Governo escondeu o número de vítimas: das acusações mais parvas que Costa já ouviu

António Cotrim / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

O primeiro-ministro, António Costa, considerou hoje “absolutamente lamentável” o que aconteceu esta semana em termos de especulação e de aproveitamento político relativamente ao número de mortos na tragédia do incêndio de Pedrógão Grande.

“Foi absolutamente lamentável o que aconteceu esta semana em termos de especulação e em termos de aproveitamento político”, disse aos jornalistas António Costa, depois de mais de uma hora e meia de reunião na Autoridade Nacional de Proteção Civil, em carnaxide, para receber informação atualizada sobre os incêndios em Portugal.

Para o primeiro-ministro, a acusação feita ao Governo de estar a esconder o número de vítimas da tragédia de Pedrógão Grande foi das “mais parvas” que já viu.

O primeiro-ministro considerou que não podia divulgar os nomes das vítimas mortais porque incorreria num crime de violação do segredo de justiça, não querendo comentar as decisões judiciais.

António Costa manifestou-se “muito satisfeito” com o facto de a divulgação por parte da Procuradoria-Geral da República da lista das pessoas que morreram no incêndio de Pedrógão ter “posto termo a esta especulação” e ter confirmado o que as autoridades sempre tinham dito.

“Alguém acha que se em vez de 64 vítimas mortais em Pedrógão, tivéssemos tido 30, o drama era menor? Tinha sido à mesma uma tragédia absolutamente horrível“, considerou o primeiro-mnistro.

Após vários pedidos da oposição, e de Costa ter remetido para o Ministério Público a eventual publicação dos nomes das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande, a PGR confirmou esta terça-feira que há 64 vítimas mortais e divulgou a lista.

Em ditadura ninguém percebia bem as tragédias

Num comentário à polémica à volta do número de vítimas do incêndio de Pedrógão Grande, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recordou esta terça-feira que “em ditadura ninguém percebia bem os contornos das tragédias“, para justificar a forma como o processo da tragédia de Pedrógão Grade tem sido conduzido.

Manuel de Almeida / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

“No tempo da ditadura, lembro-me há 50 anos, era possível haver grandes tragédias e nunca ninguém percebia bem quais eram os contornos das tragédias porque não havia um Ministério Público autónomo, juízes independentes e comunicação social livre. Em democracia há tudo isto“, vincou.

Segundo o Observador, Marcelo Rebelo de Sousa refere-se às as violentas cheias de 25 de novembro de 1967, que terão provocado mais de 700 vítimas sem que nunca se tenha chegado a apurar ao certo o seu número.

A partir do morto 441, a Censura proibiu os jornalistas de contabilizar as mortes, com uma frase que foi enviada para jornais e rádios a ordenar o fim da contagem, que viria a tornar-se um símbolo do regime: “A partir deste momento não morreu mais ninguém.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

29 COMENTÁRIOS

  1. Então porque é que o governo demorou mais de um mês, a divulgar a lista com os nomes recorrendo a inúmeros expedientes, e só o fez através da PGR, depois de muita pressão da oposição na Assembleia da República?….Afinal quem é que estava a fazer a gestão politica da tragédia?…Este governo da “geringonça/PS/PCP/BE” costuma lidar muito mal com e verdade, e num curto espaço de tempo é capaz de dizer tudo e o seu contrário, para consumo de quem tem memória curta!……Mas parece que ainda há Portugueses que compram e consomem esta “banha da cobra”….QUE FALTA DE CARÁCTER E DE COERÊNCIA!….

    • Epá mas tu comes gelados com a testa ou quê? Fonix, que este pessoal é memso burro!
      Diz-me lá, esperteza, o que ganha o governo em esconder a lista? Ou, o que ganha em dizer que são 30 mortos em vez de 64???
      Já é tragédia!!! independentemente da lista, dos nomes ou de mais morto ou menos morto!
      O aproveitamento político que a oposição faz disto é vergonhoso!!! E digo isto como cidadão que já votou da direita à esquerda… não sou de nenhum partido politico, e quando vejo este tipo de atitude, repugna-me!
      E repugna-me mais ainda ver o fan boys dos partidos a defendê-los como se fossem acefalos sem ideias próprias… Quais adeptos de futebol que aplaudem sempre o seu clube!
      Mas olha, tenho uma novidade para te dar, isto não é futebol…
      Abre os olhos que já é dia!!!!

    • Talvez não seja mau ler o texto com atenção. O Governo não revelou qualquer lista! Foi o Ministério Público que o fez porque era a ele que competia fazê-lo! Leia antes de dizer disparates! É como diz o rui esteves: “Epá mas tu comes gelados com a testa ou quê?”

  2. O segredo de justiça tem servido para esconder A CAUSA da tragedia!!
    O director da PJ, Dr. Almeida Rodrigues vem em tempo record sem qualquer facto científico, poucas horas apps deflagrarem as chamas, afirmar que teria sido um raio e veja-se só!! Até encontrou a árvore que levou com o raio onde tudo começou !! Pouco tempo depois foram encontrados objectos manufacturados que indicavam mão criminosa e entregues à GNR. Foi aberto inquérito para apurar a causa verdadeira de tudo sendo que entretanto também o IPMA entrega um relatório de 120 paginas!!! Justificando cientificamente a impossibilidade de ter caído um raio naquele local naquela altura ou seja que não teria sido um raio a deflagrar tamanha tragedia!!

    Questiono: Sr. Director da PJ não tem nada a dizer??
    Pelos vistos não pois a TVI tentou tirar satisfações pelas suas declarações absurdas e o mesmo remeteu-se ao silêncio não prestando declarações, agora, sim, que devia explicar-se!!!!
    ATENÇÃO: estão-se a proteger e a desviar-se de uma questão importantíssima também que é a CAUSA! E a responsabilização de quem proferiu tamanha calúnia.
    Pensemos! Se este director haje assim num caso de incêndio, errou, mentiu! O que será capaz de fazer mais? Conseguem confiar neste líder da nossa PJ??
    É isto meus amigos, estao-se a proteger para ninguém ser responsabilizado.
    É assim que funciona este país! Enquanto estão preocupados e bem com as vítimas mortais, outros assuntos igualmente URGENTES E GRAVES vão passando entre os pingos da chuva!

    • Concordo consigo quando diz que é preciso saber-se a causa. E o mais depressa possível (mas sem deixar qualquer dúvida). Mas quando diz “O segredo de justiça tem servido para esconder A CAUSA da tragedia!!” nota-se que não percebe muito bem como as investigações criminais funcionam em qualquer estado de direito. O segredo de Justiça serve para proteger o processo e não as vítimas e/ou os acusados (e o próprio processo de investigação e/ou julgamento)! Mas acho que prefere que se acabe com o segredo, não é? Que tal uma ditadurazinha?

      • Sei sim senhor. E é por saber para o que serve que lhe digo que serve para o que eles quiserem num tom irónico que o senhor ou a senhora não entendeu…
        Para ver como tenho razão. Fique atento e verifique se este director será alguma vez responsabilizado pelo que fez e disse.
        Verá como a ditadura já está instalada há muito tempo… ou não me diga que ainda acredita que vive num verdadeiro estado de direito?
        Acho que talvez o senhor necessite de se informar para chegar a essa conclusão… mas olhe que basta “olhar para o lado” ou ligar a televisão … não é difícil!
        Mais… na verdadeira ditadura que eu abomino claramente, repare que até foi a altura em que o país até enriqueceu como nunca. Hoje, somos roubados pelo nosso próprio povo, estamos tesos enquanto verdadeiros corruptos, que afundaram e afundam isto, que mandam nisto!…continuam em liberdade… e nós povinho, gozado, ainda pagamos e não exigimos nem denunciamos e muitas vezes ignorante, nada fazemos!

        • Sabe…? Todo esse argumento cai por terra com uma simples observação: Se estivessemos numa poderia alguma vez fazer seja que comentário fôr? Haveria esta novela toda de esconde não esconde os números? Haveria segredo de Justiça ou haveria simplesmente segredo? É verdade que, por vezes (ás vezes, vezes demais) abusa-se desse segredo para fins dúbios, mas não é por isso que ele deve acabar. Senão acabe-se com a democracia e este “problema” deixa de existir.
          Diz que na ditadura o país enriqueceu mais que nunca. O país ou meia dúzia? Havia bem mais pobres que ricos! Ao menos na democracia existem mais de meia dúzia a enriquecer!
          É verdade que a justiça e os seus trâmites são por vezes adulterados em benefício de alguns (que são bem poucos porque são os que detêm o verdadeiro poder – não o poder político mas o poder económico) mas se acabrmos com ela para onde vamos nós?

  3. Então e não foi ainda mais “parva” a teimosia ( criancice birrenta) esquiva em adiar a divulgação da lista, que acabou (depois das especulações ) por ser “pacificamente” divulgada pela pela PGR ???
    “Segredo de justiça” neste caso. PORQUÊ ???
    “Especulação política” por quem ???

    • Pergunta? Eu respondo-lhe. Primeiro, sugiro que leia o meu comentário acima. De seguida às respostas:
      Era ao Ministério Público que competia a revelação e não ao Governo/Costa. Se estivesse atento ao texto não diria tais disparates! Especulação política? Mas anda a dormir? O que é que tem feito o PSD e o CDS? A fazer criticas construtivas e a ajudar a resolver o problema? Por quem? Não só anda a comer “gelados com a testa”, como anda alienado da realidade.

  4. Que mais a direita irá inventar e artificialmente construir casos, empolando os, para que as mentiras várias vezes repetidas, se tornem verdades ? As catástrofres existem, e podemo-nos, nós dar por satisfeitos não terem a dimensão que se vê noutros Paízes e noutros continentes. È sempre imprevisível as consequências duma catástrofe, daí que acho inglório vergonhoso inoportuno estúpido “porco” qualquer argumento politico que vise obter ganhos com estas situações, em que o ser humano se torna impotente perante factos, apesar dos seus esforços multiplos para os impedir. Pergunto ? As duas mil e quinhentas pessoas que morreram nas torres gémeas em Nova York, foi por inoperância dos Bombeiros, Proteção civil e governo ? Nunca ninguém poderá impedir as consequências duma catástrofe, e temos que nos ir preparando, infelizmente, para muitas mais, dada a visivel apatia perante os problemas do ambiente… .

    • Ora aqui está um atrasado que acredita na carochinha.
      Então esta pérola: “Nunca ninguém poderá impedir as consequências duma catástrofe, e temos que nos ir preparando, infelizmente, para muitas mais, dada a visivel apatia perante os problemas do ambiente… ” espetáculo. Do melhor. Seguindo a sua teoria nunca poderá haver responsáveis. Pois, eu penso exatamente de forma oposta. Em tudo pode e deve haver responsáveis. E no caso em apreço há muitos que têm culpa. Se pensa o contrário, fique feliz mas permita-me ter as minhas ideias.

  5. Agora diz que é do segredo de justiça.
    Políticos têm resposta para tudo e mais alguma coisa.
    Como é segredo de justiça, se quebrasse o segredo, devia ir preso, será ?????
    Isto é tudo conversa fiada, o que o p. ministro é um grande tretas..
    Até teve a pouca vergonha de estar de férias e não se incomodar com este grave problema, virando as costas.
    Ou seja o Costa, virando as costas.
    Quer ele saber, se foram 30, 60, ou 200 !!!!!!!!!
    Desde que tenha a barriguinha cheia e ande aí a gastar o dinheirinho dos contribuintes, quer ele lá saber !!!!!!

    • Creio que fez algumas gralhas no seu texto. Talvez o seu teclado esteja avariado… Onde se lê Costa, deve-se ler Passos. Mas não percebo muito bem esse erro. É que o número de letras não é igual e a posição destas não se aproximam. O seu teclado deve ter feito PAF!!!!

  6. Incorreria num crime de violação de segredo de justiça.
    Isto até dá vontade de rir. !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      • É realmente muito dificil entender o raciocínio de pessoas como o João Gomes. às vezes parece-me que querem regressar á ditadura ou ingessar numa anarquia. E o mais curioso é que atacam ou defendem um conceito como este quando lhes interessa. parece que querem uma “justiça” á medida do freguês. E o pior, é que algumas destas pessoas votam! nada a fazer…

      • Já vi que é muito culto. Só falam em segredo de justiça, porque lhes convém.
        Quanto à minha ignorância, não se preocupe, vivo bem com ela…..
        Preocupe-se mais com a sua sabedoria, quem sabe chega a primeiro ministro !!!!

      • E o que disse aplica-se por completo a si. O amigo parece um pouco simplório e básico de ideias. É mesmo ou apenas quer aparentar?

  7. Lendo alguns dos comentários anteriores fico estarrecido como há tanta gente que gosta de “chafurdar” na podridão dos cemitérios! Será que estamos num país de necrófilos ou abutres que só gostam de lidar com carne podre?
    Será que o facto da divulgação, ou não, da lista de nomes das vítimas as vai restituir à vida ou vai consolar alguma dor aos seus familiares sobreviventes? Ou já não será tragédia pelo facto de serem divulgados os nomes? Ó Carlos Rocha e quejandos: conhecem algum daqueles nomes divulgados? Diz-vos alguma coisa? É algum das vossas relações pessoais a quem possam prestar algum tipo de auxílio ou aos seus familiares? Se sim, façam-no.
    Francamente!
    Eu não queria misturar aqui qualquer tipo de política ou políticos, porque é baixar demais o nível dessa gente que se aproveita duma tragédia como arma de arremesso aos seus adversários.
    É preciso ser muito macabro e/ou abutre para estar aqui a revolver a terra dos cemitérios. Quem assim faz, melhor seria que fossem para coveiros que estariam no meio onde tanto gostam de “chafurdar”

  8. Se não escondeu esquivou-se e ao fazê-lo porque na verdade só gosta de dar a cara quando são boas notícias, alimentou a especulação e o tiro saiu-lhe pela culatra, não se justifica tanto afastamento sobretudo do 1º ministro de uma situação tão grave nem tanta demora na resposta a alguns dos problemas de extrema urgência como está a acontecer, no entanto já se precipitou a aprovar uma lei juntamente com o BE sobre a floresta onde deveria haver debate com pessoas e técnicos não das cidades mas dos locais em causa além de um consenso alargado entre partidos, portanto mais uma oportunidade perdida que logo que se mude de governo estará condenado à morte e novamente se outros forem pelo mesmo critério condenados estarão também.

RESPONDER

Polícias pedem comprovativos de deslocações, mas lei não permite

As forças de segurança fizeram ações de fiscalização rodoviária para controlar a circulação nas estradas. Foram pedidos comprovativos de deslocações, embora a lei não o contemple. Com o país em estado de emergência, a quarentena é …

Bebé com menos de um ano morre de Covid-19 nos EUA

Um bebé com menos de um ano morreu, nos Estados Unidos da América (EUA), vítima de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, anunciaram as autoridades do Estado de Illinois. A doença já provocou mais de …

Até as bactérias precisam de espaço. Células esmagadas desligam a fotossíntese

Quando as bactérias ficam esmagadas, podem entrar num modo de defesa e desligar a fotossíntese, concluiu uma investigação recente, levada a cabo por cientistas da University of Colorado Boulder, nos Estados Unidos. A equipa da universidade …

Siza Vieira admite aulas por canais "estilo youtube" ou TV por cabo

O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os alunos têm acesso aos conteúdos educativos no terceiro período, adiantou o ministro da Economia. O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os …

Retificação ao diploma do lay-off simplificado trava despedimentos

Uma retificação ao diploma inicial do ‘lay-off’ simplificado, hoje publicada, vem acautelar que nenhum trabalhador de empresas que recorra a este apoio pode ser alvo de despedimento coletivo ou extinção de posto de trabalho. O decreto-lei …

Rocha desafia teoria da escassez de oxigénio na Terra primitiva

Uma rocha sedimentar única rica em carbono, depositada há dois mil milhões de anos, deu aos cientistas novas pistas sobre as concentrações de oxigénio na superfície da Terra nessa época. De acordo com a agência Europa Press, …

As bactérias formam comunidades na nossa língua (e uma imagem revela como)

Cientistas norte-americanos descobriram que as bactérias que vivem na nossa língua têm uma organização complexa e altamente estruturada. Os micro-organismos estão em toda a parte - até no interior da nossa boca. Um novo estudo revela …

Como sobreviver ao isolamento? Astronautas explicam

Em todo o mundo, cidades e até países inteiros estão em quarentena como forma de travar a propagação do novo coronavírus, Covid-19. Alguns astronautas deixaram conselhos sobre como sobreviver ao isolamento. Para alguns, o auto isolamento …

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera manuscrito do poeta persa Hafez

Uma das primeiras cópias do reverenciado Divan do autor do século XIV Hafez, iluminado com ouro, será leiloado no início de abril. O famoso poeta persa do século XIV, Hafez, escreveu uma coleção de versos místicos …

O palco onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda

O palco de madeira onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda. Agora, alguém poderá replicar o primeiro concerto da famosa banda. A 10 de abril, em comemoração dos 50 anos da separação da …