“Milagre português” na gestão da covid-19 pode dar vantagem no turismo

A boa impressão que Portugal deixou a nível internacional no que toca à gestão da pandemia de covid-19 pode revelar-se um trunfo aquando da retoma do turismo a nível mundial.

A gestão que Portugal tem feito da pandemia de covid-19 deixou uma boa impressão além fronteiras. Aquilo que a imprensa internacional apelidou de “milagre português” pode trazer uma “vantagem competitiva” na retoma do turismo, opina o presidente da Associação do Alojamento Local em Portugal (ALEP), Eduardo Miranda.

“Já tínhamos uma imagem forte de um país seguro, de confiança e no topo da lista do turismo. Agora, esta gestão positiva da crise veio reforçar também essas ideias”, disse o empreendedor.

“Isso pode ser uma vantagem competitiva de Portugal. Agora, tudo passa pela negociação entre países. Uma coisa é haver uma apetência pelos turistas, de virem primeiro para Portugal, porque confiam em Portugal; outra coisa é as rotas estarem abertas”, acrescentou em declarações à Rádio Renascença.

Eduardo Miranda salienta que há sinais de retoma nas zonas balneares, mas que nos centros urbanos a situação permanece complicada. O presidente da ALEP pede mais “apoios a fundo perdido” para o setor, que vai atravessar “um ano duríssimo”.

O facto de muitos portugueses optarem por fazer férias em Portugal já é, por si só, um sinal de esperança, admite. Eduardo Miranda salienta que há um interesse crescente por propriedades isoladas no interior, que “é quase os portugueses a descobrirem determinadas zonas do país”.

Ainda assim, prevê uma queda de reserva e faturação muito significativa, “talvez menos de metade do que era o período homólogo do ano passado”. Como alternativa, o que muitos estão a tentar fazer é criar um “plano B” para se aguentarem até que haja uma retoma mais sólida.

Eduardo Miranda afasta também uma descida dos preços, realçando que “isso seria um erro enorme”.

“O problema neste momento não é uma questão de preço, pelo contrário. Quando começarem as aberturas internacionais, os potenciais turistas vão estar à procura de condições especiais, condições de limpeza, de higienização, isso vai ter custos adicionais. Eles querem, acima de tudo, confiança e, portanto, talvez até estejam disponíveis a pagar por essa confiança”, disse o presidente da ALEP à Renascença.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Só espero, por esta e outras razões (entre as quais está a morte de cidadãos) que os números não disparem em resultado da falta de disciplina.

RESPONDER

Multas de transportes públicos não são cobradas há três anos (e já chegam aos 17,6 milhões de euros)

As multas nos transportes públicos não estão a ser cobradas desde setembro de 2017 e já chegam a mais de 17,68 milhões de euros. As primeiras multas desde que foi alterado o regime de sanções, …

Football Leaks. PGR e FPF só souberam de ataques informáticos pela PJ

A Procuradoria Geral da República (PGR) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) só souberam que tinham sido alvo de ataques informáticos através da Polícia Judiciária (PJ), revelou esta quinta-feira o inspetor José Amador no …

Governo prolonga prazo das moratórias até setembro de 2021. Portugal em contingência até 14 de outubro

O Conselho de Ministros decidiu prorrogar, esta quinta-feira, a vigência da situação de contingência em Portugal continental até às 23h59 de 14 de outubro. As moratórias de crédito foram prolongadas até 30 de setembro de …

Trump diz que diretrizes mais rigorosas para aprovação de vacina são “jogada política”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, esta quarta-feira, que a Casa Branca “pode ou não” aprovar novas directrizes da Food and Drug Administration. As novas diretrizes para aprovação de vacina contra a covid-19 exigem …

Maduro insta ONU a criar fundo que garanta alimentos e medicamentos

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs que a Organização das Nações Unidas (ONU) crie um fundo rotativo de compras públicas para garantir o acesso a alimentos e a produtos de saúde, financiado com recursos …

Mais três mortes e 691 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 691 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …

2 em 1. Ryanair está a oferecer um voo na compra de outro (e é só hoje)

Já estava com saudades de viajar e conhecer novos países? A Ryanair não quer que lhe falte nada. A companhia aérea low cost lança uma promoção “inédita” e garante uma oferta 2 em 1. As …

Autarca de Almada diz que declarações sobre Bairro Amarelo foram descontextualizadas

A presidente da Câmara de Almada disse esta quarta-feira que as suas afirmações sobre o Bairro Amarelo surgiram em resposta a uma pergunta feita pelo Bloco de Esquerda (BE), considerando que foram descontextualizadas devido …

Vendas tardam em recuperar. Empresas pouco preparadas para mudanças

Um estudo do Banco de Portugal (BdP), publicado na quarta-feira, revelou que as empresas enfrentam um "cenário de recuperação muito gradual" do volume de negócios para níveis anteriores à pandemia e poucas estão preparadas para …

Hospital de Lisboa deixou entrar pessoas sem máscara

O Hospital da Luz, em Lisboa, permitiu a entrar e circulação de pessoas sem máscara dentro das instalações. O hospital garante que foi um "erro humano" e que não voltará a acontecer. A Rádio Renascença escreve, …