Governo admite adotar medidas adicionais nos concelhos mais afetados pela pandemia

José Sena Goulão / Lusa

O secretário de Estado Adjunto, Tiago Antunes

Tiago Antunes, secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, admitiu regras ainda mais restritas para os concelhos mais afetados pela pandemia de covid-19.

Em declarações à RTP3, Tiago Antunes, secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, admitiu regras ainda mais restritas para os concelhos mais afetados pela pandemia.

“Teremos de ter medidas ainda mais intensas naqueles concelhos onde existe transmissão comunitária ativa. Será preciso fazer uma distinção e tomar medidas que sejam mais específicas para aqueles concelhos que estão numa situação mais preocupante e com um risco maior de infeção”, disse, citado pelo ECO.

“As medidas para os 121 concelhos estão em vigor durante 15 dias e vão ser revistas quinzenalmente”, lembrou ainda o responsável.

As declarações do secretário de Estado são justificadas pelo facto de existirem “diferenças muito assinaláveis” na situação dos 121 concelhos. “Temos concelhos que estão acima da fronteira dos 240 novos casos por 100 mil habitantes, como temos concelhos menos afetados. Teremos de ter ainda medidas mais intensas naqueles concelhos onde há transmissão comunitária ativa”, disse.

Nesse sentido, Tiago Antunes sublinhou que será preciso fazer “uma distinção e tomar medidas que sejam mais específicas para aqueles concelhos que estão numa situação mais preocupante e com um risco maior de infeção”.

“Vamos voltar a ver os números, o critérios é o mesmo mais de 240 novos casos por 100 mil habitantes, porque podem existir concelhos onde a situação tenha melhorado e que possam sair destas restrições e podem existir concelhos que entrem nestas restrições”, acrescentou.

Esta segunda-feira, em declarações à TSF, a ministra Mariana Vieira da Silva afirmou que as pessoas devem focar-se na “regra de ficar em casa” e não nas exceções, quando confrontada com as exceções à regra do recolher obrigatório que permitem, por exemplo, pequenos passeios.

Mais do que as exceções, importa a regra. A regra é ficar em casa“, sublinhou.

“Importa-nos, em primeiro lugar, compreender a regra, e a regra, num momento em que o país tem, no dia de ontem, 5.784 casos, mais internados nas unidades de cuidados intensivos (neste momento, já são 378), é podermos ficar em casa sempre que tal for possível”, afirmou.

“O mais importante neste momento é podermos ficar em casa, diminuindo ao mínimo os nossos contactos socais, podendo trabalhar, podendo ir à escola e podendo fazer algumas outras coisas, mas num contexto a que, a cada dia, devemos procurar restringir o mais que podemos os nossos contactos sociais. É a única maneira”, referiu ainda a ministra de Estado e da Presidência.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …