Só com máscara, marcação e sem bijuterias. O regresso ao cabeleireiro na nova normalidade

O setor dos cabeleireiros deverá reabrir gradualmente ao público a partir do dia 2 de maio, quando a segunda prorrogação do estado de emergência decretada pelo Presidente da República tiver terminado – mas há regras.

O acesso a estes espaços dependerá sempre de uma marcação prévia e da imposição de um número limitado de pessoas dentro dos estabelecimentos, adiantou, em comunicado enviado à agência Lusa, a presidente da Associação Portuguesa de Barbearias, Cabeleireiros e Institutos de Beleza, Cristina Bento.

Agora, a mesma responsável adianta ao Expresso mais algumas regras que serão necessárias: além da marcação, os clientes devem dirigir-se a estes estabelecimentos com máscara – ou viseira – sem anéis, colares, brincos, pulseiras.

“As pessoas têm de perceber que só podem levar o que é essencial porque tudo o que entra num salão pode estar contaminado e aumenta os riscos”, disse Cristina Bento.

Será ainda obrigatório lavar e desinfetar as mãos à entrada e os clientes devem evitar levar sacos extra ou desnecessários para o estabelecimento. À semelhança do que vem sendo aplicado, os cumprimentos também serão abolidos.

“Temos de nos habituar a seguir as recomendações com naturalidade. Se virmos alguém desinfetar a cadeira onde estivemos sentados, temos de perceber que é para o bem de todos nós. Se o serviço estiver atrasado e for preciso esperar um pouco à porta, como no supermercado ou na farmácia, também”, explicou a mesma responsável.

O semanário Expresso escreve ainda que também passará a ser “natural ver o cabeleireiro de luvas, máscara ou viseira, sempre de mangas compridas, aceitar que ele tire a temperatura corporal ao cliente antes de o deixar entrar, ter cada trabalhador a preencher uma tabela de registo de sintomas”.

O decreto presidencial que prolonga até 2 de maio o estado de emergência iniciado em 19 de março prevê a possibilidade de uma “abertura gradual, faseada ou alternada de serviços, empresas ou estabelecimentos comerciais”.

Na quinta-feira, o primeiro-ministro apontou para maio a possibilidade de as creches reabrirem e de os serviços da administração pública retomarem o atendimento presencial aos cidadãos, e garantiu abundância de materiais de proteção individual no mercado.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. Como é que se corta o cabelo ao cliente com uma viseira ou máscara colocada?
    E como fazer a barba com a máscara na face?

    E de que adianta tirar a temperatura ao cliente, à entrada?
    Se ele pode estar contaminado e não ter quaisquer sintomas, o que adianta?

  2. Compreendo que esclareçam acerca dos cabeleireiros, mas associado a estes serviços estão sempre os de estética. Quais os procedimentos em relação a esta área? E os Spas, como vai ser? Já estipularam também regras ? Como saber?

    • Cara Ana

      Agradecemos desde já a sua questão.
      Informamos que durantes os próximos tempos a humanidade terá de voltar ao tempo das cavernas sem grandes doses de embelezamento exterior. Hoje, como sempre, é fundamental apostar na beleza interna.

      Disponha
      Um transeunte

  3. Só não compreendo a razão porque não se aplicaram os mesmos requisitos para quem vai às compras nas grandes superfícies, nomeadamente o uso de anéis e pulseiras

    • Regras muito bonitas. Lavar uma cabeça com tinta e viseira, fazer um brushing ou um corte, com viseira, sendo que o elástico apanha parte da cabeça da cliente. Para não falar em tirar um buço ou arranjar umas sobrancelhas… Agora tenho uma dúvida: se precisar de um táxi, qual a distância entre o condutor e o/os passageiros? O carro é desinfectado entre clientes? Tira a temperatura ao cliente, antes de entrar no veículo e faz um registo? Obriga as senhoras a tirar os enfeites? E se o cliente for às compras e precisar de um táxi para voltar para casa? Deixa os sacos no lado de fora do carro? Ainda bem que eles não terão de trabalhar com um secador em pleno Verão e mangas compridas…

  4. Arranjar o cabelo da cliente tendo a mesma viseira colocada, obriga-nos a fazer um curso de Nijnja, o Estado também subsidia? Uma vez que na comunicação Social é tão generoso…..

    • Regras muito bonitas. Lavar uma cabeça com tinta e viseira, fazer um brushing ou um corte, com viseira, sendo que o elástico apanha parte da cabeça da cliente. Para não falar em tirar um buço ou arranjar umas sobrancelhas… Agora tenho uma dúvida: se precisar de um táxi, qual a distância entre o condutor e o/os passageiros? O carro é desinfectado entre clientes? Tira a temperatura ao cliente, antes de entrar no veículo e faz um registo? Obriga as senhoras a tirar os enfeites? E se o cliente for às compras e precisar de um táxi para voltar para casa? Deixa os sacos no lado de fora do carro? Ainda bem que eles não terão de trabalhar com um secador em pleno Verão e mangas compridas…

  5. Eu não compreendo como se fala em abrir no dia 2de Maio se as normas ainda não foram decretadas e publicadas em diário da República, Pura especulação.

RESPONDER

Costa dá guião a deputados do PS sobre bazuca e promete plano nacional

António Costa reuniu-se com deputados do PS para elucidar sobre a aplicação da bazuca europeia. O primeiro-ministro prometeu um plano nacional para os setores mais afetados. Com as eleições autárquicas à porta e 16 mil milhões …

"Mini cérebros" criados em laboratório sugerem mutação que revolucionou a mente humana

A mudança de uma única letra no nosso código genético pode ter desencadeado um novo nível de função cerebral em humanos modernos, sugere um novo estudo. Como é que nós, humanos, nos tornamos o que somos …

6% da população já recebeu uma dose da vacina. 3% tem a vacinação completa

Portugal já vacinou 603.486 pessoas com a primeira dose da vacina contra a covid-19, com 168.798 a serem vacinadas na última semana, das quais 265.281 pessoas já têm a vacinação completa, informou o Ministério da …

Costa avisa: "A ideia de que as tragédias não se repetem é uma ideia falsa"

O primeiro-ministro fez, esta terça-feira, um veemente apelo à manutenção da disciplina individual para a contenção da covid-19, dizendo que Portugal não pode esquecer o que aconteceu no mês de janeiro. "Apelo ao sentido cívico de …

Marta Temido admite professores e funcionários prioritários na vacinação

A ministra da Saúde, Marta Temido, admitiu esta terça-feira que "está a ser analisada" a possibilidade de vacinar os professores e funcionários de escolas no arranque do desconfinamento.  Esta terça-feira à noite, numa entrevista à SIC, …

Explosão em centro de testes nos Países Baixos. Polícia suspeita que tenha sido "intencional"

O centro regional de testes do conselho de saúde em Bovenkarspel, nos Países Baixos, foi atingido por uma explosão na manhã desta quarta-feira. De acordo com os media locais, que citam a polícia holandesa, a explosão …

A maior parte da vida na Terra vai desaparecer por falta de oxigénio em mil milhões de anos

A previsão dos cientistas é catastrófica: dentro de mil milhões de anos, a atmosfera da Terra vai ter pouquíssimo oxigénio, tornando inabitável a vida aeróbica complexa. No início da história da Terra, os níveis de oxigénio …

Rio faz depender desconfinamento de indicadores (e não da data). Mas plano "já podia e já devia" existir

O presidente do PSD, Rui Rio, voltou esta terça-feira a fazer depender o desconfinamento do país de indicadores a definir pelos cientistas, "independentemente de ser Páscoa ou não, de ser em março ou em abril". No …

Comissão de inquérito ao Novo Banco. Carlos Costa está incontactável

As audições da comissão de inquérito ao Novo Banco arrancam em 10 de março, uma primeira ronda na qual os deputados querem ouvir o antigo governador do Banco de Portugal Carlos Costa, que o Parlamento …

Computador quântico resolve problema 3 milhões de vezes mais rápido do que um computador clássico

Uma equipa de cientistas da empresa de computação quântica D-Wave demonstrou que consegue simular alguns materiais até três milhões de vezes mais rápido do que com os métodos clássicos. Os cientistas, com a ajuda de investigadores …