, diz que não partilha a visão de que a inteligência artificial (IA) representa uma ameaça para a espécie humana, descrevendo esse medo como “má” ficção científica.

São muitas as figuras da tecnologia e da ciência que nos últimos tempos têm expressado as suas preocupações com a singularidade tecnológica – o momento em que as máquinas se vão tornar mais inteligentes do que o homem – e eventualmente exterminá-lo.

Entre essas personalidades, encontram-se nada menos que o fundador da Microsoft, Bill Gates, o visionário CEO da Tesla, Elon Musk, o físico Stephen Hawking e o cofundador da Apple, Steve Wozniak.

Elon Musk chegou mesmo a doar dez milhões de dólares para nos proteger da ameaça iminente; e Wozniak disse recentemente que irá chegar o dia em que as máquinas vão tratar os humanos como animais de estimação.

Mas Linus Torvalds pensa de forma diferente.

Numa Q&A com os utilizadores do Slashdot, assegurou que não percebia “a razão para tanto medo”.

“Nós vamos ter IA, e vai ser quase certamente através de algo muito parecido com as redes neurais recorrentes”, disse em resposta a um utilizador.

“A questão é que, uma vez que esse tipo de IA vai precisar de treino, não vai ser fiável no sentido do computador tradicional. Não estamos no tempo da linguagem prolog, em que as pessoas pensavam que entendiam as verdadeiras tomadas de decisão na IA”, diz Torvalds.

“Isto torna a questão muito interessante, claro, mas também faz com que seja mais difícil de desenvolver esta tecnologia. Isso vai limitar onde vamos encontrar essas redes neurais, e que tamanho, inputs e outputs vão ter”, acrescenta o fundador do sistema operativo Linux..

“Eu esperaria então algo mais (e mais sofisticado) do que IA orientada e parecida com o ser humano. Reconhecimento de linguagem, reconhecimento de padrões, coisas desse género…”, diz Tornvalds.

“Não consigo imaginar uma situação em que de repente tenhas uma crise existencial porque a tua máquina de lavar louça começou a discutir Sartre contigo”, acrescenta.

“Eventos como a singularidade tecnológica?” pergunta Torvalds. “Sim, é ficção científica, e não é muito boa ficção científica nesse aspeto, a meu ver”.

“Crescimento exponencial infinito? Que drogas tomam essas pessoas? A sério”, diz.

B!T

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. …Não é das drogas. É que certas pessoas têm necessidade, a partir de dúvidas do (in)(sub)consciente, de criar um imaginário refletido de crenças adornadas de mistificações, sobretudo quando saem da casa de banho e “aquilo” corre mal… Sobe-lhes à cabeça e atrofia-lhes os neurónios… A percepção é a sua “realidade”. Delas.
    Tb tenho a percepção que dentro em breve, após a saga que por aí anda, vão aparecer novas seitas-veículos… Já sabem das baratas com gerador de impulsos acoplados às costas? Segundo trabalho académico de agregação do multitrilionário Dr. Mr. Isac Calça Curta Jr. aquelas são “INVADERS” conforme estudo traduzido em mais de 20 línguas e outros tantos dialetos – Cockroach of the Dark Side of Andrómeda (Baratas do lado Oculto de Andrómeda. Sabiam?

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …