Maria Luís Albuquerque desafia Rui Rio a marcar diretas já

António Cotrim / Lusa

A ex-ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque

A ex-ministra das Finanças Maria Luís Albuquerque lamentou este domingo que o presidente do PSD não tenha marcado de imediato eleições diretas para uma verdadeira clarificação, e considerou desnecessários os “ataques pessoais a Luís Montenegro”.

Em declarações à Lusa, Maria Luís Albuquerque assumiu-se como apoiante ao antigo líder parlamentar do PSD, que na sexta-feira se manifestou disponível para ser candidato à liderança do partido e desafiou Rui Rio para convocar diretas de imediato.

“Tenho pena que não tenha sido possível partir de imediato para uma verdadeira clarificação perguntando aos militantes. Tenho pena que o dr. Rui Rio não tenha decidido pedir já eleições diretas para que houvesse verdadeiramente uma clarificação neste momento”, lamentou.

A deputada social-democrata e antiga vice-presidente do PSD considerou que os sinais “são todos muito negativos” e deixam-na “profundamente preocupada” com os cenários do partido para os próximos atos eleitorais.

“Idealmente, a melhor forma de clarificar seria devolvendo a palavra aos militantes e quem saísse vencedor dessa disputa seria um líder reforçado, com uma dinâmica adicional para enfrentar os próximos atos eleitorais”, defendeu.

Questionada se a moção de confiança que Rui Rio irá apresentar num Conselho Nacional extraordinário não permite essa clarificação, a deputada respondeu: “É uma clarificação optando por mecanismos mais formais, mas a decisão foi essa e teremos de aguardar para ver o que é que decorre da apresentação da moção de confiança”.

Sobre o tom do discurso do presidente do PSD, Maria Luís Albuquerque disse ter considerado “profundamente desnecessário” as referências a “questões e ataques pessoais”.

“Luís Montenegro fez um desafio político. Os ataques pessoais, as questões pessoais, não ajudam. A resposta deveria ser muito mais política do que pessoal porque as questões em causa são questões políticas: há um entendimento de que o que está a ser feito pela direção do PSD é prejudicial para o partido, e sendo prejudicial para o PSD é prejudicial para o país”, criticou.

A ex-ministra das Finanças deixou ainda o desejo de que o atual processo em curso no PSD permita dar ao partido “uma perspetiva mais positiva”.

“Que possa mobilizar quer apoiantes, quer militantes, quer simpatizantes e que possamos colocar-nos como alternativa séria à atual governação, não aos apoios que a governação tem, mas à governação propriamente dita porque nos preocupa o rumo que está esta a ser traçado para o nosso país”, defendeu.

// Lusa

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Olha quem ela é… depois do lindo serviço que fez, já quer voltar a pôr a mão no pote!..
    Gente desta faz tanta falta ao PSD (e ao país), como a fome em África!!

  2. Esta, mais o montenegro, mais o relvas, todas da quadrilha do passos coelho, estão a querer voltar ao tacho e ao poder, já com muitas saudades dos tempos em que venderam Portugal ao desbarato e causaram a miséria a milhares de famílias portuguesas…

  3. Bom, creio que esta cidadã e mais a outra do CDS-PP em caso de eleição e coligação dos dois partidos, seriam de imediato detidas, por formação e associação de quadrilha criminosa. Esta vendeu tudo que havia para vender e agora, deve estar a ver o tacho fugir, como os outros revoltosos.

  4. Há pessoas que não sabem perder … Que peça ao atual 1º Ministro como se fazem contas.
    Que volte para onde esteva, para perto do coelho, pois assim ninguém volta a critica-la. Tenha vergonha.

  5. Sra. Ministra,

    Penso que deve dar-se ao respeito.
    Pelo lugar que ocupou neste país, deve dar-se ao respeito.
    Rui Rio foi eleito democraticamente.
    E eu votei Rui Rio e quero voltar a votar Rui Rio nas legislativas.
    A clarificação já foi feita há muito pouco tempo.
    A Senhora deve respeita-la! Mais do que qualquer outro.
    Cumprimentos

  6. Outra ansiosa pela cadeira do poder.
    Não olham a meios, mesmo estando em causa os valores da democracia, que representa o PSD (Sá Carneiro), e parte de um POVO que sempre lhe deu o voto.
    Por mim e nesta fase, se não votar em Rui Rio, voto no Bloco ou no PCP.

  7. Incrível quando alguém consegue reunir tanto consenso negativo numa secção de comentários. E com razão! Ainda vem apoiar o MonteCastanho contra Rui Rio, um homem de rectidão e integridade inquestionáveis… Que nada agrada ás mafias partidárias infiltradas de Maçonarias, Bilderbergs, Opus Deis, e Opus Gays.

    Rui Rio, um gajo cinzentão, apagado, pouco mediático, pouco dado a posturas populistas tipo Quinta das Celebridades… Claro que também não agrada a uma significativa parte do eleitorado, para quem a politica é um futebol de Brunos de Carvalho e Valentins Loureiros. Para esses, quanto mais mafioso e mais espalhafatoso, melhor o líder partidário.

    Num país onde os concertos de Maria Leal tem mais adesão do que os coletes amarelos, também não se pode puxar muito por isto, que não dá pra mais.

Responder a 44 Cancelar resposta

Cartel de construtoras dos estádios do Mundial do Brasil investigado

Foi aberto um processo administrativo para investigar um cartel mantido por empresas de engenharia que atuou nas obras dos estádios usados no Mundial de futebol do Brasil, em 2014. O Governo brasileiro informou esta quarta-feira que …

Novos modelos de carros elétricos vão triplicar. Produção em Portugal "será praticamente inexistente"

O número de modelos de veículos elétricos irá triplicar no mercado europeu até 2021, mas a produção destes veículos em Portugal será praticamente inexistente até 2025, indica um estudo da Federação Europeia dos Transportes e …

Microsoft quer usar a inteligência artificial para salvar a história

Muitas pessoas associam a tecnologia àquilo que vai condenar a nossa espécie, mas a Microsoft planeia agora usar inteligência artificial para preservar a cultura, a linguagem e a história. O projeto "AI for Good", que em …

Bruxelas investiga Amazon por alegado uso de dados pessoais de vendedores

A Comissão Europeia abriu, esta quarta-feira, uma investigação à Amazon para determinar se a empresa usou informações pessoais “confidenciais” de vendedores independentes, quebrando as regras comunitárias na área da concorrência. A Comissão Europeia abriu uma investigação …

Parlamento não sabe o que fazer ao Acordo Ortográfico

Depois de dois anos de meio, foram ouvidas 16 entidades, recebidos 20 contributos escritos, houve uma petição, um projeto de resolução chumbado e uma iniciativa legislativa de cidadãos. Mas a Assembleia da República continua sem …

Ministério da Educação quer reduzir peso excessivo das mochilas dos alunos

O Ministério da Educação lançou esta quinta-feira uma campanha para sensibilizar pais, alunos, professores e diretores escolares a adotar medidas que reduzam o peso excessivo das mochilas dos alunos. A campanha de sensibilização lançada esta quinta-feira …

Morreu o eurodeputado do PS André Bradford. Estava em coma induzido

O eurodeputado do PS André Bradford, que estava em coma induzido desde dia 8 deste mês, faleceu nesta quinta-feira no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, revelou à agência Lusa fonte do PS/Açores. Bradford, …

Crise dos opióides nos EUA: 76 mil milhões de comprimidos e 70 mil overdoses

Entre 2006 e 2012 foram distribuídos setenta e seis mil milhões de comprimidos de duas substâncias opióides, a oxicodona e a di-hidrocodeína. As mais de 70 mil registadas em 2017 representam um aumento para o …

Erosão da costa portuguesa é grave (e vai piorar)

As zonas da costa com ocupação humana são as mais atingidas pelos efeitos da erosão costeira em Portugal, uma situação que vai agudizar-se, apesar das medidas que têm sido tomadas e que custam anualmente milhões …

Oito pessoas sofreram intoxicação por cloro nas piscinas de Odivelas

Oito pessoas sofreram uma intoxicação por cloro na sequência de um derrame nas piscinas municipais de Odivelas, na manhã de quarta-feira. Quatro dos feridos – com reações a nível respiratório – receberam assistência no local e …