Livre enviou dois e-mails a convocar Joacine para Assembleia (mas deputada diz que não recebeu nada)

TIago Petinga / Lusa

Os desentendimentos entre os órgãos eleitos do Livre e a sua deputada única no Parlamento continuam. Na quarta-feira, os dois lados emitiram versões diferentes sobre a convocação de Joacine para a assembleia desta quinta-feira, reunião na qual será votada a retirada de confiança política à deputada.

Em declarações ao jornal Público, fonte do Livre garantiu que Joacine foi convocada para a reunião através de dois e-mails. O primeiro terá sido enviado na segunda-feira, data em que a reunião foi reagendada e comunicada a todos os membros do partido. Na quarta-feira, pelas 11h, seguiu um segundo e-mail para Joacine, no qual a assembleia do Livre pergunta diretamente se Joacine irá comparecer ao encontro.

Fonte oficial do partido Livre disse à agência Lusa que foi enviado à deputada eleita, bem como aos restantes membros, um email informativo sobre a 44ª Assembleia do partido, que irá decorrer esta quinta-feira a partir das 20h. Por norma, e segundo a mesma fonte, quando a Mesa da Assembleia informa os seus membros acerca destas reuniões, essa informação é “interpretada como uma convocatória”.

A pergunta foi enviada para o endereço eletrónico parlamentar da deputada única eleita pelo Livre, com o conhecimento da direção do partido e do conselho de jurisdição.

O assessor de Joacine disse ao Público que “a deputada não recebeu qualquer convocatória”.​ Questionada acerca das suas expetativas para um entendimento com a direção, a deputada não respondeu.

Em declarações à TSF, fontes da direção e da assembleia revelaram que a ligação entre Joacine e o partido deverá mesmo chegar ao fim.

A presença da deputada não será necessária para avançar com a votação da retirada de confiança. A assembleia do Livre olhará para o direito de resposta de 12 páginas de Joacine entregue no IX congresso, no qual a deputada refere “omissões, deturpações e enviesamentos” e afirma que “a cultura do Livre não é esta”. “Ao longo dos últimos meses, não fiz outra coisa que não fazer o Livre chegar ao Parlamento e consequentemente ao país”, argumenta no documento.

No início do encontro, será votado o “caráter reservado” da reunião, seguindo-se a eleição da mesa da assembleia e a informação de renúncia do membro da assembleia eleito Tiago Charters de Azevedo, diminuindo a assembleia do Livre de 43 para 42 membros. Dos 42 membros eleitos para a assembleia do Livre, 26 transitam dos antigos órgãos internos do partido, que aumentam a probabilidade de um cenário de retirada de confiança política.

O Livre poderá tornar-se no primeiro partido a ficar sem representação no Parlamento, excluindo eleições, se retirar a confiança a Joacine e esta decidir passar a deputada não-inscrita. Se isso acontecer, Joacine perde alguns direitos, entre os quais a possibilidade de questionar o primeiro-ministro nos debates quinzenais. Além disso, as declarações políticas passam de três para duas em cada ano da legislatura.

Esta reunião acontece depois de um congresso que decidiu adiar uma decisão sobre a retirada da confiança política a Joacine Katar Moreira, que se exaltou e chegou a acusar elementos do partido de mentirem.

Na reunião magna realizada nos dias 18 e 19, esteve em debate uma resolução da anterior Assembleia do Livre que propunha a retirada da confiança política à única deputada que o partido conseguiu eleger nas legislativas de 6 de outubro passado.

O percurso de Joacine desde que se tornou deputada eleita tem sido marcado por polémicas. Na origem da discórdia entre a deputada e o seu partido, o Livre, esteve a abstenção da deputada numa votação de condenação de uma ação militar de Israel na Faixa de Gaza.

A deputada do Livre assumiu “toda a responsabilidade” do voto, afirmando que o fez contra o que acredita, e atirou as culpas ao partido por “dificuldade de comunicação” entre a própria e a atual direção do Livre.

Depois dessa polémica, nos corredores do Parlamento, Joacine não respondeu a perguntas. Seguiu acompanhada pelo assessor, Rafael Esteves Martins, e escoltada por um segurança, que tentou afastar os jornalistas. Entretanto, a tensão agravou-se ainda mais quando a deputada falhou o prazo de entrega do projeto de lei sobre a nacionalidade, uma das principais bandeiras do partido.

Apesar da polémica com a direção do partido, Joacine já garantiu estar “completamente fora de questão” renunciar ao mandato e deixar a Assembleia da República.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Como membro do Livre recebo sempre as informações e as convocatórias. Estranho que haja alguém, com responsabilidades, que negue, uma e outra vez, não ter recebido. Aqui, como é de supor, não há militantes de primeira e de segunda e, claro, não são enviados convites especiais seja a quem for.

  2. Não recebeu nada, diz Ela………..portanto o que diz a Direcção do partido é ….MENTIRA….MENTIRA….MENTIRA….MENTIRA….MENTIRA….ÉÉÉÉÉEÉÉ´´´´´MENTIRA !

RESPONDER

O chef sírio Imad Alarnab

Imad fugiu da Síria há seis anos. Agora, tem um restaurante de sucesso em Londres

O chef sírio Imad Alarnab deixou a Síria há seis anos, onde tinha vários restaurantes, rumo a Inglaterra. Não desistiu dos seus sonhos e agora tem um novo projeto no agitado Soho, no centro de …

Máquina de venda automática de brindes

Máquina das bolas japonesa. As pequenas esferas de plástico guardam os detalhes de uma viagem surpresa

As máquinas de venda automática de brindes, conhecidas como gachapon no Japão, têm inovado nos últimos anos. Agora, são os detalhes de uma viagem que estão guardados nas pequenas bolas de plástico. O valor das bolas …

O Supremo dos EUA mudou as suas regras para que as juízas não fossem constantemente interrompidas

Revelação foi feita por Sonia Sotomayor, uma das três mulheres que compõe o coletivo de nove juízes e a primeira latina a chegar ao cargo. O facto de serem constantemente interrompidas em reuniões ou outros …

A candidata a primeira-ministra da Hungria, Klára Dobrev.

Num futuro sem Orbán, a oposição escolhe entre um novo conservador ou uma liberal divisiva

Os opositores de Viktor Orbán estão na dúvida quanto ao candidato para enfrentar o atual primeiro-ministro nas próxima eleições. Esta indecisão pode custar-lhes o assalto ao cargo. Viktor Orbán é um nome recorrente na política húngara. …

Nuno Melo, do CDS/PP

Nuno Melo ataca líder do CDS por anunciar sentido de voto sem consultar deputados

O candidato à liderança do CDS-PP criticou, este sábado, o atual líder do partido por ter comunicado publicamente a intenção de votar contra a proposta de Orçamento do Estado sem se ter reunido com os …

Vaticano tem três celas e um só prisioneiro. Uma onda de julgamentos pode mudar isso

Dez pessoas vão ser julgadas no Vaticano por crimes relacionados com a venda de um edifício em Londres. Visto como limitado e sombrio, o sistema judicial da cidade-estado está a mudar. Carlo Capella é o único prisioneiro …

Alexandra Leitão diz que "não há trabalhadores a mais na Administração Pública"

A ministra da Modernização do Estado assegura que não há trabalhadores a mais na Administração Pública e assume toda a abertura do Governo para negociar, "com humildade e responsabilidade", medidas adicionais às inscritas no OE2022. Em …

Start-up israelita quer fazer roupa a partir de algas

A Algaeing, criada em 2016, é uma empresa que converte as algas numa fórmula líquida, que depois pode ser usada como corante ou transformada num tecido. A indústria da moda é uma das responsáveis pelas emissões …

O antigo Presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton

Bill Clinton já teve alta hospitalar e deve regressar a Nova Iorque

O ex-Presidente dos Estados Unidos deixou, neste domingo de manhã, o hospital da Califórnia onde foi internado com uma infeção, informou o chefe da equipa de médicos que o tratou. "O Presidente Clinton teve alta do …

Acordo escrito. Bloco diz que Governo "conhece bem" os pontos negociais

O Bloco de Esquerda anunciou, este domingo, que vai enviar ao Governo propostas de articulado de nove pontos negociais colocados em cima da mesa no início de setembro, aos quais declara não ter obtido resposta …