A (má) fama do Canelas chegou ao New York Times

-

O Canelas, a equipa amadora de Vila Nova de Gaia que tem estado envolvida em vários casos de violência, catapultou-se para a fama mundial, pelas piores razões, e chegou ao prestigiado jornal The New York Times.

Num artigo intitulado “A equipa de futebol contra quem ninguém quer jogar”, o jornal norte-americano fala dos jogadores do Canelas como “demasiado violentos no campo” e “demasiado intimidadores para os árbitros”, com base nas queixas que têm surgido por parte de outros clubes.

Lembrando que 12 clubes ameaçaram não voltar a jogar contra o Canelas, com medo dos seus jogadores, o The New York Times (NYT) destaca o facto de vários deles pertencerem aos Super Dragões que são descritos como “o mais temido dos grupos ultra do FC Porto”.

O jornal entrevistou Fernando Madeira, o capitão do Canelas e líder da claque portista, e este garante que a sua equipa “não é violenta” e que só faz como todas as demais, “luta pela bola” e “dá tudo em campo”.

Notando que o verdadeiro “trabalho” de Madureira são os Super Dragões, apesar de ter rendimentos de um restaurante, de um hotel e de alguns apartamentos arrendados, o NYT cita o “Macaco”, como é conhecido, a assumir que na claque “há bons e maus tipos”.

Temos traficantes de droga, assassinos, mas também boas pessoas. Tudo o que temos na sociedade, temos nos Super Dragões”, diz Madureira.

O artigo do NYT inclui ainda alguns vídeos com faltas de jogadores do Canelas, notando que parecem “actos aparentemente gratuitos de violência”, com “pontapés de karaté” e “entradas a pés juntos”.

Assinalado no texto é igualmente, o caso de Marco Gonçalves, o avançado do Canelas que agrediu um árbitro com uma joelhada no nariz e que foi suspenso por quatro anos, sendo também impedido de assistir a jogos de futebol.

Entre as reacções ao artigo, há um utilizador de Vancouver que assina PS e que destaca que “isto não é uma equipa de futebol, mas um gangue de bandidos”, e que não se percebe “porque não foi banida”.

Já um utilizador da Coreia escreve que é “uma nova oportunidade para um novo desporto”, o “Kung fu footie“.

Por outro lado, o utilizador Gingi Adom de Walnut Creek, na Califórnia, compara o caso do Canelas à Selecção Portuguesa e a “muitos jogadores portugueses” e diz que se questiona se “o jogo duro será encorajado no futebol português como algo positivo”.

Finalmente, o utilizador Danny de Nova Iorque sugere ao NYT que, para fazer “uma verdadeira peça de investigação”, deve antes “debruçar-se sobre a corrupção que existe na principal divisão do futebol português”, notando que se paga “a árbitros com acompanhantes e dinheiro” à vista de todos e que ninguém faz nada.

A má fama do Canelas contamina assim, a imagem que o mundo tem do futebol português em geral.

SV, ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Os portugueses deviam ter a noção dos danos que estas notícias estão a fazer internacionalmente a Portugal. Associadas a outras notícias sobre o nosso país são devastadoras, no que diz respeito à justiça, aos tribunais, à corrupção e ao compadrio em todos os aspectos da vida pública portuguesa.

    • “o capitão do Canelas e líder da claque portista, e este garante que a sua equipa “não é violenta” e que só faz como todas as demais, “luta pela bola” e “dá tudo em campo”.” “dá tudo em campo” Essencialmente porrada!

      “Temos traficantes de droga, assassinos, mas também boas pessoas”. As boas pessoas são aquelas que ainda não perceberam que estão num grupo (criminoso) de “traficantes de droga” e “assassinos”. “Tudo o que temos na sociedade”. Quase tudo Sr Madureira. Pessoas normais de bem é que não têm (excepto aqueles que ainda não perceberam onde estão).

      O Sr Bimbo é que podia fazer alguma coisa, mas não quer (ás vezes parece até aprovar atutudes verdadeiramente inaceitáveis, no mínimo). Porque será?

        • Ah?!
          Quero lá saber o que se diz em Londres (o caixote do lixo da Europa)!!!
          E, realmente, no que toca a violência no futebol, os hooligans ingleses tem muito que dizer… Ainda há poucas semanas andaram a espalhar todo o seu civismo e educação por terras gaulesas!…

          • Meu caro senhor. Cretinos armados em apreciadores de futebol, a criarem distúrbios fora das quatro linhas, há-os em todo o Mundo. O nosso problema é te-los dentro das quatro linhas com a total complacência de árbitros, polícia e organismos de tutela. É como a corrupção, há-a em todo o lado, o que não existe em todo o lado é legislação que permita a impunidade.

  2. Esta chungaria caceteira do “Canelas” é uma vergonha para o nosso Portugal.
    Olhando prós caceteiros que lá têm, a começar no azeiteiro que é o chefe do grupo mafioso a que chamam “claque” super dragões, acabando no labrego massa bruta do treinador, o tal que diz que entram com tudo em campo, devia ser tudo varrido. Os jogadores de outras equipas deviam entrar em campo era com protectores de dentes e capacete anti cotovelada e anti pitons, e meias,calções e camisola á prova de pantufadas. Irra!

RESPONDER

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …