Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. “Está a antecipar” o futuro

Manuel de Almeida / Lusa

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos.

A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do grupo de trabalho para racionalizar os votos objeto de deliberação em plenário parlamentar, o chamado “milagre da multiplicação” dos votos na Assembleia da República.

Na altura em que se discutia uma proposta do deputado da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo, sobre a possibilidade de um voto subir diretamente a plenário se fosse subscrito por mais do que um partido, Joacine Katar Moreira defendeu que a proposta deveria contemplar os deputados não inscritos, sem qualquer ligação a partidos.

Isso é uma antecipação de alguma coisa, senhora deputada?“, questionou José Manuel Pureza, vice-presidente da Assembleia da República. Segundo a RR, a questão do dirigente do Bloco de Esquerda “pôs toda a sala a rir”. “Antecipação nenhuma senhor deputado, é uma hipótese“, respondeu Joacine Katar Moreira.

A deputada única do Livre tem protagonizado inúmeras controvérsias desde a sua eleição e mantém divergências públicas com dirigentes do partido, que já ameaçou retirar-lhe a confiança política. Joacine já não faz parte da direção do Livre, eleita no domingo no IX Congresso do partido.

À saída do Congresso, Joacine Moreira afirmou que “não houve uma cisão” e que agora espera iniciar com os novos órgãos um processo de conversas de forma a “ser ouvida”, cita o mesmo semanário. Para a deputada, é necessário que se encontrem “regularmente” e haja “cedências de parte a parte”.

Esta terça-feira, em entrevista ao Diário de Notícias, o fundador do Livre, Rui Tavares, disse ter sentido “a vergonha alheia dos outros” durante o discurso de Joacine no congresso, no qual a deputada se exaltou. “Isto é inadmissível, isto é mentira, tenham vergonha, mentira absoluta!”, disse a deputada, batendo no púlpito.

O percurso de Joacine desde que se tornou deputada eleita tem sido marcado por polémicas. Na origem da discórdia entre a deputada e o seu partido, o Livre, esteve a abstenção da deputada numa votação de condenação de uma ação militar de Israel na Faixa de Gaza.

A deputada do Livre assumiu “toda a responsabilidade” do voto, afirmando que o fez contra o que acredita, e atirou as culpas ao partido por “dificuldade de comunicação” entre a própria e a atual direção do Livre.

Depois dessa polémica, nos corredores do Parlamento, Joacine não respondeu a perguntas. Seguiu acompanhada pelo assessor, Rafael Esteves Martins, e escoltada por um segurança, que tentou afastar os jornalistas.

Entretanto, a tensão agravou-se ainda mais quando a deputada falhou o prazo de entrega do projeto de lei sobre a nacionalidade, uma das principais bandeiras do partido.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Esquerda está contra, PSD não dá a mão. Montijo está em risco (mas "não há drama")

O ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, vai respeitar a decisão da maioria do Parlamento. "Acataremos, não há drama". Esta quarta-feira, Pedro Nuno Santos respondeu às críticas da esquerda acerca da vontade do Governo …

Reino Unido admite abandonar negociações com a União Europeia

O Governo britânico admite abandonar as negociações com a União Europeia (UE) para um acordo pós-Brexit se não houver progressos até junho, refere um documento publicado esta quinta-feira com a posição do Reino Unido. Num documento …

Bancos avisam: Proibir comissões vai levar a fecho de balcões e despedimentos

A Associação Portuguesa de Bancos (APB) é contra a proibição de comissões bancárias ou a sua limitação em valor e em número, no MB Way e nos contratos de crédito. As propostas vão ser discutidas …

Juiz Vaz das Neves usou Relação de Lisboa para ganhar 280 mil euros com julgamento privado

O juiz Luís Vaz das Neves, ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, usou o salão nobre do tribunal para um julgamento privado com o qual ganhou 280 mil euros. De acordo com o jornal Público, …

Sergio Ramos é rei e senhor dos cartões vermelhos. Domina em todas as provas

O central Sergio Ramos foi esta quarta-feira expulso pela 26.ª vez na derrota do Real Madrid no Bernabéu frente ao Manchester City (2-1), na primeira-mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões. O futebolista espanhol …

Covid-19. Há oito novos casos suspeitos em Portugal (e vieram todos de Itália)

A Direção-Geral da Saúde confirmou 25 casos suspeitos, 18 dos quais tiveram resultados negativos depois de realizados testes laboratoriais. Nas últimas 24 horas, foram registados oito novos casos suspeitos. Dos novos casos suspeitos, cinco no Hospital …

SC Braga eliminado da Liga Europa. FC Porto e Benfica obrigados a vencer

O Sporting de Braga perdeu esta quarta-feira por 1-0 na receção aos escoceses do Rangers, em jogo da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa de futebol, sendo eliminado da competição europeia. O …

Pássaro com 46 mil anos encontrado com penas e garras intactas na Sibéria

Os arqueólogos já descobriram muitos espécimes antigos notáveis no permafrost da Sibéria. Desta feita, encontraram os restos mumificados de um pássaro com 46 mil anos que ainda tem penas e garras intactas. De acordo com a …

Centeno mantém "mistério" sobre BdP. "Não costumo sofrer com ansiedade"

O ministro das Finanças, Mário Centeno, não fecha a porta à liderança do Banco de Portugal (BdP), dizendo que a eventual decisão, quando vier a ser tomada, será devidamente explicada pelo Governo. Mário Centeno, que …

Bolsonaro convoca manifestação a seu favor e contra o Congresso (e gera crise no Brasil)

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, está a ser duramente criticado por figuras políticas e judiciais do país, após ter partilhado vídeos, na plataforma de mensagens Whatsapp, com a convocação para uma manifestação contra o Congresso. Segundo …