OMS responde a Trump. “Ponham em quarentena a politização do vírus”

unisgeneva / Flickr

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS)

O diretor-geral da OMS pediu, reiteradamente, para não politizarem a luta contra o novo coronavírus e insistiu para que “ponham em quarentena a politização do vírus”.

Tedros Adhanom Ghebreyesus falava numa conferência de imprensa online, na sede da OMS, em Genebra, comentando, assim, as críticas à organização por parte do Presidente dos Estados Unidos, que admitiu suspender a contribuição do país para a organização, que, considerou, tem favorecido demasiado a China e tem administrado mal o combate à covid-19.

Na conferência de imprensa, o responsável da OMS, questionado sobre o assunto, não se referiu diretamente a Donald Trump, mas insistiu para que não se politize o vírus nem se use a covid-19 para “marcar pontos políticos”, porque há “outras formas de se darem provas”.

“Por favor, ponham em quarentena a politização do vírus”, repetiu diversas vezes Ghebreyesus, afirmando também que não se importa com ataques que lhe sejam dirigidos, porque está focado em salvar vidas.

“Não fazemos política na OMS”, afirmou, dizendo também que tem sido alvo de ameaças e de ataques pessoais, até racistas, acrescentando que tem orgulho na sua cor e que os ataques pessoais não o afetam, só o afetam quando é toda a comunidade africana a ser insultada.

O diretor-geral da OMS também pediu por duas vezes para que os Estados Unidos e a China se unam na luta contra a covid-19, e agradeceu aos Estados Unidos o “generoso apoio” na luta contra a pandemia.

O responsável insistiu na necessidade de união em cada país na luta contra o vírus, que aumenta com as divisões, alertando: “Por favor não politizem este vírus, se não querem mais mortes não politizem”.

E insistiu também na importância da solidariedade global, dando o exemplo da luta para a erradicação da varíola, que juntou Estados Unidos e URSS, em plena Guerra Fria.

“Agora também a China e os Estados Unidos têm de estar juntos nesta luta“, referiu, acrescentando: “Repito, este vírus é muito perigoso, precisamos de unidade, a unidade é a única opção para derrotar o vírus”.

António Guterres deixa críticas a Trump

Quando a pandemia terminar, “haverá tempo” para avaliar a atuação da OMS, mas “agora é a hora da unidade“, sublinhou o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, citado pelo seu porta-voz, Stéphane Dujarric, segundo a agência France-Presse.

Guterres criticou as declarações feitas pelo chefe de Estado norte-americano, considerando que “é possível que diferentes leituras sejam feitas” com as mesmas informações disponíveis.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 82 mil. Dos casos de infeção, cerca de 260 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro do ano passado, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a OMS a declarar uma situação de pandemia.

Os Estados Unidos registaram mais de 400 mil pessoas contagiadas pela doença e já contabilizaram mais de 13 mil mortos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. O sr. Tedros Ghebreyesus não tem moral para falar visto ser responsável pela ocultação da epidemia de cólera na Etiópia e de atentar contra os direitos humanos no seu país.

    • Caso não tenhas percebido, quem falou foi a OMS!!
      E qual pessoa tem mais moral que o Trump; um tosco ignorante que só diz e faz cenas dignas de uma criança mimada!…

        • E tem que manter a carneira americana distraída…
          Quando aquilo começou a correr mal, para desviar as atenções, arranjou mandatos para ir atrás do “traficante” Maduro… agora, como não gosta da verdade, ameaça a OMS!…
          Enfim…

  2. O Etíope quer o ordenado ao fim do mês e pouco mais, é um incompetente, mas é sempre giro ter um africano á frente destas organizações que se estão cagando para os ocidentais.

  3. O facto do Trump ser um palerma não lhe tira a razão nesta situação.
    A OMS se quer ser fazer o seu trabalho sem politização devia ter feito um trabalho honesto, transparente, verdadeiro e útil quando esta epidemia começou na China.
    Devia ter considerado os resultados de Taiwan logo de início e divulgá-los para o Mundo, sem ter considerações sobre se a China se iria importar com isso.
    Era o que tinha sido melhor para o Mundo.

    • Bem observado, mas o Trump/EUA são os principais culpados disso!!
      Quando a maior potência do mundo se rende aos caprichos da ditura da China e deixa de reconhecer oficialmente Taiwan (embora tenham relações muiiiito próximas), está tudo dito!
      A OMS não faz milagres!…
      A realidade mostra bem a hipocrisia do mundo e o Trump não tem qualquer moral devia ser o último a criticar a OMS, a ONU, etc, etc… ela aí está:
      .
      “Só 17 países resistem à China e mantêm relações diplomáticas com Taiwan”
      .
      dn.pt/edicao-do-dia/22-ago-2018/so-17-paises-resistem-a-china-e-mantem-relacoes-diplomaticas-com-taiwan-9744400.html

      • Talvez estejas a confundir Trump com os políticos dos EUA.
        Um presidente não pode fazer tudo, especialmente quando a missão de qualquer oposição é fazer a vida negra ao lado oposto.(E os democratas tem jogado mais baixo que nunca)

        Nem eu, nem tu nem virtualmente ninguém conseguiria fazer melhor trabalho naquele que é o maior tacho/pântano de cobras e coiotes do mundo (EUA).

        Por isso em vez de estares a bater no Presidente Trump, bate na hipocrisia do ser humano (no qual certamente estás incluído em muitas das escolhas que já fizeste e nem preciso saber quem és, só que és uma pessoa como qualquer outra)

        Falar é fácil, fazer nem tanto, se tivesses feito, de forma duradoura visível e consistente, talvez já serias uma referencia mundial e não a escrever panfletos num site destes.

        • Tu é que, claramente, estás mesmo confuso e a baralhar tudo!…
          Claro que me refiro ao Trump e às suas constantes alarvidades e ameaças – uma autêntica criança birrenta que ataca tudo e todos sempre que a realidade o contraria!!
          Como fez agora com a OMS.
          Sim, ele não pode fazer tudo – e ainda bem – senão imagino a desgraça que seria para os EUA (e para o mundo)!…
          Eu “bato” em quem faz merd@ e nisso ninguém ganha ao Trump – basta ele abrir a boca (o Twitter)…
          .
          Nos EUA ninguém consegue fazer melhor do que o Trump??!
          Bem… fiquei na dúvida se querias escrever “pior”, se é ironia ou se estás mesmo “alienado”…
          .
          É… o Trump é referência mundial no disparate… tu, se continuares assim a tentar desculpar a estupidez e desviar o assunto do essencial, podes ir longe…

Responder a Eu! Cancelar resposta

"Tão lentamente quanto humanamente possível". Site simula como era usar a Internet nos anos 90

Se é jovem e gostaria de experimentar as velocidades lentas da Internet dos anos 90, está com sorte. Um novo site simula a experiência dolorosa à qual já não estamos habituados com as redes atuais. Nos …

Novembro vai ser “muito duro e muito exigente” (e fechar escolas seria uma "grande falta de respeito")

O primeiro-ministro, António Costa, avisou hoje que “convém não criar falsas expectativas”, porque novembro vai ser “muito duro e muito exigente”, sendo maior a probabilidade de, daqui a 15 dias, acrescentar mais concelhos à lista …

O Torsus Praetorian é o autocarro mais radical de sempre (e não permite faltas à escola)

Cheias, árvores caídas ou tempestades. Há muitas razões para faltar à escola ou, neste caso, haviam. É que a Torsus lançou um novo autocarro capaz de enfrentar todos os obstáculos e transportar as crianças até …

Spot, o cão-robô, visitou Chernobyl (e analisou os seus níveis de radiação)

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Bristol visitou a Central Nuclear de Chernobyl na semana passada para testar Spot, um robô de quatro patas feito pela empresa norte-americana Boston Dynamics. O Spot é o robô …

Sangue de porco é mais proteico do que qualquer proteína do mercado (e pode ser consumido em smoothies)

Uma equipa de investigadores do departamento de ciência alimentar da Universidade de Copenhaga desenvolveu um método para extrair proteínas do sangue de porco. O resultado é um pó fino, branco, com sabor neutro e com …

Costa anuncia cinco medidas restritivas para 121 concelhos "de elevado risco" e reforços da capacidade de resposta

Após um Conselho de Ministros extraordinário que durou mais de 8 horas, o primeiro-ministro anunciou este sábado novas "medidas imediatas" de combate à pandemia de covid-19. Concelhos "de elevado risco" estão sujeitos a medidas restritivas, …

Escola na China transformou-se num "edifício andante" para evitar a demolição

Os residentes da cidade chinesa de Xangai que, no início deste mês, passaram pelo distrito de Huangpu podem ter encontrado uma visão incomum: um "edifício andante". De acordo com a cadeia de televisão CNN, uma escola primária …

Joke Boon, a chef holandesa que não tem olfato nem paladar

Joke Boon perdeu o paladar e o olfato quando ainda era criança, mas isso não a impediu de viver da culinária, área na qual estes requisitos são, à partida, essenciais.  "Como seria a minha vida se …

Portugal com mais 39 mortos, mais 4007 casos e recorde de internamentos graves

Portugal registou hoje 39 mortos e mais 4.007 casos de novas infeções pelo novo coronavírus, tendo alcançado um novo recorde de 286 doentes internados nos cuidados intensivos por covid-19, segundo a Direção-Geral da Saúde. Registou-se este …

Leiloada carta de Nobel antissemita a desprezar Einstein e os judeus

Uma carta escrita em 1927 pelo Prémio Nobel Philipp Lenard a um colega a reclamar das conquistas de Einstein e do suposto domínio judaico da ciência foi a leilão no Nate D. Sanders Auctions, em …