Infarmed aprovou ventilador português devido à falta de equipamentos no país

CEiiA / Facebook

Ventilador Atena

O presidente do Infarmed, Rui Ivo, explicou, esta quarta-feira, que o ventilador português Atena foi aprovado devido à falta destes dispositivos a nível mundial, apesar de peritos o terem “chumbado”.

O Público avançou, esta quarta-feira, que os peritos “chumbaram” o ventilador Atena, desenvolvido pelo CEiiA — Centro de Engenharia e Desenvolvimento, em Matosinhos, que recebeu doações de mecenas, foi visitado por membros do Governo e teve uma campanha de crowdfunding na televisão

Os seus responsáveis pediram uma autorização ao Infarmed que concedeu uma “autorização excecional” para uso no contexto do combate à pandemia de covid-19, mas teve o parecer negativo do grupo de peritos criado especificamente para avaliar os ventiladores pulmonares no âmbito da covid-19″, escreve o jornal, adiantando que o ventilador foi “chumbado” por unanimidade.

Na conferência de imprensa de atualização de informação relativa à infeção pelo novo coronavírus, o presidente da Autoridade Nacional do Medicamento, Rui Ivo, explicou que o processo decorreu numa altura em que a falta de ventiladores “era uma questão mundial, mas com enfoques especiais a nível europeu”.

“Houve várias iniciativas que foram desenvolvidas, desde logo, procedimentos de aquisição dos ventiladores e a possibilidade de haver produção de ventiladores baseado em mecanismos excecionais que estão previstos na legislação e que a Comissão Europeia entendeu enfatizar e reforçar junto dos Estados-Membros”, adiantou.

Foi neste contexto que o Infarmed aprovou “um procedimento especial para os ventiladores face à situação concreta que existia” no início de abril.

“Temos efetivamente um pedido que foi submetido ao Infarmed e foi com base nesse pedido” que foi emitida “uma autorização condicional” que se baseia “totalmente nas questões suscitadas pelos peritos” e que “é restrita” porque assenta no “princípio da excecionalidade”, que implica a restrição da sua utilização e a sua duração no tempo.

Segundo Rui Ivo, a autorização circunscreve-se “às situações de não existência de alternativas de utilização de dispositivos”, o que felizmente não foi necessário face à evolução positiva da situação epidemiológica.

O fabricante acolheu as condições que foram definidas e o Infarmed aguarda que sejam observadas: “Temos todas as razões para crer que isso vai acontecer, até porque também temos informação neste momento que o próprio fabricante iniciou os procedimentos tendentes à marcação CE, ou seja, tendentes ao procedimento normal, aquele que tem o prazo de seis meses”.

“Devo depreender que a breve trecho disporá das condições plenas para a sua utilização”, afirmou.

Rui Ivo assegurou ainda que o Infarmed respeitou “integralmente as condições” que estão no parecer dos peritos. “Não creio que haja aqui nenhuma dúvida quanto ao rigor quanto ao seguimento dos procedimentos regulamentares”, defendeu.

Segundo o Público, os especialistas consideraram que a ideia de base deste projeto é boa, mas que ainda necessita de evoluir, para se tornar uma tecnologia de saúde madura, e concluíram que ainda não se encontra em condições de ir para o mercado tal como está.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Teme-se que a violência doméstica dispare depois dos incêndios da Califórnia

Teme-se que os casos de violência doméstica disparem depois de os incêndios da Califórnia serem extintos, avança a revista norte-americana Vice, que ouviu responsáveis por espaços de abrigo para as vítimas. Desastres naturais de grandes …

Comunidade Vida e Paz ajudou 420 pessoas por dia no ano passado

Em 2019, a Comunidade Vida e Paz apoiou cerca de 420 pessoas em situação de sem-abrigo por dia e distribuiu 138 mil refeições. Além disso, a organização ajudou regularmente 26 famílias carenciadas, entre 78 adultos …

Realidade Virtual dá nova vida ao Mayflower, o navio que levou os ingleses para o Novo Mundo

Mayflower foi o famoso navio que, em 1620, transportou os chamados Peregrinos, do porto de Southampton, Inglaterra, para o Novo Mundo. A Realidade Virtual ajudou a trazê-lo de volta à vida. Os Peregrinos do Mayflower foram …

Iniciativa Liberal recorre à lei para exigir que plano de liquidez da TAP seja enviado às Finanças

O deputado da Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim Figueiredo, exigiu que o ministro das Finanças, João Leão, remeta o plano de liquidez da TAP à Comissão de Orçamento e Finanças, no prazo de dez dias, ao abrigo …

Museu britânico deixa de exibir coleção de cabeças humanas

O Museu Pitt Rivers em Oxford, no Reino Unido, decidiu retirar da sua exposição permanente crânios e cabeças humanas encolhidas (tsantsas), que terão sido encontradas por exploradores europeus nas suas viagens às Américas e à …

Lactogal assume derrame de leite no rio UI

A empresa agroalimentar Lactogal, de Oliveira de Azeméis, assumiu esta segunda-feira que o derrame de leite no rio Ul, afluente do rio Antuã, se deveu ao colapso de um dos seus tanques e que estão …

O James Bond da vida real foi um arquivista na Polónia comunista (e pode ter enganado os caçadores de espiões)

O James Bond da vida real foi um arquivista e diplomata britânico que viveu na Polónia comunista na década de 1960, revelam documentos esta semana partilhados pelo Instituto Polaco da Memória Nacional. O diplomata James …

Japão mantém plano original. Tocha olímpica passará pelas 47 prefeituras do país

O percurso da tocha olímpica, que se iniciará em março de 2021, manterá o trajeto inicialmente previsto, um ano após o plano original, informou esta segunda-feira o Comité Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A tocha …

Bactéria mortal que ataca o cérebro impede texanos de usar água da torneira

Em causa está a bactéria Naegleria fowleri, que ataca o cérebro e pode causar uma doença rara e debilitante chamada meningoencefalite amebiana primária. Segundo o jornal online Observador, as autoridades do Texas, nos Estados Unidos, avisaram, na …

Estátua do papa João Paulo II a retratar a sua luta contra o comunismo está a gerar discórdia

Uma nova estátua do Papa João Paulo II, está a gerar discórdia na Polónia. A escultura está relacionada com os esforços do pontífice na década de 80, altura em que ajudou o país a libertar-se …