Marcelo espera apuramento dos factos no caso da gestão da “Raríssimas”

José Sena Goulão / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República congratulou-se hoje com o facto de o Ministério do Trabalho, Segurança Social e Solidariedade anunciar que vai avaliar a situação da associação Raríssimas e eventual gestão danosa ou outras irregularidades.

“O Estado tem obrigações nesse tipo de instituições, primeiro porque lhe cabe fiscalizar, depois porque financia. Faz todo o sentido que tenha sido determinado já um inquérito para apurar até ao fim aquilo que aconteceu”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, à margem de uma visita ao bairro de realojamento social da Bela Vista, em Setúbal.

Para o Chefe de Estado, “é importante que se fiscalize, é preciso que se conclua se houve ou não ilegalidade ou irregularidade, que as crianças não sejam punidas por isso e, para o futuro, que não seja preciso denúncias para o Estado saber o que se passa nestas instituições”.

“Para já, não fico com nenhuma imagem da presidente da associação. Para já, o que importa é apurar o que se passa. Não interessa se as pessoas gostam mais ou menos de mim. Não é isso que é influente. É apurar-se o que se passou e verificar se foi respeitada a lei ou não”, acrescentou.

Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou já ter tido oportunidade de visitar a instituição, considerada “um exemplo interno, nacional e internacional”, antes das denúncias que vieram a público.

A TVI divulgou no sábado uma reportagem sobre a gestão da Raríssimas – Associação Nacional de Doenças Mentais e Raras, financiada por subsídios do Estado e donativos.

A investigação mostra documentos que colocam em causa a gestão da instituição de solidariedade social, nomeadamente da sua presidente, Paula Brito e Costa, que alegadamente terá usado o dinheiro em compra de vestidos e gastos pessoais.

A reportagem da TVI falou ainda com Manuel Delgado, actual secretário de Estado da Saúde, antigo consultor da Raríssimas, que disse em entrevista ao canal que o que fez foi “uma colaboração técnica” e que nunca participou em decisões de financiamento.

Também a deputada do PS Sónia Fertuzinhos é referida pela reportagem como tendo feito uma viagem paga pela Raríssimas. Citada pelo Observador, a deputada afirmou que viajou para uma conferência na Suécia da Organização Europeia para as Doenças Raras, mas que reembolsou a IPSS.

Antes da posição do ministério, a direcção da Raríssimas divulgou um comunicado na rede social Facebook no qual diz que as acusações apresentadas na reportagem são “insidiosas e baseadas em documentação apresentada de forma descontextualizada“, .

O comunicado, que entretanto deixou de estar disponível, afirma ainda que as despesas da presidente em representação da associação estão registadas “contabilisticamente e auditadas, tendo sido aprovadas por todos os órgãos da direcção“.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Estas instituições devem ter auditorias anuais e quem as faça não se deixe corromper. Talvez assim se evite que este tipo de gente não se aproveite destas instituições que deviam ser em beneficio das crianças, o sejam em beneficio de gentalha sem escrúpulos. ESpero vivamente que esta gente seja deveras penalizada e que desde já seja suspensa de funções. Não deve ser somente restituir o que ROUBOU mas também retirar-lhe tudo que tenha em sua posse, talvez c/ estas atitudes esta gentalha pense antes de ROUBAR…

RESPONDER

Detetadas "partículas fantasmagóricas" que o Modelo Padrão não pode explicar

O observatório IceCube, localizado no Pólo Sul, revelou que a Antena Antena Antártida de Impulso Transitivo (ANITA) detetou alguns "sinais muito estranhos" que "não pode ser explicados" pelo Modelo Padrão da Física. O projeto ANITA, …

Descoberto primeiro asteróide que se move apenas dentro da órbita de Vénus

Uma rede de telescópios robóticos operados à distância observou um asteróide que, além de ser o asteróide mais próximo do Sol, é também o primeiro asteróide descoberto que se move completamente dentro da órbita de …

Mark Zuckerberg tem medo do TikTok (e já se sabe porquê)

Mark Zuckerberg já deixou claro, mais do que uma vez, que não gosta do TikTok. No entanto, agora sabemos o que está por trás desta hostilidade pelo rival: a aplicação está a crescer muito, mesmo …

A empresa mãe da Google já vale um bilião de dólares

Esta quinta-feira, a Alphabet, empresa mãe da Google, conseguiu uma cotação na bolsa de 1 bilião de dólares, cerca de 900 mil milhões de euros. A Alphabet tornou-se, esta quinta-feira, a quarta empresa norte-americana a conseguir …

Cientistas criam "cimento vivo" capaz de se "curar"

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos criou um "cimento vivo" juntando areia e bactérias num material de construção capaz de se auto-reproduzir, de absorver dióxido de carbono e manter a resistência. "Já usamos materiais biológicos …

Sporting 0-2 Benfica | Águia vence dérbi e foge na frente

O Benfica foi o grande vencedor do dérbi lisboeta. Na visita ao Sporting, os “encarnados” marcaram dois golos sem resposta, ambos na segunda parte, por Rafa Silva, entrado no decorrer da segunda parte, após ter …

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos e podem levam décadas até pedir ajuda, por nem sempre aceitarem e entenderem que sofreram violência sexual. Na maior parte dos …

"Messiah", da Netflix, reacende controvérsia sobre os limites da liberdade de expressão

A série Messiah, disponível na plataforma de streaming Netflix, acende a controvérsia em torno dos limites da liberdade de expressão e da criatividade no mundo das artes e do entretenimento. Messiah, uma série produzida por Michael …

Quadro encontrado por jardineiro era mesmo a obra desaparecida de Klimt

Em 1997, Retrato de uma Senhora desapareceu da Galeria de Arte Moderna Ricci Oddi, em Piacenza. Em dezembro, o quadro foi descoberto. Estava escondido numa parede da instituição. O quadro encontrado em dezembro, escondido na reentrância …

Terramotos modificaram a geografia de Porto Rico (e a NASA mostra como)

Os terramotos que Porto Rico tem sentido desde dezembro passado, que causaram pelo menos um morto e milhões de dólares em prejuízos, estão também a mudar a geografia desta ilha das Caraíbas. A agência espacial …