Governo apresenta Lola, a nova assistente robô da Loja do Cidadão

Manuel de Almeida / Lusa

Maria Manuel Leitão Marques, Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa

A Loja do Cidadão do Porto vai passar a ter uma nova assistente pessoal, a Lola. A Lola é um robô que vai interagir com os cidadãos, tirando dúvidas e encaminhando-os para os serviços pretendidos, sem que seja necessário a intervenção de um funcionário.

Segundo o Diário de Notícias, esta é uma das oito novas medidas anunciadas esta quarta-feira pela Ministra da Presidência e da Reforma Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, para o Simplex 2018. “Parece magia mas é o Simplex!” é o mote desta fase do programa iniciado em 2016 e que visa a desburocratização do Estado.

“A Lola trata-se desse passo, que é importante dar, aproveitando o melhor que nos pode dar. Essa robô torna o acesso à Loja do Cidadão do Porto mais simples, intuitivo e onde o cidadão é encaminhado para o serviço pretendido”, explicou Maria Manuel Leitão Marques em declarações ao Jornal de Notícias.

A ministra salvaguardou desde logo que o robô não vai retirar postos de trabalho. Há coisas muito importantes para dar aos funcionários públicos, que não se resuma a: “vá para ali, vá para acolá. São rotinas que as máquinas podem fazer“, frisou.

“Precisamos de funcionários que atendam de forma personalizada os cidadãos, que lhes expliquem os serviços com uma linguagem clara para que percebam toda a informação. Isso só um humano pode fazer”, acrescentou a ministra.

O programa vai contar também com uma central de marcações do governo, que permitirá fazer marcações online para vários serviços públicos. Segundo o governo, esta medida vai permitir que um utente, num único portal, possa agendar as suas deslocações a diversos serviços do Estado.

Outra das novidades apresentada é o “Cartão para Estrangeiros“. Com este cartão, o governo vai passar a associar o processo de autorização de residência de estrangeiros à atribuição de números de identificação fiscal, segurança social e do serviço nacional de saúde.

Faturas sem papel

Numa das medidas, o governo propõe eliminar as faturas em papel, já que estas ficam depois disponíveis na área pessoal do cidadão no Portal das Finanças. Sem a fatura em papel, o governo pretende que os portugueses fiquem apenas com o seu registo eletrónico. Esta medida permitirá poupar 70 mil árvores.

Já em 2016, António Costa tinha prometido que 2017 seria o ano de “papel zero” no Estado, ou seja, todos os assuntos entre cidadãos e serviços públicos poderiam ser desmaterializados e tratados online.

Entre as medidas do programa contam-se a casa pronta online, o IRS automático, o registo de nascimento na maternidade, o simulador de pensões, a renovação da carta de condução a partir de casa, o casamento e as matrículas online.

Em declarações à Lusa, Maria Manuel Leitão Marques fez “um balanço positivo” do programa Simplex+2017, salientando que este tinha “medidas de grande impacto”. Quanto ao programa deste ano, a ministra adiantou que o governo está “a lançar medidas disruptivas”.

“Como sempre tem sido a tradição”, o programa deste ano “traz novidades de simplificação” que permitem “reduzir os encargos administrativos“, acrescentou, remetendo mais novidades para a apresentação pública do Simplex+2018.

As medidas apresentadas esta tarde serão aplicadas de forma faseada até 2020. O Simplex+ 2018 conta com um orçamento estimado de 55 milhões de euros.

A apresentação vai contar com a presença do mágico Luís de Matos para falar sobre a “magia” do programa.

O programa foi criado em 2006, durante o executivo de José Sócrates e, desde então, foram concretizadas 1200 medidas para simplificar a vida dos cidadãos e das empresas.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. ridiculo!
    tanto FP e ainda arranjam um robo para fazer o seu trabalho.
    A CP devia seguir o exemplo e nos dias de greve colocava este dispositivo nas estacoes para ouvir o descontentamento dos clientes que pagaram passe e não têm direito à viagem.

  2. Em vez de sofisticarem mais os serviços (o que sempre bem vindo) deveriam era dotarem pelos menos todas as Cidades Portuguesas de Lojas de Cidadão. Vejam só que Évora está a 150km de Lisboa e não tem uma única Loja do Cidadão. mmmmm Porque será?

"Dirty Dancing" está de volta e conta com Jennifer Grey

John Feltheimer, CEO da Lionsgate, confirmou ao The Guardian que a produtora está a desenvolver uma sequela de Dirty Dancing. O clássico dos anos 80 que agora regressa foi protagonizado originalmente por Patrick Swayze e …

A Bugatti está a vender um carro elétrico "para crianças". Chama-se Baby II e custa 30 mil euros

A Bugatti e a Little Car Company, sediada em Londres, uniram-se para criar 500 Bugattis elétricos em miniatura para crianças. Agora, fruto dos desenvolvimentos mundiais, alguns veículos ficaram disponíveis para compra. O mais recente brinquedo da …

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …