Fim do sigilo bancário vai morrer na praia (com “aliança” de Marcelo e PCP)

Paulo Novais / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de Sousa deverá vetar o diploma do governo que determina o fim do sigilo bancário para contas acima dos 50 mil euros. Marques Mendes está certo disso e reforça que o Presidente encontrou no PCP um precioso “aliado” para tomar essa decisão.

No seu espaço de comentário na SIC, Marques Mendes disse acreditar que Marcelo Rebelo de Sousa deverá vetar a lei que determina o acesso do Fisco às contas bancárias acima de 50 mil euros.

O conselheiro de Estado do Presidente da República reforçou que a recente posição comunista contra a medida veio reforçar a intenção de Marcelo em não deixar passar a lei.

“Vetar a lei é uma questão de bom senso, de prudência e de coerência”, considera Marques Mendes, apelidando o diploma como uma “monstruosidade” por partir do princípio de que todos os que têm contas com mais de 50 mil euros são suspeitos de fuga ao fisco.

Entretanto, o Público reforça que Marcelo não deverá deixar passar o diploma, lembrando que, em Agosto passado, o Presidente da República disse claramente que a apresentação de uma medida deste género “não teria acolhimento algum” da sua parte.

Já depois disso, foi Jerónimo de Sousa, líder do PCP, a manifestar-se contra a ideia que apelidou de “devassa total”, sublinhando que “as famílias têm de ter o direito à privacidade em relação à sua vida e ao dinheiro que cada um ganhou a trabalhar”, cita o Público.

O deputado comunista António Filipe veio reforçar essa posição, manifestando à TSF, na semana passada, que “o acesso tem de ser justificado, com regras” e que “um acesso livre sem qualquer justificação não faz sentido e não é constitucional“.

Na mesma altura, Mariana Mortágua, do Bloco de Esquerda, defendeu a posição do governo, realçando que “se não houver nada a esconder, não há mal nenhum” e que “quem não deve, não teme”.

Contudo, perante um provável veto de Marcelo, o governo deverá desistir da ideia, afiança o Público, concluindo que a medida deverá assim, “morrer na praia”.

ZAP

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Engraçado, quem “não deve não teme”, mas de acordo com a Lei n.º 64/2013, de 27 de Agosto, a mesma veio colocar em vigor o secretismo sobre os privilégios da classe politica !!! E esta hein ?! Era bom a Mariana dar umas palavrinhas sobre isto…

  2. não há desculpa para leis que retiram direitos constitucionais e violam a privacidade dos cidadãos. pela lógica do ‘quem não deve não teme’ a polícia entrava em casa de qualquer um a qualquer hora! isto são medidas de governos totalitários. mas a julgar como estes tipos chegaram a governo, não é de admirar…

    • Essa do “quem não deve, não teme” é o mesmo que se eu disser: “estou-me nas tintas para a liberdade de expressão pq não tenho nada a dizer!”(Edward Snowden).
      Cada um de nós tem direito à sua privacidade! Não podemos abdicar disso, nunca se esqueçam!

RESPONDER

Ilhan Omar promete continuar a ser o "pesadelo" de Donald Trump

"O pesadelo dele é ver uma refugiada imigrante somali a ascender ao Congresso. Vamos continuar a ser um pesadelo porque as suas políticas são um pesadelo para nós", disse Ilhan Omar. Esta quinta-feira, Ilhan Omar classificou …

Benfica confirma saída de Salvio para o Boca. "Chorei como um bebé"

O extremo Eduardo Salvio transferiu-se do Benfica para o Boca Juniors, na Argentina, num negócio esta quinta-feira oficializado pelo clube da Luz, que não revelou os valores envolvidos. O argentino esteve oito temporadas no Benfica, as …

"É preciso reduzir os impostos às pessoas, nomeadamente aos salários, e taxar o carbono"

Para António Guterres, a "vontade política esmoreceu" depois do Acordo de Paris aprovado em 2015. Entre medidas propostas em prol do clima, o Secretário-Geral das Nações Unidas fala em "acabar com subsídios aos combustíveis fósseis". António …

Costa: Marcelo não se recandidatar seria "incompreensível para 80% dos portugueses"

O secretário-geral do PS, António Costa, declarou esta sexta-feira que uma eventual não recandidatura presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa seria "incompreensível para 80% dos portugueses" e adiantou que Eduardo Ferro Rodrigues voltará a ser …

Há mais de 600 edifícios condenados à demolição (e trazem custos para o cidadão)

Nos últimos dez anos, centenas de construções de todo o país foram listadas para demolir. Destas, faltam destruir atualmente mais de 600, segundo um levantamento citado esta sexta-feira pelo Correio da Manhã. Questões de segurança, ilegalidades …

Nepotismo e "filé mignon". Bolsonaro admite beneficiar filho para cargo diplomático

O presidente brasileiro admitiu, na quinta-feira, que "pretende beneficiar" o terceiro filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, indicado para embaixador nos Estados Unidos, mas garantiu tratar-se apenas de uma estratégia de política externa. "Pretendo beneficiar um filho …

Ministério Público investiga ajustes diretos da Câmara do Porto a sociedade de advogados

A Câmara Municipal do Porto (CMP) diz que o valor dos contratos com a sociedade de advogados é de apenas 218 mil euros, e não meio milhão de euros como foi noticiado esta semana. O Ministério …

Lista de grande devedores. Deputados de mãos atadas pelo sigilo bancário

Depois de um esforço hercúleo para conseguir acesso à lista dos grandes devedores da banca, os deputados veem-se agora incapacitados devido ao sigilo bancário e ao fim da legislatura. A lista dos grandes devedores em incumprimento …

Costa promete baixar impostos à classe média (e prefere que Centeno não vá para o FMI)

Mais deduções e mais escalões de IRS para baixar os impostos para as famílias com os filhos e a classe média. Eis o que António Costa promete na antecâmara das eleições legislativas, numa entrevista onde …

Contadores de luz inteligentes acabam com leitura por estimativa

A EDP quer generalizar a instalação de contadores de eletricidade inteligentes. Esta tecnologia vai pôr fim à leitura por estimativa, que era razão de queixa de vários clientes. Os contadores inteligentes vão permitir pôr um fim …