Excedente orçamental é atingido “à custa de uma carga fiscal brutal”

António Pedro Santos / Lusa

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio

O presidente e candidato à liderança do PSD, Rui Rio, afirmou hoje que o excedente orçamental “é positivo”, mas entende que o mesmo tem sido atingido “à custa de uma carga fiscal brutal”.

“Aquilo que interessa efetivamente é como vai fechar a 31 de dezembro. E a minha ideia é que o Orçamento do Estado de 2019 irá fechar a 31 de dezembro com 0,1% do PIB, portanto ligeiramente melhor do que aquilo que estava inscrito no próprio Orçamento do Estado. Penso obviamente que é positivo“, afirmou Rui Rio, em Castelo Branco, onde se deslocou para uma sessão de esclarecimento com militantes.

O Ministério das Finanças anunciou hoje que o excedente das administrações públicas atingiu 546 milhões de euros até novembro, em contabilidade pública, uma melhoria de 1.131 milhões de euros face ao mesmo período de 2018.

O presidente do PSD sublinhou que não vai criticar um Governo que, nesse aspeto, faz aquilo que qualquer um deve fazer.

Coisa diferente é depois como é que é atingido esse saldo orçamental. Uma coisa é o saldo, mas depois outra coisa é como é que é atingido. E tem sido atingido à custa de uma carga fiscal brutal, um brutal aumento de impostos“, sustentou.

“Se o PSD foi criticado quando estava no Governo por ter feito um brutal aumento de impostos, o que é verdade é que depois desse brutal aumento de impostos o PS já fez não sei quantos mais aumentos de impostos sobre aquilo que era brutal“, acrescentou Rui Rio.

O presidente do PSD realçou que o país esteve mais de 40 anos com défices públicos que trouxeram a dívida pública para um patamar “absolutamente brutal”. Contudo, entende que este excedente está a ser conseguido à custa de uma carga fiscal muito grande e, do lado da despesa, com uma degradação muito grande dos serviços públicos.

Não é só o Serviço Nacional de Saúde, mas a muitos outros níveis também. Portanto, se o resultado aritmético no fim do saldo é positivo, a forma como lá se chega não é a melhor forma, porque traz às pessoas sofrimento que seria, em parte, de evitar para obter o mesmo resultado. Porque aí eu não transijo, as contas nacionais têm de efetivamente estar equilibradas”, concluiu.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Rui Rio onde andava quando era governo o seu partido PPD/CDS? Não o ouvi nessa altura afalar da carga fiscal, fala como se antes deste governo nós tivéssemos uma carga fiscal suave, o senhor quer é ir ao pote como querem e tem ido sempre os mesmos já há mais de 40 anos, mas nunca o ouvi nem li uma ideia sua nem como a pôr em prática para a grave situação que o País se encontra e com tendência a agravar-se mais, o senhor como economista não estudou que um País só pode tornar-se melhor quando a riqueza produzida é superior ao que o País gasta? Portugal há muitas décadas não é caso recente que tem e continua a gastar mais que a riqueza criada, por isso os vários governos como não têm uma ideia do que fazer tratam sempre de aumentar os impostos. E que ideias tem o senhor para inverter esta situação?

  2. Aqueles que criticam é muito simples, mas a verdade é que o Gasparinho é que ficou como o “mau da fita” e daí para cá, não só os impostos não desceram como também aumentaram. Como dizia a “troika” (os impostos inteligentes). Portanto o milagre do Centeno (milagre das “rosas”) não só não foi milagre, como foi o Gaspar e a Albuquerque quem amealharam para ele fazer flores. Disse!

RESPONDER

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …

Marcelo promulga uso obrigatório de máscara na rua por 70 dias

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto da Assembleia da República que determina o uso obrigatório de máscara na rua, por um período de 70 dias, sempre que não seja possível cumprir o …