Fim do sigilo bancário vai morrer na praia (com “aliança” de Marcelo e PCP)

Paulo Novais / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de Sousa deverá vetar o diploma do governo que determina o fim do sigilo bancário para contas acima dos 50 mil euros. Marques Mendes está certo disso e reforça que o Presidente encontrou no PCP um precioso “aliado” para tomar essa decisão.

No seu espaço de comentário na SIC, Marques Mendes disse acreditar que Marcelo Rebelo de Sousa deverá vetar a lei que determina o acesso do Fisco às contas bancárias acima de 50 mil euros.

O conselheiro de Estado do Presidente da República reforçou que a recente posição comunista contra a medida veio reforçar a intenção de Marcelo em não deixar passar a lei.

“Vetar a lei é uma questão de bom senso, de prudência e de coerência”, considera Marques Mendes, apelidando o diploma como uma “monstruosidade” por partir do princípio de que todos os que têm contas com mais de 50 mil euros são suspeitos de fuga ao fisco.

Entretanto, o Público reforça que Marcelo não deverá deixar passar o diploma, lembrando que, em Agosto passado, o Presidente da República disse claramente que a apresentação de uma medida deste género “não teria acolhimento algum” da sua parte.

Já depois disso, foi Jerónimo de Sousa, líder do PCP, a manifestar-se contra a ideia que apelidou de “devassa total”, sublinhando que “as famílias têm de ter o direito à privacidade em relação à sua vida e ao dinheiro que cada um ganhou a trabalhar”, cita o Público.

O deputado comunista António Filipe veio reforçar essa posição, manifestando à TSF, na semana passada, que “o acesso tem de ser justificado, com regras” e que “um acesso livre sem qualquer justificação não faz sentido e não é constitucional“.

Na mesma altura, Mariana Mortágua, do Bloco de Esquerda, defendeu a posição do governo, realçando que “se não houver nada a esconder, não há mal nenhum” e que “quem não deve, não teme”.

Contudo, perante um provável veto de Marcelo, o governo deverá desistir da ideia, afiança o Público, concluindo que a medida deverá assim, “morrer na praia”.

ZAP

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Engraçado, quem “não deve não teme”, mas de acordo com a Lei n.º 64/2013, de 27 de Agosto, a mesma veio colocar em vigor o secretismo sobre os privilégios da classe politica !!! E esta hein ?! Era bom a Mariana dar umas palavrinhas sobre isto…

  2. não há desculpa para leis que retiram direitos constitucionais e violam a privacidade dos cidadãos. pela lógica do ‘quem não deve não teme’ a polícia entrava em casa de qualquer um a qualquer hora! isto são medidas de governos totalitários. mas a julgar como estes tipos chegaram a governo, não é de admirar…

    • Essa do “quem não deve, não teme” é o mesmo que se eu disser: “estou-me nas tintas para a liberdade de expressão pq não tenho nada a dizer!”(Edward Snowden).
      Cada um de nós tem direito à sua privacidade! Não podemos abdicar disso, nunca se esqueçam!

RESPONDER

Coreia do Norte reitera que não tem infetados. Coreia do Sul desconfia

A Coreia do Norte reafirmou que não regista nenhum caso de coronavírus (covid-19), numa declaração feita por um alto responsável pelo setor da Saúde de Pyongyang citado esta quinta-feira pela Agência France Presse. A Coreia do …

Ovar já tem linha telefónica própria para retirar pressão à Saúde 24

A Linha de Apoio Covid Ovar vai garantir assistência atempada à comunidade de 55.400 habitantes do concelho e é exclusiva para utentes que suspeitem ter sintomas do novo coronavírus. O Município de Ovar ativa, esta quinta-feira, …

Durão Barroso defende coronabonds (mas a prioridade é outra)

Em entrevista à SIC Notícias, Durão Barroso concordou com a criação dos ​​​​​​​coronabonds, mas defendeu que a prioridade é resolver "a crise humanitária". Durão Barroso considerou, em entrevista à SIC Notícias, que as instituições europeias têm …

Do empréstimo milionário à nacionalização. As soluções da TAP para resistir à crise

A TAP está a enfrentar uma das suas piores crises, face à pandemia de covid-19, e há várias soluções em cima da mesa, desde um empréstimo com aval do Estado à nacionalização da empresa. Para fazer …

"Matem-nos". Presidente das Filipinas autoriza disparos contra quem violar quarentena

O Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ordenou aos agentes da polícia e aos militares que disparem sobre qualquer pessoa que esteja a causar "problemas" durante o isolamento obrigatório, decretado devido à da pandemia de Covid-19. De …

Há mais de nove mil casos de covid-19 em Portugal. Número de recuperados sobe para 68

Um mês desde o primeiro teste positivo confirmado do novo coronavírus no país, Portugal tem um total de 9.034 casos confirmados de Covid-19, segundo o Relatório da Direção Geral da Saúde sobre a situação epidemiológica …

Ramalho Eanes: "Nós, os velhos, se for necessário oferecemos o nosso ventilador"

O antigo Presidente da República apelou aos mais "velhos", como ele, para darem o exemplo neste combate ao coronavírus, caso Portugal passe por uma situação semelhante à de Itália ou Espanha. Em entrevista à RTP, o …

"Profundamente preocupados". 13 países enviam recado a Viktor Orbán

Portugal e mais 12 países, entre os quais França, Bélgica e Espanha, garantiram, numa declarações conjunta, que apoiam a iniciativa da Comissão Europeia para verificar se as medidas de emergência implementadas respeitam os valores europeus. Os …

Da gripezinha ao "problema mundial". Bolsonaro fala com Trump e anuncia mais medidas

Jair Bolsonaro mudou de tom. Esta quarta-feira, o Presidente brasileiro anunciou um novo pacote financeiro de apoio a medidas para "manutenção de empregos", uma das suas maiores preocupações diante da pandemia de covid-19. O Presidente brasileiro, …

Bale não abdica de salário milionário e quer ficar em Madrid

Bale vai rejeitar todas as propostas que receber para sair do Real Madrid no final da temporada. O jogador não aceita uma redução do seu salário de 19 milhões de euros anuais. Gareth Bale não tem …