Uma luz de esperança para a Europa. O elogio do Financial Times a Portugal e ao “sagaz Costa”

Clara Azevedo e Paulo Henriques / Portugal.gov.pt

Primeiro-Ministro António Costa e Ministro das Finanças, Mário Centeno

A recuperação económica de Portugal é, mais uma vez, motivo de elogios, desta feita do diário económico internacional Financial Times que destaca como um “sagaz” Costa soube manter a “geringonça” de pé, apresentando o país como uma espécie de ilha da boa esperança para a Europa.

O editorial do Financial Times destaca a instabilidade política em Itália, as turbulências da economia alemã, o Brexit e os problemas que Espanha tem enfrentado para evidenciar Portugal como uma “luz de esperança para a Europa”.

O jornal evidencia os salários em níveis anteriores à crise, um défice próximo do zero e o desemprego a 6,7% (comparativamente a 14% em Espanha) como factores que ilustram a vitória da “geringonça” em Portugal.

Comparando com aquilo que aconteceu com a coligação que governou em Itália, mas que se desmembrou na semana passada, o Financial Times atesta que a aliança entre PS, Bloco de Esquerda e PCP que considerou “ténue” e possivelmente efémera em 2015, continua “estável e funcional”.

E esta estabilidade deve-se muito a um “sagaz Costa”, entende o económico, frisando que fez “escolhas políticas acertadas”, apostando numa “austeridade leve” em nome do controle do défice.

Por outro lado, o Governo português contou também com uma “boa dose de sorte” e com a recuperação internacional e o boom turístico, de acordo com o económico.

A baixa taxa de criminalidade do país e o ambiente acolhedor e amigável também ajudam a explicar a “atracção de imigrantes e investidores estrangeiros”, segundo o jornal.

Perante este cenário, o Financial Times não duvida que o PS vai voltar a ganhar as eleições legislativas e, assim, recomenda ao futuro Governo português que avance com a reforma da administração pública e da Banca na próxima legislatura. Deve também manter a “prudência orçamental”, mas sem “austeridade punitiva”.

Citando a recente greve dos motoristas, a reivindicação da Função Pública para reposição do tempo de serviço congelado e a dívida pública superior a 100% do PIB como “alguns dos problemas” que Portugal continua a enfrentar, o Financial Times alerta que há uma “tempestade” a aproximar-se da economia mundial e que é preciso que o nosso país tenha “uma visão clara do seu futuro e estratégias económicas”.

ZAP //

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. Deixem o turismo parar de aumentar e as receitas que daí vêm e veremos quem é sagaz. Também o Sócrates durante 4 anos parecia ter a situação controlada

    • É sempre bom perceber que há quem deseje a desgraça do país, na esperança de ter o seu clube de futebol político à frente do capeonato.

      É sempre bom saber que haja quem considere o afundamento de um país um aborrecimento necessário para ver no poleiro o partido de que tanto gosta, mas que se está nas tintas pra ele (cidadão) quando tem é de dar de mamar aos interesses que finaciam a máquina partidária.

      É sempre bom saber que para alguns o país é um meio para atingir a vitória política, e não o contrário.

      Tudo pelo clubismo ideológico! Antes o partido do que o país! Há que desejar que o país se lixe para lá meter os da minha cor! Em vez de ser “estou-me nas tintas pra quem lá está desde que o país melhore”, o mote é, “estou me nas tintas para que o país melhore, interessa-me é quem lá está!”

      Gente a pensar assim é uma espécie a abater. Representam uma peste de ignorância e fazem cá tanta falta como a fome.

        • Usar a expressão “espécie a abater” é bom senso? “Peste”? “Mamar à máquina partidária”, (sem incluir o dele) Bom senso? Rendimento baseado em UM SÓ sector de actividade e avisar que isso é como todos os ovos no mesmo cesto, ser condenável? Bom senso?… Raro de ver?… no caso dos cegos.

      • Miguel Queiroz sabe ler? Não parece. O que é que eu descrever uma inevitabilidade tem alguma coisa a ver com um desejo meu?
        Tanta 1ª classe mal tirada

  2. Eu queria ver se fosse os partidos de direita a receber estes elogios se falavam assim.
    Está escrito na bíblia “Os que eram da terra de Jesus não lhe deram o devido valor, e até o mataram”.
    Deviam ter vergonha de deitar a baixo a sua gente, deveriam era felicitar-se juntamente com os seus que lá fora são reconhecidos, e não ter inveja, que é muito feio.

  3. Joaquim, emigre e deixe de meter nojo, saiba conviver com os que apesar de não serem do seu clube, muito tem contribuído para o sucesso do país. Força Costa, força geringonça.

    • Eu só descrevi factos. Qualquer um pode rapidamente consultar os dados do crescimento do turismo nos ultimos 4 anos e comparar com o crescimento do PIB. Fora o turismo a situação piorou.
      Preve-se repetição do que aconteceu com o Sócrates

  4. Não nos podemos esquecer que a avaliaçâo do Financial Times é a a voz dos credores. Quando os juros são pagos a situação, nesse instante, é sempre muito boa para eles.

  5. “….Perante este cenário, o Financial Times não duvida que o PS vai voltar a ganhar as eleições legislativas….”
    .
    Adoro este 7ºparagrafo! 😉 😉
    .
    E a baixa taxa de criminalidade na parte baixa da pirâmide também é uma piada gira, pois e de facto, parece que é verdade!!
    .
    O humor britânico é fantástico, e o que vejo cá de mais semelhante é o daquele tipo fedorento sobre a “Gente que não sabe estar”.

  6. Gosto de ver os comunistas (de todas as espécies) contentes com os elogios de um jornal ícone do capitalismo! Por “gosto de ver”, entenda-se, fico perplexo, mas já se percebeu há muito que a esquerda anda completamente perdida e desamparada neste mundo desde que a URSS faliu.

    • Ó Aparecida… de que mundo é que saíste e que raio de comentário é este a estas horas sobre este artigo. Isso já são efeitos do vírus?

RESPONDER

Governo dá tolerância de ponto nos dias 9 e 13 de abril

O primeiro-ministro assinou um despacho a conceder tolerância de ponto nos próximos dias 9 e 13, no período da Páscoa, a todos os trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração direta do Estado. “É …

Depois do papel higiénico, vendas de snacks e bebidas alcoólicas disparam

A Associação Espanhola de Supermercados fez um estudo sobre as alterações de consumo desde que foi decretado o estado de emergência. A procura por papel higiénico disparou meados de março, mas os produtos mais procurados …

Bloco quer proibir banca de distribuir lucros (e pede ajuda ao PSD)

O Bloco de Esquerda quer proibir os bancos de distribuírem dividendos em 2020 e pede ajuda ao PSD para o conseguir. Em videoconferência, Mariana Mortágua lançou um desafio ao líder social-democrata. O Bloco de Esquerda anunciou …

Ordens duvidam dos números de infetados (e admitem fazer o seu próprio levantamento)

Segundo os números anunciados na quarta-feira, havia 1.124 profissionais de saúde e oito deles estavam internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI). Mas estes números não convencem as Ordens. De acordo com o Observador, o bastonário …

Europa tem que ser o seu "próprio Plano Marshall". Centeno defende solução sem o "estigma" da austeridade

Mário Centeno continua a incentivar uma solução conjunta assente na ideia da solidariedade europeia perante "uma crise inesperada e sem precedentes" devido à pandemia de Covid-19. Como presidente do Eurogrupo, o ministro das Finanças de …

Há mais de 10 mil infetados em Portugal. DGS vai fazer testes de imunidade à população

O boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde deste sábado regista 10.524 casos de infeção por covid-19 em Portugal. Há mais 20 mortes, num total de 266 óbitos. Nas últimas 24 horas, até à meia-noite, foram registados …

Quase meio milhão de portugueses estão em lay-off. "Sistema é errado", diz Francisco Louçã

Uma semana depois de o Governo ter aberto a porta ao lay-off simplificado, mais de 22 mil empresas já recorreram a este novo regime. Atualmente, há 425.287 trabalhadores nessa situação. Francisco Louçã considera este sistema …

Costa "chocado" com caso da morte no aeroporto. Enfermeira, médico e polícias também investigados

Além dos três inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que são suspeitos de terem agredido um cidadão ucraniano, que acabou por morrer, também há outros elementos do SEF, um médicos e uma enfermeira, …

Reino Unido ultrapassa número de óbitos da China. Itália ainda não conseguiu inverter a curva

O Reino Unido regista agora um número de óbitos superior ao número registado na China. Em Itália, embora o pico já possa ter sido ultrapassado, o país ainda não conseguiu inverter a curva epidemiológica. Nas últimas …

Keir Starmer substitui Jeremy Corbyn e é o novo líder do Labour

Keir Starmer, de 57 anos, que tem feito parte da equipa de topo de Jeremy Corbyn nos últimos três anos, no papel de secretário sombra do Brexit, é o novo líder do Partido Trabalhista. De acordo …