Ex-chefe de gabinete da Defesa assume ter recebido memorando sobre Tancos

Paulo Cunha / Lusa

Guarita abandonada no complexo militar de Tancos

O general Martins Pereira, antigo chefe de gabinete do ministro da Defesa Azeredo Lopes, assumiu pela primeira vez ter recebido documentação sobre a operação em Tancos. 

Em declarações à RTP, Martins Pereira confirmou ter recebido um memorando sobre a operação das armas recuperadas de Tancos, revelando que entrou a documentação ao  Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

“A documentação verdadeira foi entregue hoje no início da tarde, no DCIAP, pelos serviços do meu advogado”, adiantou o chefe do gabinete, admitindo pela primeira vez ter na sua posse o documento desde novembro de 2017.

Até então, Martins Pereira já tinha assumido na última quinta-feira a existência de uma reunião no Ministério da Defesa com o então diretor da PJM, o coronel Luís Vieira, e o major Vasco Brazão, investigador daquela polícia. O antigo chefe de gabinete de Azeredo Lopes tinha admitiu o encontro, sem revelar o seu propósito.

Martins Pereira não revela se o Ministro da Defesa estava ou não a par da situação. Azeredo Lopes já reiterou que não tinha conhecimento da documentação.

“Queria dizer categoricamente que é totalmente falso que eu tenha tido conhecimento de qualquer encobrimento neste processo. Não tive conhecimento de qualquer facto que me permitisse acreditar que terá havido um qualquer encobrimento na descoberta do material militar de Tancos”, garantiu Azeredo aos jornalistas em Bruxelas.

Por sua vez, Vasco Brazão, pediu para ser ouvido novamente. De acordo com o seu advogado, Ricardo Sá Fernandes, o major pretende entregar memorando apresentado em novembro ao ex-chefe de gabinete de Azeredo Lopes.

Sá Ferandes disse ainda que “só há um memorando”, esperando que antigo chefe de gabinete “honre a verdade”.

Martins Pereira agiu de acordo com o seu dever

“O senhor general Martins Pereira agiu, com certeza, de acordo com o que considerou ser o seu dever”, comentou nesta quarta-feira em declarações ao Público o ministro da Defesa, referindo-se à entrega do memorando sobre a encenação em Tancos – sem responder se viu esse documento.

O assunto aqueceu o debate parlamentar desta quarta-feira. Fernando Negrão, líder de bancada do PSD, perguntou insistentemente a António Costa se tinha conhecimento do memorando em causa. O primeiro-ministro garantiu que não tem conhecimento do documento, tal como não tem o ministro da Defesa Azeredo Lopes.

Negrão retorquiu, dizendo achar “muito estranho” que o ex-chefe de gabinete não tenha transmitido essa informação ao ministro. E Costa atirou com outra insinuação: “Como é que sabe se o documento é ou não importante. O que sabe que não nos quer contar?”

“Um dia haveremos de saber o que é que cada um sabia sobre esta história de Tancos”, disse o primeiro-ministro.

Também Marcelo Rebelo de Sousa falou sobre o tema, reafirmando que deve ser apurado “tudo o que é preciso apurar”. “Quanto à devolução das armas, mas também, não esqueçamos, quanto ao furto”, disse o Presidente da República.

“Às tantas fala-se da devolução, imenso, mas para haver devolução é porque elas [as armas] primeiro foram furtadas. Quanto às duas situações, [tudo] deve ser apurado integralmente, doa a quem doer”, sublinhou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Mas o ex-chefe de gabinete entregou agora o memorando? Já não é chefe de gabinete à imenso tempo. Quer dizer que o levou para casa? Será?
    Tudo tão preocupado com a devolução das armas, mas vejo pouca gente, preocupada em como foram roubadas e quando.
    Penso que todos deveríamos querer saber como e porquê foi efectuado o roubo.

    • Caro mv
      O ex militar responsável pelo assalto está preso e a polícia conhece a identidade dos restantes elementos.
      O assalto deixou de ser notícia.
      Notícia é o facto de autoridades militares e do governo terem encenado uma entrega de material, para protegerem o assaltante, à margem do MP e da PJ civil. Notícia é principalmente o ministro ter ajudado a esconder durante um ano essa informação. Pedirá a demissão depois do OE aprovado.

      • Primeiro, não houve nenhum assalto – foi um furto!!
        Nem é claro que os elementos responsáveis já estejam todos identificados…
        Também não há qualquer prova de que o ministro tótó (que nunca sabe de nada!), tenha ajudado (ou sequer sabido) da encenação!
        Depois, como é natural, a justiça não precisa de estar a toda a hora em directo nas TV’s (como a casa dos segredos), portanto, é óbvio que a PJ continua com a investigação e, nas “noticias”, continua o circo politico com o Ministro da Defesa e a oposição a fazerem as cenas tristes do costume!…

  2. É caso para perguntar para que servem chefes de gabinete e ministros, será que recebem documentos importantes e os deitam para o lixo?

RESPONDER

Polícia britânica tingiu de negro uma lagoa azul para afastar visitantes

A Polícia britânica decidiu tingir de negro uma lagoa azul muito procurada na região de Derbyshire, visando assim afastar os visitantes e fazer com que estes cumpram o isolamento social exigido pelas autoridades para travar …

A maior cascata do Equador desapareceu repentinamente

A maior cascata do Equador, com cerca de 150 metros, desapareceu repentinamente por causa de uma dolina. Investigadores ainda não sabem se esta apareceu por causas naturais ou humanas. Em fevereiro, a cascata de San Rafael, …

Aprovada descida de 3% na eletricidade no mercado regulado

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou uma descida do preço da tarifa aplicada no mercado regulado de cinco euros por megawatt/hora (MWh). Contas feitas, trata-se de uma redução de aproximadamente 3% no total …

Turquemenistão proibiu o uso da palavra "coronavírus"

Enquanto o mundo luta para conter a propagação da pandemia de covid-19, no Turquemenistão os cidadãos podem ser presos só por dizerem a palavra "coronavírus". De acordo com a rádio NPR, que cita a organização não …

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …

Bill Gates deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia

Num artigo publicado no jornal norte-americano Washington Post, o fundador da Microsoft, Bill Gates, deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia de covid-19, que já fez 43 mil mortes em todo o …

Comissão de Trabalhadores da TAP pede nacionalização da companhia

A Comissão de Trabalhadores (CT) da TAP reforçou esta quarta-feira o apelo para que a transportadora “se torne 100% pública”, depois de a empresa ter anunciado o lay-off da maioria dos trabalhadores, segundo um comunicado. No …

"Posso ir?" Há uma app que lhe diz como estão as filas nos supermercados

A comunidade tecnológica tech4COVID19 criou uma aplicação móvel que permite aos seus utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados. A app, sob o nome "Posso ir?", pretende orientar os utilizadores nas idas aos …

Conte pede à Alemanha mais solidariedade europeia. “Se somos uma União, está na hora de o provarmos”

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, fez esta quarta-feira um apelo solene à Alemanha para que haja mais solidariedade europeia no combate à pandemia da covid-19, que está a afetar severamente o seu país. “Se somos uma …

Em França, Portugal é destacado como bom exemplo (mas também pela sorte da sua geografia)

Portugal tem "11 vezes menos mortes" do que Espanha, em proporção das respectivas populações, e parece estar a lidar melhor com a pandemia de Covid-19 do que o país vizinho. Esta é a conclusão de …