O Financial Times “não conhece o quotidiano português”

presidencia.pt

Rui Rio

Para Rui Rio, a opinião do Financial Times não passa disso mesmo: de uma “opinião” de um “jornalista” que “está longe” e não sabe o que se passa no “quotidiano” do país.

Por cá, o cenário é bem diferente daquele que foi traçado pelo jornal financeiro, pelo menos para o atual presidente do PSD, que destaca a “completa degradação dos serviços públicos” e o facto de voltarmos a ter “défice externo”.

“O endividamento de Portugal face ao exterior está a aumentar face ao exterior e foi isso que determinou a falência há uns anos”, afirmou Rui Rio esta segunda-feira, citado pelo Expresso, num comentário ao artigo do Financial Times que elogiava o desempenho da economia portuguesa e do Governo.

Dizendo tratar-se da opinião de um jornalista estrangeiro que “não conhece o quotidiano português”, Rui Rio contrapôs com o facto de em Portugal se estar a criar emprego baseado em baixos salários, situação que só pode ser alterada se se for alterado o modelo da economia nacional, defendeu.

“Criamos empregos relativamente precários e de muito baixos salários. Aquilo que pretendemos é criar melhores empregos e salários mais altos. Para isso, é preciso modificar o modelo da economia portuguesa, que tem de assentar em exportações e em investimento.”

Falando em Marco de Canaveses, no distrito do Porto, o social-democrata acrescentou que, atualmente, o país está “num patamar em que é o consumo que está, outra vez, a puxar pela economia portuguesa”. “Isto dá um défice da balança de pagamentos e o défice externo português já aumentou outra vez”, indicou, alertando que “o défice mais grave é o externo”. “É esse que temos de eliminar.”

O presidente do PSD responsabilizou a governação socialista por haver em Portugal “a maior carga fiscal de sempre”, numa altura em que o país tem “os piores serviços públicos”.

Este Governo falhou notoriamente nos serviços públicos. Temos a carga fiscal máxima, que nunca foi tão pesada, pagamos impostos como nunca pagamos e devíamos ter melhores serviços. Damos mais dinheiro em impostos e temos piores serviços públicos”, disse o líder do PSD.

Para Rui Rio, “há uma falha completa na organização dos serviços públicos”, assinalando que essa é, “a par do aumento dos impostos, a marca mais negativa deste Governo” – dando como exemplo os atrasos na emissão do Cartão do Cidadão e o tempo que se demora para se deferir a reforma depois de efetuado o pedido.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação, no âmbito do concurso externo imposto ao Estado pela União Europeia. Mais de 800 professores passaram a integrar os quadros do Ministério da Educação através …

Após saída do primeiro-ministro, Macron faz remodelação governamental e muda ministros-chave

O Presidente francês Emmanuel Macron aproveitou a mudança de primeiro-ministro para levar a cabo uma profunda remodelação do seu Governo. Anunciada na segunda-feira, a grande mudança é o novo ministro do Interior, Gérald Darmanin, até …

Marcelo promete ir todas as semanas ao Algarve para "puxar pelo turismo"

O Presidente da República disse esta segunda-feira, no Algarve, que é necessário “olhar para a frente e lutar” para o turismo na região superar as perdas causadas pela exclusão de Portugal do corredor aéreo com …

Portugal sabe a 27 de julho se entra nos corredores aéreos do Reino Unido

A reavaliação da lista de países isentos de quarentena nas chegadas ao Reino Unido, da qual Portugal foi excluído devido aos surtos de covid-19, vai ser feita a 27 de julho, revelou esta segunda-feira o …