A (má) fama do Canelas chegou ao New York Times

-

O Canelas, a equipa amadora de Vila Nova de Gaia que tem estado envolvida em vários casos de violência, catapultou-se para a fama mundial, pelas piores razões, e chegou ao prestigiado jornal The New York Times.

Num artigo intitulado “A equipa de futebol contra quem ninguém quer jogar”, o jornal norte-americano fala dos jogadores do Canelas como “demasiado violentos no campo” e “demasiado intimidadores para os árbitros”, com base nas queixas que têm surgido por parte de outros clubes.

Lembrando que 12 clubes ameaçaram não voltar a jogar contra o Canelas, com medo dos seus jogadores, o The New York Times (NYT) destaca o facto de vários deles pertencerem aos Super Dragões que são descritos como “o mais temido dos grupos ultra do FC Porto”.

O jornal entrevistou Fernando Madeira, o capitão do Canelas e líder da claque portista, e este garante que a sua equipa “não é violenta” e que só faz como todas as demais, “luta pela bola” e “dá tudo em campo”.

Notando que o verdadeiro “trabalho” de Madureira são os Super Dragões, apesar de ter rendimentos de um restaurante, de um hotel e de alguns apartamentos arrendados, o NYT cita o “Macaco”, como é conhecido, a assumir que na claque “há bons e maus tipos”.

Temos traficantes de droga, assassinos, mas também boas pessoas. Tudo o que temos na sociedade, temos nos Super Dragões”, diz Madureira.

O artigo do NYT inclui ainda alguns vídeos com faltas de jogadores do Canelas, notando que parecem “actos aparentemente gratuitos de violência”, com “pontapés de karaté” e “entradas a pés juntos”.

Assinalado no texto é igualmente, o caso de Marco Gonçalves, o avançado do Canelas que agrediu um árbitro com uma joelhada no nariz e que foi suspenso por quatro anos, sendo também impedido de assistir a jogos de futebol.

Entre as reacções ao artigo, há um utilizador de Vancouver que assina PS e que destaca que “isto não é uma equipa de futebol, mas um gangue de bandidos”, e que não se percebe “porque não foi banida”.

Já um utilizador da Coreia escreve que é “uma nova oportunidade para um novo desporto”, o “Kung fu footie“.

Por outro lado, o utilizador Gingi Adom de Walnut Creek, na Califórnia, compara o caso do Canelas à Selecção Portuguesa e a “muitos jogadores portugueses” e diz que se questiona se “o jogo duro será encorajado no futebol português como algo positivo”.

Finalmente, o utilizador Danny de Nova Iorque sugere ao NYT que, para fazer “uma verdadeira peça de investigação”, deve antes “debruçar-se sobre a corrupção que existe na principal divisão do futebol português”, notando que se paga “a árbitros com acompanhantes e dinheiro” à vista de todos e que ninguém faz nada.

A má fama do Canelas contamina assim, a imagem que o mundo tem do futebol português em geral.

SV, ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Os portugueses deviam ter a noção dos danos que estas notícias estão a fazer internacionalmente a Portugal. Associadas a outras notícias sobre o nosso país são devastadoras, no que diz respeito à justiça, aos tribunais, à corrupção e ao compadrio em todos os aspectos da vida pública portuguesa.

    • “o capitão do Canelas e líder da claque portista, e este garante que a sua equipa “não é violenta” e que só faz como todas as demais, “luta pela bola” e “dá tudo em campo”.” “dá tudo em campo” Essencialmente porrada!

      “Temos traficantes de droga, assassinos, mas também boas pessoas”. As boas pessoas são aquelas que ainda não perceberam que estão num grupo (criminoso) de “traficantes de droga” e “assassinos”. “Tudo o que temos na sociedade”. Quase tudo Sr Madureira. Pessoas normais de bem é que não têm (excepto aqueles que ainda não perceberam onde estão).

      O Sr Bimbo é que podia fazer alguma coisa, mas não quer (ás vezes parece até aprovar atutudes verdadeiramente inaceitáveis, no mínimo). Porque será?

        • Ah?!
          Quero lá saber o que se diz em Londres (o caixote do lixo da Europa)!!!
          E, realmente, no que toca a violência no futebol, os hooligans ingleses tem muito que dizer… Ainda há poucas semanas andaram a espalhar todo o seu civismo e educação por terras gaulesas!…

          • Meu caro senhor. Cretinos armados em apreciadores de futebol, a criarem distúrbios fora das quatro linhas, há-os em todo o Mundo. O nosso problema é te-los dentro das quatro linhas com a total complacência de árbitros, polícia e organismos de tutela. É como a corrupção, há-a em todo o lado, o que não existe em todo o lado é legislação que permita a impunidade.

  2. Esta chungaria caceteira do “Canelas” é uma vergonha para o nosso Portugal.
    Olhando prós caceteiros que lá têm, a começar no azeiteiro que é o chefe do grupo mafioso a que chamam “claque” super dragões, acabando no labrego massa bruta do treinador, o tal que diz que entram com tudo em campo, devia ser tudo varrido. Os jogadores de outras equipas deviam entrar em campo era com protectores de dentes e capacete anti cotovelada e anti pitons, e meias,calções e camisola á prova de pantufadas. Irra!

Responder a Eu! Cancelar resposta

Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Um campeão categórico, Ronaldo fora do pódio e uma equipa a pé até ao estádio

O FC Porto goleou o vizinho Boavista, o Benfica ficou a lamentar tanto desperdício e o Sporting entrou a ganhar no campeonato. Destaque ainda para o Santa Clara, Rúben Dias, João Félix, Ronaldo e Messi... e …

A mais longa quarentena do mundo vai ser prolongada mais um mês

A quarentena em Manila devido à covid-19, a mais longa do mundo atualmente, será prolongada por mais um mês até 31 de outubro, anunciaram esta terça-feira as autoridades. Mais um mês significa que número total de …

Media Capital. Mário Ferreira apresenta queixa na ERC contra a Cofina

O empresário, acionista da Media Capital, entregou, esta segunda-feira, uma queixa na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) contra o grupo Cofina pelo ataque de que considera ser vítima. De acordo com Mário Ferreira, nos …

Uber vence batalha judicial e prolonga licença para operar em Londres

A Uber ganhou, esta segunda-feira, um recurso legal sobre a revogação da sua licença para operar em Londres, garantindo por enquanto a continuação da empresa num dos seus maiores mercados. De acordo com o Wall Street …

Ordenados "não podem ser cortados", diz comissário. Proposta sobre salário mínimo apresentada em outubro

O comissário europeu do Emprego e Direitos Sociais, Nicolas Schmit, reconheceu as limitações da Comissão Europeia quanto a salários, defendendo que o sistema que no qual está a trabalhar permitirá que os rendimentos aumentem na Europa. Em …

Chega quer expulsar autor de moção pela remoção de ovários a mulheres

A direção do Chega vai propor a “suspensão imediata” do militante Rui Roque que defendia a extração dos ovários numa moção de estratégia que foi rejeitada em congresso, informou esta segunda-feira o partido. Mais de uma …

Precários à espera de apoio extraordinário estão a receber multas do fisco

A Associação de Combate à Precariedade denunciou que a Autoridade Tributária (AT) está a aplicar multas de 75 euros a trabalhadores precários que ficaram sem rendimento e estão a recorrer ao novo apoio extraordinário a …

Portugal regista mais seis óbitos e 688 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 688 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

Novo lay-off é para "aguentar o emprego e as empresas" (mas agrava cortes dos trabalhadores)

O novo regime de lay-off anunciado pelo Governo, para apoiar as empresas com "perdas mais significativas", nomeadamente na área do turismo, visa "aguentar o emprego e as empresas", segundo o ministro da Economia, Siza Vieira, …

Jornal "The Guardian" sugere que Portugal é um país racista e compara Ventura a Bolsonaro

O jornal britânico "The Guardian" noticiou, esta segunda-feira, alguns dos mais recentes acontecimentos racistas que têm ocorrido no país, afirmando no seu título que "Portugal regista um aumento da violência racista com ascensão da extrema …