ERC recebe queixas contra CMTV por imagens chocantes do atentado de Nice

Alberto Estevez / EPA

-

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) recebeu até sexta-feira ao final da tarde sete participações relativas às imagens emitidas pela CMTV alusivas ao atentado de Nice, que causou a morte de 84 pessoas.

“Deram entrada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social, até à data, 7 participações referentes às imagens emitidas no serviço de programas CMTV alusivas ao atentado ocorrido em Nice”, refere a ERC, numa informação enviada à agência Lusa.

Questionada pela Lusa sobre se houve queixas relativamente a imagens do atentado de Nice divulgadas por outros órgãos de informação nacionais, a ERC disse que apenas recebeu participações relativas à CMTV.

Na sexta-feira, logo a seguir à noite do atentado na cidade francesa, o produtor e sonoplasta Vasco Pimentel criticava, num posto copm o título “CMTV, não vale tudo pelas audiências!” no blogue Aventar, o facto de a CMTV estar a passar “em loop ininterrupto, imagens de mortos na Promenade des Anglais.

Seminus, estropiados, desarticulados, a escorrer litros de sangue, de olhos abertos, tudo”, critica Vasco Pimentel.

No site Tugaleaks, o jornalista Rui Cruz lamentou também que a CMTV tivesse insistido em exibir “imagens de cadáveres, pessoas seminuas, crianças mortas e cabeças esmagadas, reforçadas com a chamada veja fotogaleria, publicado no Facebook e no seu site”.

Nas redes sociais, várias pessoas manifestaram-se igualmente contra o canal do Correio da Manhã e, como agora se confirma, algumas delas apresentaram mesmo queixa na ERC.

Em França levantou-se igualmente controvérsia depois de a televisão pública France 2 ter emitido imagens chocantes que mostravam o camião do terrorista a passar por cima da multidão.

Boa noite, senhor, acaba de perder a sua mulher. Qual é a sua reacção, em directo para a France 2?, terá também perguntado um jornalista do canal a um homem que chorava, ajoelhado ao pé do cadáver da mulher.

Os responsáveis da France 2 já apresentaram um pedido público de desculpas pelo sucedido.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Não sei o que mais será preciso para perceberem que o CM (TV igualmente) é “algo” que não deve ser visto. Não acabar com ele! Não! Não quero ultrapassar leis/regras/éticas como o CM costuma fazer, não (tudo é válido para vender). Mas, se ninguém ler/assistir o CM este acaba por se extinguir. Quando não há procura a oferta extingue-se. E isto só depende dos leitores. Sim! Há muitos portugueses que preferem ler mer… (e têm todo o direito).

    • Os que preferem ler merd@, por incrível que pareça, foram aqueles que apresentaram participações. Penso estar tudo dito acerca dessas pessoas. Só não compreendo onde está agora a indignação por estas imagens e não por outras similares mas sentido oposto.

  2. Por acaso não vi as imagens mas, a avaliar pelo que li, é escabroso.
    Não tenho por norma ver esse canal. Das raras vezes que vi a CMTV, foi numa espécie de zapping e são, no máximo 1 ou 2 minutos, tempo suficiente para perceber que são o pasquim CM mas em versão de televisão.

  3. As pessoas que estão a queixar-se destas imagens, por irónico que pareça, não se queixaram das imagens fictícias, a maior parte delas, das criancinhas refugiadas que deram à costa. Qual o fundamento desta gente que se recusa a saber o que se passa na UE?

RESPONDER

Cientistas explicam porque trabalhar à noite faz mal aos intestinos

As pessoas que trabalham à noite têm mais probabilidades de desenvolver inflamações intestinais, porque há células que contribuem para a saúde intestinal que deixam de receber informações vitais do cérebro, indica um estudo divulgado esta …

Marinha dos EUA admite que vídeos de OVNI's são verdadeiros (e não era suposto ninguém saber)

A Marinha dos EUA confirmou que imagens de OVNIs que surgiram nos últimos anos são reais e que nunca pretenderam que o vídeo fosse visto pelo público. As imagens que apareceram pela primeira vez online em …

O Pólo Norte vai ter um hotel de luxo (iluminado pelas auroras boreais)

https://vimeo.com/360873720 O hotel "mais a norte do mundo" só existirá durante um mês e o glamping de luxo será para muito poucos: o custo é de 95 mil euros por pessoa por três dias. Em 2020, o …

Whitney Houston vai regressar aos palcos (em holograma)

Whitney Houston vai "regressar" aos palcos, em formato holograma. Foi anunciada uma digressão da cantora por várias salas do Reino Unido, em 2020. Os planos para uma digressão de holograma de Whitney Houston têm sido discutidos …

Victor Vescovo diz que chegou ao ponto mais profundo dos oceanos. James Cameron não concorda

James Cameron levantou dúvidas sobre as recentes declarações de Victor Vescovo sobre ter quebrado o recorde do mergulho mais profundo no oceano, dizendo que o empresário não pode ter descido mais, uma vez que não …

Par de patinadores no gelo mais medalhado de sempre anuncia fim da carreira

Os canadianos Tessa Virtue e Scott Moir, o par de patinadores no gelo mais medalhado da história do olimpismo, anunciaram esta quarta-feira o fim da carreira. “Olá a todos. Temos novidades para todos os que nos …

Elon Musk é o líder mais inspirador da tecnologia da atualidade

Elon Musk foi nomeado o líder mais inspirador no setor da tecnologia, de acordo com um estudo publicado pela Hired, uma plataforma para contratação de pessoal em 14 cidades em todo o mundo. O estudo, chamado …

De portas abertas para quem precisa. Frigoríficos solidários crescem em Paris

A Cantina do 18.º bairro parisiense foi o primeiro espaço deste projeto solidário, inaugurado há dois anos. Atualmente existem 38 restaurantes em França que acolhem os frigoríficos solidários. Em dois anos, o projeto dos frigoríficos solidários …

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …

Austrália conclui que China foi responsável por ciberataque ao parlamento

A agência de inteligência cibernética da Austrália (ASD) concluiu que a China foi a responsável por um ataque informático, no início deste ano, contra o parlamento nacional. Os serviços de inteligência australianos (Australian Signals Directorate) concluíram …