Explosões com Galaxy Note 7 fazem Samsung perder 10 mil milhões num só dia

(dr) Samsung

Samsung Galaxy Note 7

As ações da Samsung estão a afundar depois da gigante da eletrónica ter advertido os clientes em todo o mundo para pararem de usar o seu smartphone Galaxy Note 7 devido a casos de baterias que explodiram.

A Samsung anunciou no passado dia 2 a retirada do seu novo telemóvel do mercado, depois de detetadas anomalias nas baterias que levaram mesmo à sua explosão durante o carregamento dos aparelhos.

Com o crescente receio de que as baterias se incendeiem, a empresa elevou o seu alerta, dizendo aos utilizadores do Galaxy Note 7 em todo o mundo para desligarem de imediato o smartphone.

Desde então, foram vários os episódios tornados públicos que têm contribuído para este pesadelo da marca que parece não ter fim.

Por exemplo, um utilizador sofreu queimaduras de segundo e terceiro grau quando o smartphone explodiu no seu bolso.

Daniel Ramirez, depois de tratado e analisado a situação, decidiu mesmo avançar com um processo judicial à empresa sul-coreana.

Antes disso, um automóvel incendiou porque o dono da viatura deixou o telemóvel a carregar no seu interior enquanto descarregava umas compras.

@androids / Twitter

Samsung Galaxy Note 7 estragado

Samsung Galaxy Note 7 estragado

Perante este tipo de incidentes, companhias aéreas em todo o mundo proibiram os passageiros de usar estes smartphones durante os voos.

Estas medidas fizeram os acionistas da gigante tecnológica retrair os seus investimentos e retirar o seu precioso dinheiro da empresa sul-coreana.

Num só dia, a Samsung perdeu 10 mil milhões de dólares dos acionistas com uma retração na bolsa de 3.9%.

Esta segunda-feira, ao final da manhã, as ações da firma afundavam 7,11% na bolsa de Seul para 1,46 milhões de won (1.168 euros).

“Toda a situação em torno da Samsung está a tornar-se mais séria e complicada à medida que mais autoridades nacionais em todo o mundo advertem os seus cidadãos para pararem de utilizar o Note 7”, observou Hwang Min-Sung, analista na Samsung Securities.

As repercussões da retirada do mercado – que envolve 2,5 milhões de aparelhos vendidos até ao momento em dez países – pode reduzir o lucro da firma no final do ano em mais de um bilião de won (800,5 mil milhões de euros), alertou o mesmo responsável.

A Samsung lançou o Note 7 mais cedo do que era esperado, mais concretamente antes do lançamento do iPhone 7, na passada quarta-feira.

O Galaxy Note 7 é um dispositivo topo de gama, resistente à água e com scanner de íris ocular, que está a ser comercializado mundialmente desde 19 de agosto.

O lançamento em Portugal, que estava previsto para a semana passada, foi entretanto adiado.

ZAP / Lusa / 4gnews

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Regra para filhos de pais separados em casas alternadas divide partidos

A lei já prevê que os filhos de pais separados possam ficar em residência alternada se o tribunal assim o decidir. Porém, as regras não são claras e vai ser discutida a melhor forma de …

Helicóptero do INEM avariou durante missão. Vítima que ia socorrer acabou por morrer

Um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), localizado em Loulé, teve uma avaria a meio de uma missão de socorro, sendo obrigado a abortar a viagem que visava ajudar uma mulher de 22 …

Águas do Porto alerta para cobranças fraudulentas porta a porta

A empresa municipal Águas do Porto alertou, esta segunda-feira, para uma fraude que está a ser cometida em seu nome com falsos funcionários que tentam fazer cobranças à porta. De acordo com a Águas do Porto, …

Um terço dos universitários de Lisboa já sofreu violência sexual física

Um terço dos estudantes universitários da área metropolitana de Lisboa já foi vítima de violência sexual física pelo menos uma vez, mas são muitos poucos os que denunciam as agressões, raramente o fazendo à …

OE2020: Esquerda vai negociar "até ao último minuto". PSD não comenta eventual traição madeirense

O Governo apresentou, nesta terça-feira, na Assembleia da República, as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) aos partidos com representação parlamentar. Dos encontros, não saiu fumo branco, com o Bloco …

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …

Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019. "As partes …

Nova Zelândia abre investigação. Erupção do Whakaari já fez pelo menos 13 mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito continuam desaparecidas, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, na Nova Zelândia. As autoridades afirmam que há poucas chances de terem sobrevivido. "Diria com forte convicção de que ninguém …