Governo admite adotar medidas adicionais nos concelhos mais afetados pela pandemia

José Sena Goulão / Lusa

O secretário de Estado Adjunto, Tiago Antunes

Tiago Antunes, secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, admitiu regras ainda mais restritas para os concelhos mais afetados pela pandemia de covid-19.

Em declarações à RTP3, Tiago Antunes, secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, admitiu regras ainda mais restritas para os concelhos mais afetados pela pandemia.

“Teremos de ter medidas ainda mais intensas naqueles concelhos onde existe transmissão comunitária ativa. Será preciso fazer uma distinção e tomar medidas que sejam mais específicas para aqueles concelhos que estão numa situação mais preocupante e com um risco maior de infeção”, disse, citado pelo ECO.

“As medidas para os 121 concelhos estão em vigor durante 15 dias e vão ser revistas quinzenalmente”, lembrou ainda o responsável.

As declarações do secretário de Estado são justificadas pelo facto de existirem “diferenças muito assinaláveis” na situação dos 121 concelhos. “Temos concelhos que estão acima da fronteira dos 240 novos casos por 100 mil habitantes, como temos concelhos menos afetados. Teremos de ter ainda medidas mais intensas naqueles concelhos onde há transmissão comunitária ativa”, disse.

Nesse sentido, Tiago Antunes sublinhou que será preciso fazer “uma distinção e tomar medidas que sejam mais específicas para aqueles concelhos que estão numa situação mais preocupante e com um risco maior de infeção”.

“Vamos voltar a ver os números, o critérios é o mesmo mais de 240 novos casos por 100 mil habitantes, porque podem existir concelhos onde a situação tenha melhorado e que possam sair destas restrições e podem existir concelhos que entrem nestas restrições”, acrescentou.

Esta segunda-feira, em declarações à TSF, a ministra Mariana Vieira da Silva afirmou que as pessoas devem focar-se na “regra de ficar em casa” e não nas exceções, quando confrontada com as exceções à regra do recolher obrigatório que permitem, por exemplo, pequenos passeios.

Mais do que as exceções, importa a regra. A regra é ficar em casa“, sublinhou.

“Importa-nos, em primeiro lugar, compreender a regra, e a regra, num momento em que o país tem, no dia de ontem, 5.784 casos, mais internados nas unidades de cuidados intensivos (neste momento, já são 378), é podermos ficar em casa sempre que tal for possível”, afirmou.

“O mais importante neste momento é podermos ficar em casa, diminuindo ao mínimo os nossos contactos socais, podendo trabalhar, podendo ir à escola e podendo fazer algumas outras coisas, mas num contexto a que, a cada dia, devemos procurar restringir o mais que podemos os nossos contactos sociais. É a única maneira”, referiu ainda a ministra de Estado e da Presidência.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Em direto: Portugal vs França

A seleção de Portugal joga esta quarta-feira o tudo por tudo contra a França, num encontro que pode significar o apuramento para os Oitavos de Final do Euro 2020 ou o regresso a casa mais …

"Pensão na Hora". Dez mil portugueses pediram reforma aprovada em 24 horas

A Segurança Social já recebeu dez mil pedidos de reforma através do "Pensão na Hora", mas só 14% foram deferidos automaticamente 24 horas depois. A ferramenta digital "Pensão na Hora" está disponível há cerca de quatro …

Depois da nega de Costa, associações da Cultura foram recebidas por Marcelo

O Presidente da República reuniu-se, esta terça-feira, com representantes das associações e promotores de espetáculos, que expressaram as dificuldades que o setor atravessa, como a obrigatoriedade de testagem para a realização de eventos. "Estivemos em Belém …

Portugal regista três mortes e o maior número de casos desde fevereiro

Portugal registou nas últimas 24 horas três mortes associadas à covid-19, 1.497 novos casos de infeções confirmadas - o maior número desde 24 de fevereiro - e uma diminuição nos internamentos em enfermaria e cuidados …

PAN quer proibir animais de companhia acorrentados e em varandas

O PAN quer proibir os donos de animais de companhia de os acorrentarem permanentemente ou os colocarem em varandas por largos períodos de tempo, através de um projeto de lei entregue hoje na Assembleia da …

IGAI abre processo ao protesto do Movimento Zero. Manifestante fez a saudação fascista

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) anunciou, esta terça-feira, que abriu um processo administrativo à manifestação dos elementos das forças de segurança que pertencem ao Movimento Zero, tendo pedido informações à Polícia de Segurança Pública …

Iniciativa Liberal garante que sardinhada de S. João é um “jantar como outro qualquer”

O evento foi divulgado ontem no Facebook mas acabou por ser retirado ao fim da tarde da página do partido para não gerar “más interpretações”. Ao contrário do “Arraial Liberal”, que se realizou em Lisboa, …

Membros do comando saudita que assassinou Khashoggi foram treinados nos EUA

Os quatro membros do comando que matou o jornalista saudita Jamal Khashoggi, em 2018, terão recebido formação paramilitar nos Estados Unidos. O jornal norte-americano The New York Times noticiou, na terça-feira, que quatro membros do comando …

Homem de etnia cigana morre após polícia pressionar joelho no seu pescoço. Caso já é comparado ao de Floyd

O caso ocorreu na República Checa. Um homem de etnia cigana morreu depois de um polícia ter pressionado o joelho sobre o seu pescoço durante vários minutos. A vítima, Stanislav, de 40 anos, viria a …

Relatório dos Sistemas de Saúde arrasa gestão da pandemia

O Relatório de Primavera 2021, do Observatório Português dos Sistemas de Saúde, critica a gestão da pandemia em Portugal, salientando que "não estamos a aprender ainda, com a experiência da pandemia, aquilo que seria necessário …