Rui Rio convoca Conselho Nacional do PSD

Mário Cruz / Lusa

O presidente do PSD, Rui Rio

O presidente do PSD, Rui Rio, anunciou hoje que pediu a convocação de um Conselho Nacional do partido para que o órgão aprecie e vote uma moção de confiança à sua direção.

“Se for esse o seu entendimento, o Conselho Nacional pode retirar a confiança à direção nacional e assumir democraticamente a responsabilidade de a demitir”, afirmou Rui Rio, numa declaração à imprensa num hotel do Porto.

“Se os contestatários não conseguiram reunir as assinaturas para a apresentação de uma moção de censura, eu próprio facilito-lhes a vida e apresento uma moção de confiança”, acrescentou o líder do PSD.

O presidente do Conselho Nacional do PSD, Paulo Mota Pinto, confirmou entretanto à Lusa que recebeu na sexta-feira à noite o requerimento a pedir a convocação de uma reunião extraordinária deste órgão para votar uma moção de confiança à direção.

“Confirmo que deu entrada esta sexta-feira um requerimento com vista à votação de uma moção de confiança e não deu entrada nenhum outro requerimento”, afirmou Paulo Mota Pinto, contactado pela Lusa.

Questionado para quando irá convocar esta reunião, anunciada hoje pelo presidente do partido, Mota Pinto remeteu o anúncio para “um dos primeiros dias da próxima semana”.

Segundo o regulamento do Conselho Nacional, a convocação de uma reunião extraordinária determina a sua realização “no prazo máximo de 15 dias da receção do requerimento, salvo se outro prazo mais curto for requerido”, devendo ser convocada com a antecedência mínima de três dias.

De acordo com os estatutos do PSD, “o Conselho Nacional reúne ordinariamente de dois em dois meses e, em sessão extraordinária, a requerimento da Comissão Política Nacional, da Direção do Grupo Parlamentar, ou de um quinto dos seus membros”.

O artigo 68.º dos estatutos do PSD determina que “as moções de confiança são apresentadas pelas Comissões Políticas e a sua rejeição implica a demissão do órgão apresentante”.

As normas do partido referem que a aprovação de uma moção de censura à Comissão Política Nacional “exige o voto favorável da maioria absoluta dos membros presentes da assembleia competente” e “determina a convocação do Congresso Nacional no prazo máximo de 120 dias”, sendo omissas, nestes dois pontos, em relação às moções de confiança.

O regulamento do Conselho Nacional determina ainda que as votações do Conselho Nacional se realizam por braço no ar, com exceção de eleições ou se tal for requerido “por pelo menos um décimo dos membros do Conselho Nacional presentes”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Português entre as vítimas mortais em incêndio em Paris

Um cidadão português é uma das três vítimas mortais do incêndio ocorrido no sábado num prédio no centro de Paris, França, disse esta terça-feira à Lusa fonte oficial do Governo. Uma fonte oficial do gabinete do …

Restaurante de Avillez entre os 50 melhores do mundo

O restaurante Belcanto, do chef José Avillez, entrou pela primeira vez para a lista dos melhores 50 melhores restaurantes do mundo, para a 42ª posição. No ano passado, o restaurante, situado no Largo de São Carlos, …

Sevilha terá recusado contratar João Félix por 1,5 milhões. Era "muito dinheiro"

Reforço já garantido pelo Atlético Madrid para a próxima temporada, João Félix poderia por estes dias já andar na Liga espanhola, ao serviço do Sevilha, clube que no arranque da temporada 2018/19 terá recusado contratar …

Carrossel internacional do IVA. 15 empresários detidos em megaoperação da PJ

A Polícia Judiciária (PJ) deteve nesta terça-feira 15 empresários por suspeitas de fraude fiscal e de branqueamento de capitais no âmbito de um esquema conhecido por carrossel internacional do IVA. Está em causa um tipo de …

Portugal é “campeão” dos atrasos na aplicação de medidas anti-corrupção

Portugal foi o país com a maior proporção (73%) de recomendações não implementadas do Grupo de Estados Contra a Corrupção (GRECO), seguido da Turquia (70%), indica o relatório de 2018 deste órgão de monitorização anti …

"Cansado da insolência dos europeus", Irão renuncia a dois compromissos do acordo nuclear

O Irão libertar-se-á “resolutamente” de dois outros dos seus compromissos no quadro do acordo internacional sobre o seu programa nuclear “a partir de 7 de julho”, noticiou esta terça-feira a agência iraniana Fars, citando um …

Héctor Herrera já terá data de apresentação definida no Atlético de Madrid

O internacional mexicano Héctor Herrera vai ser reforço do Atlético de Madrid para as próximas épocas a partir do próximo dia 1 de julho. De acordo com o que escreve esta terça-feira o jornal catalão Mundo …

Ferro Rodrigues escreveu a Itália: "Miguel Duarte agiu por razões humanitárias"

O presidente da Assembleia da República transmitiu ao homólogo italiano a apreensão do parlamento com o processo de Miguel Duarte, investigado em Itália por suspeita de ajuda à imigração ilegal, defendendo que o jovem português …

Últimos moradores do prédio Coutinho ficam sem gás

Os últimos 11 moradores do prédio Coutinho, no centro de Viana do Castelo, ficam esta terça-feira sem fornecimento de gás, afirmou Agostinho Correia, residente que admite ser "difícil" continuar a "fazer vida" no edifício já …

Bruma pode ser apresentado ainda hoje como reforço do FC Porto

Os 'dragões' igualaram a oferta de 15 milhões do PSV e chegaram assim a acordo com o Leipzig para a transferência do jovem internacional português. De acordo com o Mais Futebol, o FC Porto chegou a …